Indiscutivelmente, Engenharia da Computação é para quem curte tecnologia, equipamentos e formas avançadas de se comunicar.

Tanto o curso quanto a carreira vão exigir bastante dedicação, estudos contínuos e atualização.

A principal função desse profissional é planejar, desenvolver e integrar softwares a equipamentos com diferentes finalidades. Ele contribui, inclusive, com toda a inteligência por trás de tecnologias que garantem o funcionamento do nosso cotidiano, como, por exemplo, os sistemas de segurança, de controle de tráfego, de bancos, etc.

Está de olho em Engenharia da Computação? Então fique ligado no texto que preparamos a seguir. Nele a gente explica quais são as principais áreas de atuação desse profissional, os detalhes do curso e as melhores faculdade onde estudar!


O curso de Engenharia da Computação

O curso de Engenharia da Computação é um bacharelado com cinco anos de duração – ou 10 semestres. A formação é abrangente e prepara o aluno para atuar em diversos ramos do mercado.

Disponível em aproximadamente 180 instituições de ensino superior brasileiras, sendo a maioria na rede particular, o curso conta com mais de 30 mil alunos matriculados atualmente, de acordo com o mais recente Censo da Educação Superior.

Um detalhe importante: o curso pode ser encontrado sob diversos nomes. Segundo o Ministério da Educação (MEC), eles podem também aparecer assim:

• Engenharia de Computação e Informação
• Engenharia Eletrônica e de Computação

A graduação segue aquele esquema básico da maioria das engenharias: os primeiros dois anos são dedicados a disciplinas comuns a todas elas e os três restantes, à prática profissional escolhida.

Nos primeiros anos, são trabalhados conceitos fundamentais e avançados em:

• Matemática
• Física
• Química
• Ciência da Computação
• Mecânica
• Humanidades

Já no período de aprofundamento em Engenharia da Computação, aparecem matérias como:
• Eletrônica Básica
• Eletrônica Digital
• Organização do Hardware de Sistemas Computacionais
• Matemática para Computação
• Software de Sistemas Computacionais
• Tecnologia de Programação e Inteligência Artificial
• Aplicações
• Tecnologias da informação

Nos anos finais do curso, o estágio curricular obrigatório ajuda o estudante a colocar em prática o que aprendeu na universidade. Muitas instituições também oferecem programas de intercâmbio no exterior, bolsas de iniciação científica e núcleos de desenvolvimento de tecnologias diversas, como robôs e software.

O curso também tem uma carga pesada de atividades em laboratório. Já no primeiro semestre o aluno terá aulas em espaços como:

• Laboratório de Software
• Laboratório de Física
• Laboratório de Química
• Laboratório de Desenho Técnico
• Laboratório de Mecânica dos Fluidos
• Laboratório de Programação e Sistemas Digitais
• Laboratório de Circuitos Digitais
• Laboratório de Microprocessadores

Dá para perceber que o curso não vai ser moleza, concorda? É muita matéria para aprender em pouco tempo. Para se dar bem, não tem segredo: o negócio é se dedicar para valer, afundar a cara nos livros e dar adeus à vida mansa por pelo menos cinco anos.

A recompensa vem depois, com boa oferta de empregos em todo o Brasil e salários de encher os olhos (e o bolso!).


O que se estuda em Engenharia da Computação

Veja a seguir alguns exemplos de disciplinas que os estudantes vão ter que encarar durante o curso de Engenharia da Computação:
• Administração
• Análise de Algoritmos e Estrutura de Dados
• Arquitetura de Computadores
• Arquiteturas para Alto Desempenho
• Automação de Processos e Controle
• Cálculo com Geometria Analítica
• Cálculo de Funções de Várias Variáveis
• Campos, Ondas e Dispositivos Eletromagnéticos
• Ciências Sociais
• Cinemática dos Sólidos
• Circuitos Digitais
• Circuitos Eletrônicos
• Circuitos Lógico-Digitais
• Compiladores
• Computação Gráfica
• Computação Numérica
• Desenho Técnico
• Dinâmica dos Sólidos
• Eletricidade Básica
• Eletrônica para Computação
• Engenharia da Computação Integrada
• Engenharia de Software
• Equações Diferenciais
• Estática dos Fluídos
• Estatística Descritiva
• Estatística Indutiva
• Estruturas para Computação
• Ética e Legislação Profissional
• Fenômenos de Transporte
• Fundamentos de Computação Gráfica
• Fundamentos de Engenharia de Software
• Fundamentos de Termodinâmica
• Gerência de Projetos e Sistemas
• Informática Industrial
• Inteligência Artificial
• Interface de Sistemas de Hardware
• Linguagem de Programação de Banco de Dados
• Linguagens Formais e Compiladores
• Lógica Matemática
• Mecânica da Partícula
• Microcontroladores
• Microprocessadores
• Modelagem de Dados
• Processamento de Sinais Digitais
• Programação de Computadores
• Programação Orientada a Objetos
• Projeto de Sistemas Embarcados
• Qualidade
• Química Aplicada
• Redes de Computadores e Internet
• Resistência dos Materiais
• Sistemas de Controle
• Sistemas Operacionais

As matérias podem mudar de acordo com a faculdade. Algumas podem dar foco em Elétrica, outras em Mecânica, outras em Automação. Fique atento ao currículo programático e escolha aquele que tem mais a ver com seus planos de carreira.

Curso de Engenharia da Computação a distância

Boas novas: dá para estudar Engenharia da Computação na modalidade a distância também!

Se você ficou com uma pulga atrás da orelha, imaginando como um curso tão pesado pode ser feito a distância, nós explicamos: na verdade o aluno não vai estudar de forma totalmente remota. Ele precisará se deslocar à faculdade ou ao polo de apoio mais ou menos uma vez por semana para assistir às aulas, realizar atividades de laboratório (que são muitas), fazer provas e apresentar trabalhos. É um formato conhecido como semipresencial.

A parte a distância é reservada às matérias essencialmente teóricas e à parte teórica daquelas matérias mais práticas. O aluno conta com um espaço digital especialmente elaborado para atender às suas necessidades de aprendizagem. Todo o material das disciplinas está lá e pode ser acessado a qualquer momento. Fora isso, ainda dá para interagir com os colegas da turma e contar com apoio de professores e tutores para sanar todas as dúvidas, buscar orientação, etc.

Quanto ao diploma de um curso a distância, saiba que ele vale tanto quanto o presencial. Desde que a graduação seja autorizada pelo MEC, o documento terá validade em todo o Brasil.

O curso de Engenharia da Computação a distância está disponível atualmente em 10 faculdades pelo país. Verifique a disponibilidade de polos em sua cidade.

Quanto custa estudar Engenharia da Computação

Como já era de se esperar, estudar Engenharia não é exatamente uma pechincha. O perfil prático e a exigência de laboratórios muito específicos tornam o valor da graduação um tanto salgado.

Em média, no Brasil, o curso tem mensalidade de R$ 1.100. Pode ser encontrado tanto com valores menores, por volta de R$ 850, como por quase o triplo – acima de R$ 3.000.

Uma saída para quem está com o bolso apertado é optar por uma formação a distância. Com mensalidades que custam menos do que a metade da média nacional – cerca de R$ 450 – dá até para conciliar o curso com o emprego, já que a parte teórica pode ser vista de casa, do trabalho ou de qualquer outro local com acesso à internet. Isso sem falar na economia de tempo e dinheiro com deslocamentos.


Áreas de atuação de Engenharia da Computação

Os formados em Engenharia da Computação vão encontrar um mercado sedento por profissionais inovadores e criativos. As empresas que mais contratam esses engenheiros atualmente são:
• Empresas de desenvolvimento de software
• Indústrias (farmacêutica, automotiva, de motores, petrolífera, aviação, etc.)
• Bancos
• Telecomunicações
• Startups
• Escritórios de manutenção
• Agências de automação
• Institutos de pesquisa
• Universidades

O engenheiro de computação pode atuar tanto no desenvolvimento de software e de hardware como assumir funções mais gerenciais, de acompanhamento de equipe de desenvolvedores, por exemplo. Essas últimas, inclusive, são as que têm rendido os melhores salários no mercado.

Ah, nessa área é fundamental ter fluência em inglês e, de preferência, em alguma outra língua estrangeira.

Onde estudar Engenharia de Computação

Com uma boa oferta de cursos presenciais por todo o Brasil, as possibilidades de estudar Engenharia da Computação tornam-se ainda maiores com os cursos a distância.

Independentemente da modalidade que você escolher, é preciso ficar atento a num detalhe muito importante: se o curso tem a autorização do MEC para oferecer vagas.

Para facilitar sua pesquisa, a gente trouxe algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que oferecem a graduação. Algumas delas, inclusive, têm as duas modalidades de ensino: presencial e a distância. Confira:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia

Veja também:
Que nota preciso tirar no ENEM pra passar em Engenharia


Vai tentar Engenharia da Computação? Em qual modalidade você prefere estudar: presencial ou a distância? Conte para a gente aqui nos comentários!