A Faculdade de Gastronomia prepara o profissional para atuar nas diversas atividades na produção de alimentos. E o trabalho vai muito além de elaborar refeições e bebidas: o aluno aprende como funciona toda a estrutura do negócio e, ao se formar, estará apto a comprar  matérias-primas, definir cardápios, coordenar equipes até administrar um empreendimento.

O campo de atuação é amplo: restaurantes, bares, hotéis, hospitais, empresas de eventos e muitos outros espaços contratam profissionais formados nessa área.

Saiba o que esta graduação oferece, onde estudar e o que esperar do mercado de trabalho para quem se forma na faculdade de Gastronomia!

Como é a faculdade de Gastronomia


A Faculdade de Gastronomia é oferecida em duas habilitações: Tecnológico e Bacharelado. Nas duas o estudante aprende sobre as diferentes culturas culinárias do Brasil e do mundo, tem contato com disciplinas sobre higiene e segurança alimentar. As matérias de Administração ajudam o profissional a gerenciar uma cozinha e até empreender seu negócio próprio.

As principais diferenças entre as habilitações são:

  • Tecnológico: é um curso superior com duração média de dois anos, bastante focado na prática e que possibilita ingressar mais rapidamente no mercado de trabalho.
  • Bacharelado: é um curso de quatro anos de duração. O currículo equilibra disciplinas práticas e teóricas. Aborda também disciplinas básicas em áreas como História, Sociologia, Estatística, Psicologia e Legislação.

A característica mais marcante da Faculdade de Gastronomia é a prática: os alunos aprendem a elaborar os pratos e avaliar os resultados. As aulas são em cozinhas didáticas, laboratórios de bebidas, de panificação e confeitaria. Algumas universidades contam com restaurante-escola, onde os estudantes atendem clientes reais.

O que se estuda na faculdade de Gastronomia

Ao entrar na Faculdade de Gastronomia, o estudante já começa a ter contato com as aulas mais práticas. As disciplinas variam de acordo com cada instituição e com o tipo de habilitação, mas em geral podem ser classificadas em três áreas: alimentação, base teórica e administração.

Entre as disciplinas que abordam a alimentação estão:

  • Bebidas
  • Características dos Alimentos e Valor Nutricional
  • Confeitaria
  • Gastronomia Brasileira e Internacional
  • Panificação

A base teórica é formada por matérias como:
  • Bioquímica
  • Fundamentos sobre Culinária
  • História da Gastronomia
  • Legislação da Indústria Alimentícia
  • Nutrição
  • Segurança Alimentar

Na parte de Administração, o estudante tem contato com temas como:
  • Empreendedorismo
  • Gestão de Pessoas
  • Gestão de Materiais
  • Gestão de Processos Industriais
  • Gestão Financeira
  • Marketing
  • Organização de Eventos
  • Planejamento de Cardápios
  • Planejamento de Restaurantes

As atividades práticas em Gastronomia começam do básico, como aprender a preparar os instrumentos e a bancada de trabalho. O estudante aprende a diferenciar os sabores e apurar seu paladar em disciplinas como Análise Sensorial e Enologia.

Com a crescente preocupação com qualidade de vida e saúde, os currículos da Faculdade de Gastronomia passaram a oferecer disciplinas como Dietas Alternativas, Técnicas Dietéticas e Gastronomia Hospitalar.

A área de Gastronomia está sempre em busca de inovações, de todas as partes do mundo. Por isso, muitos cursos oferecem formação básica em idiomas, como Inglês, Espanhol ou Francês.

Mercado de trabalho para quem se forma em Gastronomia

Depois de formado na Faculdade de Gastronomia, o profissional pode seguir diferentes caminhos. Veja alguns exemplos:
  • Empreender seu próprio negócio.
  • Trabalhar como “personal chef”.
  • Atuar em cozinhas de bares, restaurantes, hotéis, hospitais, food-trucks e cruzeiros marítimos.
  • Desenvolver receitas e novos produtos para a indústria alimentícia.
  • Especializar-se em áreas como cozinha nacional, internacional, comida saudável, etc.
  • Atuar em vigilância sanitária e segurança alimentar.
  • Prestar consultoria para bares, restaurantes e outras empresas do setor alimentício.
O setor de alimentação é formado principalmente por empresas de pequeno e médio portes. Um mercado aquecido é o da alimentação fora de casa. Dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) indicam que são criadas anualmente 450 mil novas vagas nessa área, que emprega 6 milhões de pessoas em todo o País.

Onde estudar Gastronomia


A Faculdade de Gastronomia é oferecida nas modalidades presencial e a distância.  Entre as mais de 100 instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso, podemos citar:

Universidades Privadas:


Universidades Públicas:

Veja também:
Curso de gastronomia e o mercado de trabalho
 

Você tem interesse em fazer a Faculdade de Gastronomia? Conte pra gente!