Estudo em casa...

1)Qual é o melhor lugar para fazer os estudos de casa?
    - O melhor lugar para fazer os estudos de casa também é no colégio. Utilizando o lugar adequado o estudo rende bem mais do que em casa. Pelo fato do ambiente ser mais propício para o estudo (sem distrações, ou motivações para querer parar).

    A seguir dicas de como fazer os estudos de casa no colégio:
    1.1)Se você já almoça fora de casa todos os dias:
    - Aproveite e fique no colégio estudando (almoce perto do colégio mesmo).
    - Se estuda à tarde, vá de manhã para o colégio, estude e depois almoce em algum lugar perto do colégio.

    1.2)Se você for liberado um pouco mais cedo no colégio (de vez em quando ou alguns dias na semana)
    - Fique no colégio estudando um pouco e depois vá para casa.
    - Neste caso é bom cronometrar o tempo que você ficará estudando, no máximo 50 minutos. Marque um tempo fixo, não marque horários.

    1.3)Onde estudar no colégio.
    - Quando estiver fazendo exercícios: estude em uma sala vazia e lembre-se de fechar a porta.
    - Quando estiver fazendo leituras pode ser também um cantinho tranquilo (nenhum movimento e pouco barulho).
   - Toda escola têm lugares como este, basta procurar após a aula que você encontrará. Mesmo que uma sala não fique vazia durante todos os dias da semana, em algum dia em determinado horário ela poderá estar.
    - Evite estudar na biblioteca. Lá há muitas coisas para te distrair e além disso é movimentada.
    - Não estude em lugares abertos como arquibancadas. Mesmo que o horário seja pouco movimentado, qualquer movimento (mesmo ao longe) irá te desconcentrar. Além do mais, a arquibancada (pátio) pode encher aos poucos (ou de repente) e você terá que estudar em outro lugar, atrapalhando sua concentração no estudo.
    - Não ligue caso alguém entrar ou passar no lugar que você estiver estudando. É comum aparecer alguém de surpresa, naquele lugar que você achou bastante tranquilo e que ninguém iria te incomodar. Neste caso finja que não chegou ninguém e continue estudando.
    - Também não fique com medo de parecer ridículo, por estar estudando enquanto os outros já foram embora ou por estudar em algum lugar inusitado como sentado no chão :-) (mas prefira um lugar mais confortável, Ex.: carregue uma carteira para lá)
    - Caso entre (chegue) mais de uma pessoa onde você estiver estudando e elas comecem a conversar, espere um pouco (cerca de dois minutos, para ver se elas vão embora) e então vá estudar em outro lugar.

    1.4) Devo estudar no recreio/intervalo.
    - Em situações especiais, coma alguma coisa (ex.: barra de cereais, pois não se deve ficar mais de 4 horas sem comer nada), escove os dentes (também não é recomendável ficar sem escovar os dentes após comer qualquer coisa) e adiante um pouco do seu exercício de matemática ou de outra matéria.
    - Estudar no recreio é recomendável apenas em situações especiais: quando o recreio será mais demorado que o normal (ex.: professor liberou os alunos mais cedo para o recreio ou haverá reunião de professores), quando você terá pouco tempo para estudar em casa ou tem muitos exercícios para fazer.
    - O contato com os colegas e outras pessoas é absolutamente indispensável, senão você será mal visto, deixará de se integrar com os colegas, deixará de se distrair, conhecer pessoas novas e delas te conhecerem.
    - Repito: não deixe de frequentar o recreio ele é essencial.

    Estudo em casa
    Você viu que o colégio é um bom lugar para se fazer os exercícios de casa, mas não é suficiente ou não é possível estudar lá todos os dias.

2)Onde estudar? 

    - Em uma mesa, longe da circulação e conversa de pessoas, um espaço tranquilo, isolado, longe de distrações (tv, rádio, lembrancinhas de viagem, etc.).
    - Não atenda telefone/celular enquanto estiver estudando. Desligue a campainha do telefone ou peça, antes de ir estudar, para que alguém atenda todos telefonemas dizendo que você não está, independente de quem seja. Basta um telefonema para te atrapalhar e corre-se o risco da exceção virar regra.
    - Antes de estudar coma alguma coisa, tome água e vá ao banheiro. Para evitar interromper o estudo ou se desconcentrar.

3)Que horário estudar?
    Tão cedo possível.
    - Para ficar livre das obrigações, sentir-se com o dever cumprido e aproveitar o resto do dia :-)
    - Comece seus estudos no máximo a partir de 1h30min após ter chegado em casa, independente se chegou mais cedo determinado dia. Quando chegar em casa olhe o relógio some 1 hora e 30 minutos e anote em um papel (apenas lembrar mentalmente é mais fácil de você querer adiar).
    - Você deve marcar que vai começar a estudar 1h e meia depois que chegar em casa pois assim você não desperdiça tempo caso chegue mais cedo que o normal ou enrole caso tenha chegado mais tarde.

    3.1)Dicas para aproveitar melhor estas 1h30min de descanso.
    O que fazer durante este tempo:
    - Troque de roupa tão logo chegar em casa. Avise ao seu corpo que não está mais no colégio
    - Almoce (ou jante) na mesa (não almoce na sala ou no quarto). Você almoça mais rápido, aproveita melhor os nutrientes do alimento e seu corpo não fica na dúvida se você está almoçando ou fazendo outra coisa.
    - Escove os dentes no banheiro. Semelhante ao item anterior. :-) Escovar os dentes errado (porque não está prestando atenção) não dá bons resultados.
    - Evite assistir TV. Se você for assistir tv, esta 1h30 que você tem livre passará bem rápido, você não descansará direito e ficará querendo mais.
    Se for mesmo assistir, assista algo que tenha gravado no vídeo, para não desperdiçar tempo (procurando algo pra ver, vendo algo que nao gosta e o tempo dos comerciais)
    Em vez de ver tv faça algo que tenha que fazer, mesmo que seja fora (perto) de casa. Ex.: arrumar a louça, passar roupa, ... Pode não parecer mas isto também distrai sua cabeça dos estudos.
    - Não use a internet. Idem item anterior.
    - Evite tomar banho, pois o banho pode desmotivar o estudo, além de desperdiçar muito tempo. Por mais necessitado que esteja, deixe para quando terminar de estudar.
    - Após esta uma 1h30min comece a estudar. Se não estiver descansado ou sem nenhuma motivação, vá assim mesmo, quem disse que estudar para passar no vestibular é moleza?

4)"Como conseguir motivação para começar a estudar e deixar tudo que poderia (gostaria) de estar fazendo de lado?"
    - Não arrume. Simplesmente vá para seu lugar de estudo e comece a estudar, você ficará motivado com o tempo.
    - Nunca conheci ninguém que vai, "todo santo dia", por livre e espontânea vontade, fazer os estudos de casa. Você tem que "se levar".
    - Assim como ir à escola é uma obrigação que deve ser cumprida, estudar em casa também é, você deve abdicar de tudo que poderia ou está fazendo e ir estudar imediatamente.
    - Não fique enrolando, ocupando seu tempo com outras coisas (tomar banho, ler livro, ...), vá logo estudar e não fique se enganando.

5)Quanto tempo devo estudar? 

    - Tanto no 2o. grau normal quanto no vestibular, o mínimo é 1h30min. por dia, independente do dia da semana ou se você ficou no seu colégio o dia inteiro (ex.: teve aulas de manhã e de tarde e ainda por cima demorou 2 horas pra chegar em casa).
    - Se quiser estudar mais do que as 1h30min obrigatórias (estiver precisando), dê um tempo (de 20 a 40 minutos), coma alguma coisa e estude por mais 1h30min. (não ligue a tv/computador durante este intervalo ou vai ser tentado a não voltar a estudar e/ou gastar mais tempo do que o necessário)

    (para pré-vestibulandos)
    - Se você não teve aulas de manhã e de tarde (período integral) recomendo que você estude durante 3 horas (ou 2 horas e meia) seguindo as mesmas dicas do item acima.
    - É quase uma unanimidade nos livros, artigos e outros especialistas sobre vestibular recomendar 4 horas de estudo em casa, nem mais nem menos, mas, pessoalmente, acho que isto é necessário somente na proximidade do vestibular ou quando se tiver muita coisa para estudar. Caso você decida estudar 4 horas, pare por mais 20 minutos e estude mais uma hora. Nesta 1 hora a mais você pode fazer algo mais leve, como ler um livro do vestibular, ou estudar uma matéria só de leitura (ex.: história, geografia).
    - Se você estiver fazendo só cursinho recomendo as 4 horas de estudo em casa mesmo, pois a matéria/ritmo de quem faz só cursinho é menos puxado (pois já se aprendeu a matéria e nunca se tem aula em dois turnos). Neste caso 4 horas por dia em casa, todo dia, não é muito e te garantirá uma boa classificação.

    (para todos)
    5.1)Devo fazer intervalos durante cada etapa de 1h30min de estudo?
    - Não é nada agradável ficar 1h30 sentado direto, quando der 50min. de estudo, vá tomar um copo d'água e volte. Mas é só isso. Não confunda este intervalo com descanso, é só para parar um pouco o estudo.

    5.2)"Não tenho tempo de estudar 1h30 todo dia".
    - Invente outra desculpa.
    - Se a sua desculpa é o integrado, alguns colégios dão até 2h30 de intervalo entre os turnos, o suficiente para adiantar 1h de estudo em casa. (veja item 7.1 da parte 1)
    - Se a desculpa é escola/cursinho, considerando que você acaba de jantar ás 20h30 até ás 22h00 sobram 1h30min livres.
    - Se tem a manhã livre, acorde mais cedo, você só precisa de 8 horas de sono.
    - Se a desculpa é trabalho, idem itens anteriores e na proximidade do vestibular peça seu chefe para reduzir sua carga horária ou tire férias.
    A não ser que seja essencial não recomendo que você trabalhe no terceiro ano (nem nos outros).
    Exceção: Pode acontecer de não ser essencial finaceiramente, mas uma multinacional te chamar para estagiar em algo importante, te dará experiência e enriquecerá seu currículo (aconteceu com um amigo meu). Se isso acontecer no começo do ano acho que vale pena trabalhar de 4 a 6 meses se você conseguir conciliar os estudos, senão, se você é tão bom assim pode ficar tranquilo que arruma fácil um bom estágio na faculdade.

    5.3)Se você não for pré-vestibulando 1h30min de estudo obrigatório/dia já é o suficiente para dar conta de toda matéria. Se estudar 1h30 todo santo dia  (não deixando acumular) isto será o suficiente e após esta 1h30 de estudo você terá o resto do dia livre.

6)"O que devo estudar?"
    Estude a matéria que foi dada no dia, pois ela ainda está fresca na sua cabeça, facilitando a fixação e permitindo que faça os exercícios (ou relembre) com maior facilidade.
    Se fizer sempre assim, não terá que se preocupar com exercícios que deverá entregar no dia seguinte ou foi dado dia anterior, pois já os terá feito no dia que o professor aplicou a matéria e não ficará cheio de exercícios para fazer em determinados dias da semana (dias em que há mais matérias difíceis).

   6.1)"O que devo estudar primeiro?"
   Faça primeiro os exercícios de raciocínio/cálculo (matemática, física, química ) e depois os outros.
   Escolha a matéria mais difícil (ou chata) primeiro, deixe as matérias que você gosta para depois, intercalando (chata, legal, chata, legal, chata, ...)

    6.2)"E se não conseguir estudar tudo?"
    É meio difícil não conseguir estudar tudo em 3 ou 4 horas por dia, neste caso estude as matérias do dia seguinte primeiro e depois as demais, siga a mesma ordem do item 6.1)

    6.3)Não fique se enganando dizendo que só ler o livro de literatura do vestibular ou estudar alguma outra coisa boba é estudar, antes de partir para os "estudos fáceis" dê prioridade aos exercícios.

7)Devo estudar no fim de semana/feriado?
    - Não tem muito sentido estudar de 1h30 a 4h todo dia e ficar sem estudar nada no sábado e no domingo.
    - A rotina deve ser a mesma dos outros dias, estude no mínimo 1h30 por dia, arrume um tempinho (de manhã ou à tarde).
    - Aproveite para colocar os exercícios em dia (ficar livre de exercícios), estudar alguma coisa ou ler os livros do vestibular (nesta ordem).
    - Isto é para todos (pré-vestibulandos ou não)
    - Além disso é bom para criar o hábito, pois na faculdade é ainda mais essencial estudar no sábado e no domingo.

8)Devo fazer um horário? 

    - Se tiver seguido todas as dicas até aqui você já terá mais ou menos um horário, agora só falta determinar sua hora de dormir e acordar (máximo 8 horas de diferença) e seus horários de estudo no fim de semana.
    - Não fique estressado (nervoso, preocupado) por causa do seu horário, ele é apenas para você se controlar, não quer dizer que você têm que ir correndo direto para casa ou para o colégio, não fique muito preocupado em segui-lo "com menos de um minuto de precisão".

9)Como não gastar seu tempo. 

    9.1)Evite assistir Tv ao vivo.
    - Não desperdice seu tempo procurando por algo na tv sem conseguir encontrar nada ou dificilmente encontrando alguma coisa.
    - Grave seus programas preferidos e assista-os quando tiver tempo livre. Além disso você economiza tempo dos comerciais e partes chatas dos programas.
    - Aprender a programar o vídeo, isso ajuda bastante a gravar seus programas favoritos.
    - Tenha no mínimo uma fita de vídeo (com seu nome) exclusiva para você.

    9.2)Evite dormir no período da tarde (após o almoço)
    Se você já tem este costume e não quer abandoná-lo durma somente quando acabar de estudar ou programe o despertador para te acordar no máximo em 30 minutos após deitar (não marque horário, marque tempo) e peça também para alguém (muito chato) te acordar. 

9.3)Listas de discussão pela internet, emails em geral, blogs, ...
    - A internet está cheia de listas e foruns de discussão que pegam um assunto qualquer e supervalorizam sua importância. Não participe destas listas.
    - Pode ser difícil conseguir abandoná-las, mas por volta de um mês depois já as terá esquecido.
    - Se você insistir em participar, cheque seus os e-mails apenas uma vez por semana (leia todos de uma vez) e só comente nestas listas algo extremamente necessário (de preferência nada).
    - Na proximidade do vestibular é altamente recomendável não assinar nenhuma lista de discussão.

    9.4)Internet.
    - Pensando bem, não existem muitas razões plausíveis para se acessar a internet todo dia.
    - Cheque seus e-mails no máximo uma vez por semana (leia também item 9.3 acima), evite usar a internet (use 2 ou 3 vezes por semana) e nunca acesse a rede antes de terminar seu estudo diário de casa.
    - Se você costuma usar muito a internet, eduque-se pois isto não é normal, especialmente quando o que você tem que fazer (estudar pro vestibular) está pouquissimo relacionado à internet.

    9.5)Jogar bola
    - Não jogue bola em excesso. Não sacrifique seus estudos por causa disso. (leia um pouco acima a seção o que fazer depois da aula, parte 1 item 6.3)

    9.6)Assistir tv.
    Não assista em excesso (mais de 2 horas por dia). Se já estudou bastante e está com tempo sobrando leia as dicas abaixo de como gastar seu tempo.

10) Como gastar seu tempo 

    As sugestões a seguir são apenas para quando você tiver terminado seus estudos de casa, nunca antes. Outras sugestões são exclusivas para alunos "não pré-vestibulandos".

    10.1)Escreva
    - Escreva dando sugestões. Escreva sobre o que você quiser e onde achar que sua opinião, conhecimentos e idéias poderão ser úteis de alguma forma.
    - Mande e-mail e cartas para governantes, deputados e instituições lhes dando sugestões.
    - Escreva uma homepage sobre um assunto que considere construtivo (proveitoso) e coloque na internet.

    10.2)Todo mundo tem uma idéia ou projeto (sonho).
    - Quando se entra na faculdade acaba-se esquecendo, não tendo tempo ou não dando importância (atenção) para estes projetos (sonhos). Não porque eles sejam ruins, mas porque se perde a motivação (já que são muitas coisas/tarefas a se fazer),.
    - Se você têm uma idéia ou sonho execute-os de uma vez, você terá várias outras e pode acabar tendo que deixar alguma de lado porque no passado ficou adiando.
    - Execute-as agora de uma vez. Cerca de trinta minutos por dia, após terminados os estudos de casa não te prejudicarão em nada, e quando se faz algo que gosta é muito difícil se cansar por causa disso.

    10.3)A melhor forma de aproveitar a vida (viver) é adquirir novas experiências.
    - Varie seu caminho de volta para casa, observe tudo ao seu redor (tente descobrir novas lojas, etc.), em vez de ir na banca próxima da sua casa comprar uma revista vá em outra um pouco mais longe, ou melhor: em vez de comprar algo perto de sua casa (mesmo que seja uma revista ou caneta) vá ao shopping ou algum lugar mais distante (centro comercial do bairro vizinho) e compre por lá (pergunte e pesquise o preço antes, pois já, vi e comprei, em shoppings, produtos comuns com preços absurdos).
    - Fazendo isto você conhecerá mais coisas, situações e pessoas. Resumindo: novas experiências.

   
    10.5)Leia este texto novamente.
    - Duvido que você consiga assimilar todas as informações contidas aqui de uma só vez, eu mesmo ás vezes penso em escrever algo que já escrevi, pois não me lembro de tudo. Imprima este texto e leia-o de vez em quando.

    10.6)Combine com seus colegas de jogar bola no colégio, em um horário/dia que eles não têm aula.

    10.7)Vá a igreja (etc.) de sua religião semanalmente.
    - Elas são boas para te relaxar, tranquilizar e reanimar.
    - Reze e leia diariamente um livro de sua religião ou de motivação moral, pois se dedicar a sua religião apenas uma vez por semana não funciona muito bem, pois no dia seguinte à missa (ou culto, etc.) você já terá esquecido tudo que ouviu por mais interessante que seja e não estará nem aí para o que aprendeu.
    - Como disse as igrejas (etc.) são boas para te relaxar, tranquilizar e reanimar. Onde é que você vai achar um outro lugar onde  façam isso de graça? As igrejas (etc.) são mais interessantes do que parecem (do que você achava quando era criança e não entendia quase nada do que falavam).

    10.8)Arrume seu quarto, armário, gaveta de vez em quando.
    - Você não gastará nem meia hora.
    - Separe o que você não usa ou não pretende usar recentemente. Divida isto que separou em duas categorias: o que é lixo e o que pode ser utilizado como doação.
    - Não deixe o que pode ser utilizado como doação no seu quarto, coloque em outra parte da casa e se livre disto o mais rápido possível.
    - Depois que acabar de arrumar seu quarto ele ficará bem mais limpo (agradável) e também será bem mais fácil achar o que você precisar.

    10.9)Assista os programas que você gravar em vídeo.
    - Você vai apenas se divertir, sem ter que se preocupar em achar algo legal na tv, ser obrigado a assistir algo chato ou ficar preso à tv esperando determinado programa acabar.

    10.10)Não deixe nada para depois.
    Você pode achar que algo hoje não é fundamental e deixar para depois, mas um dia isto será fundamental e você não poderá mais adiar, será obrigado a fazer, te atrapalhando a fazer outras coisas que goste ou considere importantes.
    Isto fora a sensação de dever cumprido.

    10.11)Prepare-se para tirar carteira de motorista
    - para tirar carteira você precisará dos seguintes documentos: cpf e título de eleitor, providencie-os de uma vez, você pode tirá-los a partir dos 16 anos, mas lembre-se que tirando o título de eleitor você será obrigado a votar (independente da idade).
    - Aprenda a dirigir, as auto-escolas são feitas apenas para aperfeiçoar o motorista.
    - Aprenda a dirigir, por volta dos 17 anos, com seu pai ou irmão.
    - Para praticar, pratique na garagem do prédio (desde que seja aberta e ventilada) ou peça para seu irmão levar o carro para algum lugar de acesso restrito onde você possa praticar
   - Aprender a dirigir por contra própria não significa que você pode dirigir na rua sem carteira, aprender a dirigir por contra própria significa que você economizará dinheiro gasto em aulas de auto-escola.

Obs.: Não deixe que nenhuma dica acima atrapalhe seus estudos (seja uma desculpa para você não estudar) apenas as use quando tiver terminado tudo que tem para estudar

(apenas para os que não são pré-vestibulandos)

    10.12)Faça um curso de inglês.
    - Apenas o que se aprende na escola não é suficiente, nem mesmo pro vestibular..
    - Existem cursos de inglês por 60R$/mês ou menos, pesquise.
    - É recomendável começar a fazer um curso de inglês a partir da 5a. série do primeiro grau.
    - Isto é ainda mais recomendado se seu colégio for público ou fraco.

    10.13)Curso de espanhol.
    - Hoje em dia é essencial e se tem a vantagem que dura bem menos tempo que o curso de inglês.
    - Comece a partir da 6a. série

    10.14)Curso de datilografia/digitação.
    - A computação avança cada vez mais e quem não sabe datilografia/digitação fica para trás, quando você tiver que fazer um trabalho na faculdade/colégio ou trabalhar em um computador saberá do que se trata, quem não tem curso de datilografia é várias vezes mais lento para digitar algo (fazer um trabalho).
    - Faça datilografia na 6a. ou 7a. série. Os horários dos cursos de digitação costumam ser bem flexíveis (vários horários para você escolher).

    10.15)Curso de Excel/Word.
    - Mesmo que saiba usar mais ou menos estes programas é recomendável que você faça estes cursos para pegar os macetes, que tornam mais produtivo o uso destes programas.
     Obs.: Hoje em dia estes cursos de word/excel estão bem caros, então não sei mais se vale tanto a pena.
    Sugestão: se você já sabe um pouco de excel/word e tem interesse em ser voluntário em cursos para pessoas carentes, se cadastre em alguma escola conveniada ao CDI, as pessoas que se cadastram como instrutores recebem um treinamento e acabam aprendendo o que faltava para saberem tudo.
    Mas atenção: não se cadastre como instrutor apenas para receber o treinamento de graça, cadastre-se apenas se tiver a intenção de ser voluntário e seja voluntário pelo menos por 6 meses.

    11)Dicas Gerais (para todos): 

    11.1)Não copie, ou baseie-se no comportamento de seus colegas para definir o seu.
    - Você vai ficar impressionado após o vestibular ao ver que apenas alguns dos colegas, não mais que 15 ou 20 do colégio todo, passarão no vestibular da faculdade que realmente queriam estudar.
    Exemplo: Em um colégio particular e famoso por bom ensino entre 5 turmas de integrado (* 35 alunos/sala = 175 ) e 4 de regular não mais que 30 alunos passaram na faculdade que realmente desejavam. Inclusive alunos que eram considerados bons alunos (entre os dez mais) pelos professores.
    - Isto é estatistíca, não falha.
    - Os colégios escondem estes fatos dos alunos mas é o que realmente acontece.


    - Isto não é para te desanimar é apenas para dizer que você terá que estudar bastante e não pode se basear (ou se consolar) no comportamento da maioria (ou só de alguns) dos seus colegas para definir o seu.
    - Você deve ser a exceção, estudando mais que todos os seus colegas.
      Obs.: Não se deixe levar por observações a respeito de outros colegas como: "O cara estuda demais" ou "o cara estuda o dia inteiro". Existe muita verdade mas também existe muita mentira nestes comentários.
    - Converse com estas pessoas (ditas gênios) e tente saber seu *real* esquema de estudo, quantas horas/dia estudam, ... Caso eles sejam realmente muito estudiosos, estudem muito mesmo (acontece de você encontrar algum "primeiro lugar"), tente igualá-los.
    Obs.: Alguns alunos ditos inteligentes são assim porque estudaram muito em anos passados, portanto não quer dizer que, para igualá-los, você deve estudar como eles estudam atualmente, até porque, em determinada época, alguns desses param de estudar como estudavam anteriormente e aos poucos vão se tornando maus alunos

    12)Dicas sobre como estudar cada disciplina:

    Quando for ler alguma coisa não leia em voz alta ou sussurrando, você precisa treinar o seu cérebro não as cordas vocais. Falar ao mesmo tempo diminui a memorização e o entendimento, pois o cérebro tem que se dividir entre memorizar e vibrar as cordas vocais.

    Ao ler não leia apenas as palavras, tente entender o que o texto está dizendo, leia por sequência de palavras.

    12.1) Como estudar História:
    É simples: basta prestar bastante atenção no que o professor diz (faça de conta que são historinhas :-) e estudar os capítulos do livro duas vezes antes das provas. Como o conteúdo das provas costuma se repetir (te obrigando a estudar novamente) basta isto e já terá armazenado as informações.

    12.2) Como estudar Geografia:
    Uma parte (aspectos sociais, cotidiano) consiste no mesmo estilo de história, outra parte (terminologia) é pura decoreba, decore todos os termos ou pergunte ao professor quais termos decorar (quais costumam cair no vestibular).

    12.3) Estudar Matemática:
    Consiste basicamente em fazer todos os exercícios e prestar atenção na aula para aprender a matéria, para depois saber fazer os exercícios que possuem maior nível de dificuldade.
    Se você for fazer prova escrita de matemática no vestibular muito cuidado pois as questões abertas são bem mais difíceis que as de múltipla escolha, peça ao seu professor para aplicar exercícios que já foram dados no vestibular.
    Consiste também em decorar todas as fórmulas.

    12.4)Estudar Física e Química:
    Idem matemática. Mas decorando mais fórmulas e prestando bastante atenção nos comentários do professor, principalmente nos exemplos práticos (comparações com o cotidiano). Fazer exercícios semelhantes aos do vestibular.

    12.5)Como estudar Biologia:
    Prestar bastante atenção na aula, entender o que o professor explica, decorar o que for preciso decorar e fazer exercícios semelhantes aos do vestibular.

    12.6)Como Estudar Língua Portuguesa:
    -Gramática:
    Prestar atenção na aula e fazer os exercícios recomendados.

    -História e Estilos da Literatura:
    Prestar atenção na aula e fazer os exercícios recomendados.
    Estudar em casa, pois não se fixa os estilos facilmente.

    -Livros Recomendados:
    Ler os livros duas vezes e assistir palestras sobre eles. Converse com seus colegas, ou procure nos jornais sobre onde e quando essas palestras acontecerão ou proponha para o seu colégio. As palestras são bastante interessantes e melhoram em cerca de 50% o seu entendimento sobre os livros, vá em todas que puder pois cada uma (cada palestrante) é diferente.
    Leia os livros antes de ir às palestras ou não entenderá nada.
    Não leia o resumo dos livros. Leia os próprios livros. Nas faculdades menos procuradas, quem lê os livros, aumenta consideravelmente as chances de aprovação, nas faculdades mais procuradas é obrigação lê-los.

    -Redação:
    - É altamente importante pois indepedente do curso todos alunos têm que fazer esta prova e ela têm importância fundamental na contagem final dos pontos.
    - Faça (ou peça ao seu professor de português) um exercício de redação por semana, de preferência na própria aula para se acostumar ao clima de vestibular. Por esse motivo as aulas de redação são recomendadas que ocorram em 2 horários de 50 minutos conjugados para o horário ficar semelhante ao do vestibular e você fazer os exercícios de uma só vez (não parar e continuar em casa), como no vestibular.
   Converse com seu coordenador de curso sobre o assunto.
    - Preste atenção nas várias dicas e regras sobre como construir um texto que lhe serão passadas pelo seu professor, se ele não lhe passar cobre dele ou arrume algum manual de cursinho.

    A seguir algumas dicas de redação:
    Todo texto, independente do tamanho (mesmo que seja só um parágrafo) deve ser constituído de 3 partes:
    - Introdução: Onde se apresenta brevemente o assunto
    - Desenvolvimento: Onde se desenvolve o assunto
    - Conclusão: Onde se faz a conclusão final sobre o assunto tratado

    - Não utilize termos "eu acho", "penso", "para mim", etc. O texto já é sua opinião pessoal, você não precisa enfatizar, isto será considerado na sua avaliação. Ex.: Em vez de escrever "Eu acho a internet legal" escreva: "A internet é legal".

    - Evite também usar termos como "muitas pessoas pensam" ou "maioria das pessoas pensam" use só "as pessoas". Não fique receoso em dizer o que pensa, se é verdade ou não. O que avaliador vai avaliar é a sua redação (como você coloca os argumentos) e não a sua opinião ou veracidade total dos argumentos.
    Obs.: ter argumentos diferentes pode, mas ter argumentos absurdos é demais e ele (mesmo que lhe seja recomendado que não faça) vai cortar pontos.

    - Evite usar "vai" + "verbo no infinitivo", exemplo: vai fazer. Substitua pelo verbo no futuro, ex.: fará

    12.7) Língua Estrangeira:
    Infelizmente não é algo que se aprende do dia para a noite, o inglês dado para os  pré-vestibulandos é apenas uma revisão de conhecimentos e o acréscimo de algumas novas informações.
    Preste atenção nas aulas, faça todos os exercícios e revise/estude em casa o que você aprender em sala de aula.
    Se seu inglês for muito ruim recomendo fazer (de preferência no 1o. semestre, para não atrapalhar os estudos), em uma escola de inglês, um curso preparatório para o vestibular.
    Não escolha francês como opção de prova, a não ser que já saiba a língua, pois não conseguirá aprender o suficiente em tempo.
    O espanhol pode ser uma opção, mas estude do mesmo jeito, pois a prova não pode ser feita apenas através da adivinhação.

(para os pré-vestibulandos)
    Por causa dos vestibulares de final de ano os colégios costumam terminar o ano letivo dos pré-vestibulandos mais cedo, no começo de novembro. E pouco antes disso alguns professores acabam as matérias ou não dão mais tantos exercícios, enfim, o colégio fica menos puxado. Por isso recomendo que quando chegar esta época você se matricule em um curso preparatório intensivo, para frequentar nos dias que não tiver aula a tarde, nos dias que a aula terminar mais cedo e após o final do ano letivo da escola.
    Isso não significa que você deva faltar às aulas da escola para frequentar a aulas do cursinho é apenas um complemento. Me lembro que um professor já havia dado todos os pontos (não havia mais provas na matéria dele) quase ninguém ia nas aulas dele e mesmo assim ele deu uma matéria que caiu em duas questões do vestibular. Outro deu vários exercícios semelhantes aos que cairam no vestibular. Enfim, continue indo ás aulas, mesmo que o professor não ensine nada aproveite o momento para estudar.

    13)Escolha da faculdade e da profissão

    13.1) Fazer vestibular ou não:
    - Algumas pessoas deixam de fazer vestibular no final do terceiro ano, dizendo que farão depois (no ano seguinte), este procedimento não tem nenhuma justificativa.
    - Faça vestibular agora de uma vez, se não passar e daí? Você nem ia fazer mesmo. O conhecimento que você adquirir estudando o mínimo que for não será desperdiçado.
    - Não faça vestibular para faculdades ridículas (pelo menos não na primeira vez), pois você corre o risco de acabar passando e ser estimulado a frenquentá-las, quando poderia frequentar uma faculdade dez vezes melhor.

    13.2) Que profissão escolher:
    Decida sua profissão logo no começo do ano bem antes do vestibular, se você deixar para decidir na hora da inscrição para o vestibular, ou muito próximo dela, terá enormes chances de escolher errado.

    13.2.1)"Mas e quanto à profissão?":
    - Se você não tem nenhuma idéia de que profissão escolher um jeito de fazer isso é comparando as matérias ligadas a esta profissão com as matérias do 2o. grau. Procure as profissões que dão pouca atenção às matérias que você não gosta.
   - Primeiramente descubra as matérias que você não gosta e elimine as profissões que se encaixam nela. 
    Obs.: No entanto não recomendo fazer o contrário: escolher uma profissão apenas porque gosta de uma matéria relacionada à profissão. Escolha a profissão fundamentalmente porque gosta da área (da profissão em si) até porque muitas profissões/cursos serão muito diferentes das matérias que você gostava no colégio (estas serão dadas apenas nos primeiros anos).

    - Depois pegue um guia do vestibular (deve ter na biblioteca) e elimine as profissões que não achar interessante.
    - Agora você já tem um número menor de opções para escolher, então escolha uma delas.
    - Escolha um curso que você goste, não um apenas porque vai te dar dinheiro. Se você não gosta de nada procure alguma coisa que acha que vai gostar, você está escolhendo qual será a sua profissão para o resto da vida.
    - Nos últimos anos tem havido uma avalanche de novos cursos e universidades particulares. A maioria dessas consideram a educação como um produto (como se fosse um sabonete) e a tratam dessa forma: tentam te vender algo de qualquer jeito e até criam em você uma falsa necessidade (uma vontade de cursar determinado curso).
    Fique atento quanto à estas faculdades e decida também logo no começo do ano qual faculdade você vai querer cursar.

    13.3)Fazer vestibular em faculdade particular ou não:
    Observação: As faculdades públicas que estou mencionando são as grandes, exitem muitas faculdades públicas no "interiorzão" (algumas criadas apenas com fins eleitoreiros) que são apenas razoáveis.

    13.3.1)Motivos para não fazer vestibular em faculdade particular:
    - Você terá que pagar bem caro pela faculdade durante muito tempo. 
    É muito dinheiro! É muito chato todo mês sentir isso, quando se tem que pagar uma "bolada" para a faculdade. Além ficar com raiva de aumentos e dos preços, ter que economizar em casa, ser um aperto para seus pais ...
    - se você não for bom aluno na faculdade pode se sentir tentado a estudar só para passar nas matérias, pois bomba em alguma significaria mais dinheiro gasto.
    - você economizará muito dinheiro que seria gasto. 

    - as faculdades particulares estão muito caras. Se não estudar nelas você pode estar as incentivando a abaixarem os preços (mas dependendo da faculdade esta teoria não é verdade)
    - você pode passar em uma faculdade particular (o resultado normalmente sai antes) e por comodismo (mesmo que no seu inconsciente) renunciar a estudar tanto quanto estudaria, deixando de passar no vestibular de uma faculdade pública
    - existem faculdades particulares muito ruins, principalmente as administradas por empresários com objetivo de lucro..

    - ao contrário do que pareça ser ou se diga, praticamente todas têm fins lucrativos, embora em algumas este lucro seja utilizado para investir no aumento da universidade (mais campus e cursos) ou para atender interesses particulares dos administradores, especialmente interesses religiosos, como emissoras de rádio/televisão da igreja e outros assuntos não relacionados com a universidade.

    Quanto à qualidade do ensino:
    O ensino nas faculdades públicas é melhor porque:
    (quero ressaltar que estou falando de cursos muito concorridos, os demais podem ter a mesma qualidade mas não são necessariamente assim)
    a)Os alunos são melhores
    Por terem vestibulares mais concorridos, além de serem a primeira opção de quem concorre em mais de uma faculdade, as faculdades públicas ficam com os melhores alunos, os mais disciplinados, esforçados e inteligentes. Isso influi na qualidade de ensino da seguinte forma:
    - Os alunos são mais esforçados, isto te influencia a ser como eles. Você não vai ficar parado vendo todo mundo se esforçar, menos você.

    - Os professores da faculdades públicas podem cobrar mais dos alunos.
     Nas boas faculdades particulares (as que são a segunda opção de quem não passa na melhor) existem alunos do mesmo nível (aqueles que quuaase passaram) mas estes são no máximo 10% da turma.
     Os professores destas faculdades não podem cobrar dos alunos o mesmo tanto que os de uma faculdade pública pois reprovariam 80% da turma, muitos desistiriam por serem frequentemente reprovados e a faculdade faliria.

    Por causa disso os professores das particulares têm que diminuir o nível de cobrança dos alunos, além de muitas vezes darem a matéria mais devagar ou explicar a mesma matéria diversas vezes porque um ou mais alunos não aprenderam (não digo nem entender pois nem prestaram atenção).     Sem exageros: já vi faculdade particular (destas que são a segunda opção de quem não passam na pública) gastar 2 meses pra ensinar matéria (repetindo a mesma coisa várias vezes, fazendo exrcícios em sala pois os alunos não faziam em casa) que uma outra ensina em duas semanas.
    Obs.: Pra não ser injusto existem professores em faculdades particulares que cobram o mesmo tanto em algumas disciplinas do que as faculdades públicas. Isso cria um funil de 70% de reprovação em algumas matérias, mas como são no máximo duas disciplinas durante todo o curso todo a faculdade não cria caso.

    - Você pode estudar em uma faculdade particular e estar entre os 10% mencionados (ou decidir se dedicar mais). O professor pede um trabalho e você faz perfeito, o trabalho de outros alunos tem menos da metade da qualidade do que o seu e estes ganham poucos pontos a menos do que você.
    Você não se deveria preocupar com isso, o que importa é o que você faz não os outros, mas isto pode ser desmotivante.

    b)Existem professores ruins nas particulares (não quer dizer que todos são, mas existem)

    Não quero ficar julgando de um em um para dar uma proporção exata, então digo apenas: existem alguns professores muito ruins nas particulares.
    E comparando pelo lado bom, os professores das públicas também costumam ser melhores


    - Se ao final do seu curso você desejar fazer outro da mesma área (exemplo: exatas) em uma universidade pública (sem precisar de fazer vestibular) ou querer trocar de curso (um de uma faculdade pública) é beeem mais fácil conseguir se tiver cursado uma faculdade pública.
     Isto porque existem matérias comuns a vários cursos, como é só um departamento que aplica estas matérias em todos eles, eles sabem mais facilmente o que é equivalente ou não. Enquanto que as particulares tendem a "enxugar" as matérias básicas (para haverem menos horas/aula ou por outros motivos) o que muitas vezes as tornam diferente das matérias ensinadas nas públicas.
    Caso você esteja pensando na possibilidade, conseguir tranferência (apenas de faculdade, não para um novo curso) também é mais difícil.

    - Pelo mesmo motivo acima e por outros, se você estudar em uma faculdade pública e quiser fazer, digamos duas disciplinas isoladas de outro curso que não seja o seu o processo é quase trivial. Particular também permite isso mas além de ser paga (o que não é interessante quando você quer fazer a disciplina apenas por curiosidade), pode não existir a disciplina ou a qualidade ser pior.

    - É mais fácil conseguir fazer mestrado em uma faculdade pública depois. Tanto pela questão status quanto por poder conhecer/relacionar previamente seus futuros professores de mestrado.

    13.3.2) Variáveis para fazer vestibular em faculdade particular::
    - O ensino de algumas faculdades particulares grandes pode ser tão bom quanto o das públicas
    - Você não ficará atrasado um ano caso não passe no vestibular das públicas mas passe no das privadas. Pior ainda caso no ano seguinte você não passe no vestibular das públicas.
    - Apesar de ser cara talvez seus pais possam pagar a faculdade.
    - Quando você só pode estudar à noite (tem que trabalhar pois tem família, dívida para pagar ou o que seja)
    - Equipamentos e laboratórios melhores (se bem que aqui entre nós, isto não é muita vantagem)
    - Os preços das mensalidades de alguns cursos não são tão caros, custando valores próximos aos cobrados nos colégios particulares de 2o. grau.

    13.3.2.1)Dica para calcular o valor das mensalidades:
    Fique atento, o valor da mensalidade não é o valor da matrícula   
   
    - Descubra o valor da hora/aula (mande email, veja no site, etc).
    - Some quantas horas/aulas existem por semestre. Vvocê consegue esta informação no departamento do curso, peça a lista das matérias por semestre. 
    - Multiplique um pelo outro e divida por 6 (para saber o valor de cada parcela). E torça para a inflação (nem o dólar) subir, pois os administradores não se importam nem um pouco em repassarem toda inflação (e as vezes até mais) aos alunos.

    13.3.3) Quando é altamente recomendável fazer vestibular nas faculdades privadas:
    - Quando há exatamente um ano atrás (ou mais) você fez vestibular em uma faculdade pública, não passou e agora está tentando na pública novamente.

    13.3.4) Quando é altamente não recomendável fazer vestibular nas faculdades privadas:
    - Quando você fez vestibular em uma faculdade pública que vai aplicar vestibular daqui a 6 meses.
    Em outras palavras: evite fazer vestibular em faculdades privadas no meio do ano, é melhor estudar um pouco mais e fazer no final do ano (estudar para vestibular e faculdade ao mesmo tempo não funciona muito bem)

    13.3.5) Minha opinião:
    - A dica a seguir não vale caso você seja reconhecidamente um mau aluno
    Não um aluno razoável, mas um mau aluno. Neste caso você pode ter dificuldades até mesmo para aproveitar o ensino de uma faculdade particular, não fazendo tanta diferença para este caso uma faculdade particular e uma pública (a não ser caso não possa pagar é claro).

    - Tente faculdade pública no mínimo duas vezes.
    Quando não se passa na primeira tentativa, a tristeza de não ter passado pode refletir em um arrependimento por não ter feito o vestibular da particular, mas não se deixe levar por isso. Um ano esperando na minha opinião vale o quanto você aprenderá a mais, quanto seu currículo será diferenciado por fazer uma faculdade pública e quanto economizará. Agora quanto a esperar dois anos ou mais é uma questão de cada um.

    - Se você for um bom aluno e sua família não se importar em pagar um ano de cursinho:
    Não tente faculdade particular na primeira vez que você prestar vestibular, nem na metade do ano.
    Como a maioria você pode não passar no vestibular da pública que deseja, mas sendo um bom aluno você certamente passará na particular. Se continuar estudando você tem grandes chances de passar na pública no final do ano e deve estar planejando estudar apenas 6 meses na particular e voltar a estudar para o vestibular. Mas isto não funciona!

    Não é possível ser um bom aluno na faculdade e estudar para o vestibular ao mesmo tempo, portanto você não poderá fazer os dois juntos tendo que parar por 6 meses os estudos para o vestibular.
    Mas depois destes 6 meses você não lembrará mais nada do vestibular. Eu fechei a prova de física no vestibular 6 meses depois tive aula de física na faculdade e não conseguia lembrar algumas fórmulas básicas. Você fica enferrujado e se for fazer vestibular tem que aprender muita coisa novamente, revendo quase toda matéria além de compensar aquilo que já tinha dificuldades antes, resumindo: não tem jeito, você pode até tentar (caso já não tenha como voltar no tempo) mas é muito difícil fazer bem feito (estude muito).   
    Além disso existe uma coisa chamada inércia, depois de começada a faculdade você não vai querer nem um pouco fazer vestibular: parar a faculdade e voltar fazer cursinho. É uma guinada de 180 graus, agora você pode achar que tem forças para fazê-la mas na hora que for preciso a situação é diferente.

    13.4) Outras dicas sobre qual faculdade cursar (fora do assunto particular ou pública)
    Uma coisa importante a se analisar é a relação candidato/vaga de universidades de outras cidades. Quando fazemos vestibular todos se acham os super-heróis, por maior que seja o índice candidato/vaga para determinado curso acham capazes de superá-lo, só que na vida real estes altos índices são cruéis e muitas pessoas que iriam bem em outras faculdades públicas (quase) do mesmo nível acabam sendo reprovadas

    Quando prestei vestibular meus pais me desmotivaram a prestar em outra cidade (uma faculdade renomada, mas longe), o maior motivo segundo eles seria o custo da moradia, ainda como desculpa sugeriram levemente (mais como um comentário) fazer vestibular na cidade natal deles, onde temos vários parentes e eu poderia morar, como a faculdade lá era um pouco ruim (e me sentia capaz de passar na que queria) não levei em consideração. Só que deixei de perceber que outro parente próximo morava em outra cidade que tinha uma faculdade do mesmo nível para qual estava prestando, mas o número de candidatos/vaga para o meu curso era 3 vezes menor, ou seja, muito mais fácil de passar. E outro parente morava próximo (45 minutos) de uma cidade que tinha uma faculdade boa.

    A dica aqui é a seguinte: Mapeie todas cidades onde você tem parentes próximos, especialmente avós e tio(a)s. Olhe também em algum mapa as cidades próximas. Depois procure se informar que faculdades públicas existem lá, quantos candidatos/vaga, se é boa, etc.

    13.4.1) Se for fazer curso em outra cidade, aconselho não fazer em um estado muito longe, pois a passagem de ônibus fica cara e pelo fato da viagem demorar só se pode (vale a pena) viajar pra casa quando houver um feriado muito prolongado e nas férias.

 

(para todos)

    Últimas dicas:
    - Releia este texto sempre que possível, você não conseguirá assimilar tudo de uma vez, esquecendo logo a maioria do que foi dito.

(para os pré-vestibulandos)
    - A "fórmula" para "passar no vestibular" pode ser resumida em duas palavras:
    Dedicação e Determinação. Dedicação para estudar todo dia (estudar de verdade, não apenas fingir) e determinação para continuar.

    Este texto é apenas um conjunto de dicas, te informa sobre os planejamentos e comportamentos necessários, mas são a determinação e dedicação que farão com que você passe ou não. Isto que diferenciará quem passou ou não e do vestibular em diante (vestibular, faculdade, trabalho...) essas duas palavrinhas serão fundamentais para o seu crescimento, quem não tiver não conseguirá o que quer.
    Acabou a época do colégio onde todos passavam, no colégio a exceção era quem não passava, agora é o contrário e os determinantes serão a dedicação e a determinação, lembre-se disso.