Fazer um curso superior gratuito, com possibilidade de bolsa, formar-se numa profissão de futuro e ainda ter grandes chances de emprego garantido numa indústria promissora é o sonho de muita gente.

Com o Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural, o Prominp, esse sonho pode estar mais próximo de ser realizado.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você]

Lançada em março pela Petrobras, a sexta edição do Prominp oferece mais de 11 mil vagas em cursos profissionalizantes de nível básico, médio, técnico e superior em mais de 175 categorias de atividades ligadas ao setor de energia, óleo e gás.

Os cursos acontecem em cidades próximas a empreendimentos e projetos no setor de petróleo e gás. Esses projetos podem estar previstos para os próximos anos ou já estar em fase de execução. São 14 estados participantes: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

Apesar de a maior oferta ser para a qualificação de nível básico, médio e técnico, o Pronimp oferece um bom número de oportunidades de cursos gratuitos de nível superior, são 630 vagas (das quais 28 são reservadas para pessoas com deficiência) distribuídas da seguinte forma:

BA – Salvador
- Engenheiro de Campo – Construção e Montagem (30)
- Engenheiro de Planejamento (30)

CE – Fortaleza
- Engenheiro Elétrico / Instrumentação (30)
- Engenheiro Civil – Edificações (28)

ES – Vitória
- Engenheiro de Campo – SMS (30)
- Engenheiro de Suprimento (30)
- Engenheiro Civil – Estrutura Metálica (28)

MA –São Luís
- Engenheiro de Campo – Qualidade (30)
- Profissional de Análise de Risco Ambiental (28)

PE – Recife
- Engenheiro de Elétrica (28)
- Engenheiro de Tubulação (28)
- Profissional de Análise de Risco Ambiental (28)

RJ - Rio de Janeiro e Niterói
- Engenheiro Civil – Estrutura Metálica (28)
- Engenheiro Naval (28)
- Engenheiro Projetista para Válvulas de Aplicação Submarina (28)
- Engenheiro de Tubulação (28)
- Profissional de Análise de Risco Ambiental (28)

RS - Porto Alegre e Rio Grande   
- Engenheiro de Planejamento (30)
- Engenheiro Priojetista para Válvulas de Aplicação Submarina (28)
- Engenheiro de Automação e Instrumentação (28)
- Engenheiro de Elétrica (28)


De acordo com a Petrobras, 67% dos alunos que terminam os cursos conseguem emprego na área. As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de abril. As provas serão aplicadas no dia 13 de maio e o resultado sai no dia 6 de junho.

Como participar do Prominp

Os pré-requisitos de escolaridade e experiência profissional variam de curso para curso, mas todos os candidatos devem ter idade igual ou superior a 18 anos, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares (no caso de candidatos do sexo masculino). Antes de fazer a inscrição, é importante conferir os pré-requisitos do curso desejado no Edital Seletivo Público.

A inscrição deve ser feita pela internet, até o dia 12 de abril, no site do Prominp (www.prominp.com.br) , Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br)  ou nos postos de inscrição credenciados. No ato da inscrição, o participante criará uma senha e receberá um nome de usuário para acompanhar todo o processo online: status do pagamento da inscrição, data e horário da prova, local de prova, pontuação obtida e classificação.

O candidato deve gerar um boleto para o pagamento da inscrição, que no caso dos cursos de nível superior é de R$ 63,00. A inscrição é confirmada somente após o pagamento.

Não é permitido tentar mais de um curso, o candidato pode se inscrever em apenas uma categoria/ turno/ localidade.

Como funciona o processo seletivo

Para os cursos superiores gratuitos do Prominp,  o processo seletivo tem etapa única de 3 horas de duração, com provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório. 

São 50 questões de múltipla escolha distribuídas entre as provas de: Língua Portuguesa, Matemática, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos.  O candidato que não atingir pelo menos 20% no total de pontos das provas, ou zerar em qualquer uma das provas estará eliminado.

Quem pode pedir bolsa

O Prominp concede bolsa-auxílio mensal para alunos desempregados, de R$ 300,00 para curso de nível básico, R$ 600,00 para nível médio e técnico, e R$ 900,00 para nível superior. De acordo com o edital do concurso, para ter direito à bolsa-auxílio, é preciso:
a) ser aprovado e estar matriculado no curso Prominp;
b) estar desempregado
c) não receber outros tipos de bolsa, aposentadoria, pensão, bolsa-auxílio de estágio/trainee, qualquer auxílio financeiro de outra agência de fomento nacional ou internacional, com exceção de bolsa-família, auxílio desemprego, renda cidadã e/ou auxílio doença, desde que cumpram as condições do Edital.

Para manter a bolsa, o aluno deve ter presença mínima de 95% do total de aulas e média igual ou superior a 8,0 nas avaliações realizadas. Caso seja reprovado em qualquer disciplina do curso, o aluno perderá o direito à bolsa-auxílio.

Para maiores informações, consulte o Edital, ou visite o site do Prominp.

Para saber mais sobre o mercado promissor do setor de Energia e os cursos técnicos mais indicados para quem quer trabalhar na área de petróleo e gás, veja o artigo: 50 mil vagas por ano no setor de Energia.