Assim como os profissionais de Medicina, os de Medicina Veterinária também cuidam da saúde. A diferença é que, enquanto os médicos estão aptos a curar e tratar doenças de pessoas, os veterinários são destinados a cuidar dos animais.

veterinários especializados em animais de pequeno porte, como cães, gatos, coelhos, e outros especializados no tratamento de animais maiores.

Os médicos veterinários, normalmente, ao optar por seguir essa profissão são movidos pelo amor aos bichos. Mas, infelizmente, só isso não basta. Obviamente, todo profissional que ama o que faz tende a ser um dos melhores, porém, você deve estar preparado para enfrentar situações de perda, em que irá se sentir impotente por não conseguir salvar uma vida.

O curso

O curso de Medicina Veterinária tem duração média de 5 anos e, ao concluir a graduação, o aluno terá o título de Clínico e Cirurgião Geral. Assim como na Medicina, o médico veterinário deve realizar uma residência para se especializar em determinada área.
Os primeiros anos de curso são destinados às disciplinas básicas, como anatomia, fisiologia, genética, estatística, entre outras. A partir do terceiro ano, as disciplinas de cunho técnico começam a aparecer com força maior.

O curso traz todo o embasamento teórico necessário para um bom profissional, mas são nos estágios supervisionados que o aluno terá contato direto com a profissão.

O estágio em Medicina Veterinária

Como já foi mencionado anteriormente, o estágio é fundamental para a completa formação de um bom profissional. Mesmo que a instituição ofereça o melhor curso, se não houver essa interação do aluno com o mercado de trabalho, dificilmente ele se tornará um profissional pronto.

O estágio pode ser realizado em qualquer período do curso, porém, somente terá validade para a instituição a partir de um período determinado por ela. Algumas determinam que um estágio só é curricular no último ano de curso, mas isso não é regra. Portanto, ao ingressar em um estágio, consulte o departamento responsável na sua instituição.

Encontrar um estágio não é uma tarefa difícil. Muitas instituições de ensino superior disponibilizam essas vagas em algum mural ou mesmo no site da universidade. Além disso, com o avanço cada vez maior da internet e das redes sociais, ficou ainda mais fácil encontrar uma vaga sem sair de casa. Muitos grupos são criados com o propósito de informar sobre um curso e divulgar vagas de estágio ou emprego.

Faculdades que oferecem o curso

Muitas universidades oferecem o curso de Medicina Veterinária. Se o seu sonho é seguir essa carreira, basta você pesquisar e encontrar aquela que melhor atender às suas necessidades. Ou seja, muitas pessoas levam em consideração a localização da faculdade como critério de escolha, outras tomam por base a gratuidade do curso.

Saiba mais em:

Critérios para escolher uma faculdade

A seguir, você encontrará uma lista com algumas das instituições públicas que oferecem o curso de Medicina Veterinária.


  • Universidade de São Paulo (USP)
  • Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP)
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Universidade de Brasília (UnB)
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Você poderá encontrar outras instituições acessando o site do  Ministério da Educação (e-MEC).

Mercado de Trabalho

A relação entre o homem e o animal está ficando cada vez mais estreita. Com o passar dos anos, mais e mais pessoas estão se preocupando com a saúde e o bem-estar dos seus animais de estimação e, com isso, as indústrias que direcionaram seus produtos para essa população estão lucrando cada vez mais.

Além disso, o médico veterinário vem sendo cada vez mais requisitado. Isso se deve, além do fator da proximidade homem-animal, também à grande abrangência que o curso oferece.

Um profissional que segue esta área não fica somente preso à consultas em hospitais ou clínicas para animais. Todas as empresas que desenvolvam algum produto para o animal, desde alimentação, que deve ser balanceada e com componentes saudáveis, até a fabricação de remédios devem possuir um médico veterinário para dar as coordenadas do que é ou não permitido.

O salário

De acordo com o Sindicato dos Médicos Veterinários do Estado de São Paulo (SINDIMVET SÃO PAULO), o piso salarial para um veterinário que trabalhe 180 horas por mês ou 6 horas por dia deve ser de seis salários mínimos. Já para o veterinário que trabalhar 220 horas por mês ou 8 horas por dia, deve ser de oito salários mínimos e meio.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]