A Caixa Econômica Federal é um dos agentes financeiros do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, o FIES. Ou seja, é um dos bancos onde o aluno poderá assinar o contrato do FIES e através do qual pagará as taxas trimestrais e as parcelas do financiamento.

Quem pode pedir o FIES?

Para pedir o FIES, o estudante precisa cumprir os seguintes requisitos:
  • Ter feito qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com pelo menos 450 pontos de média nas provas e nota maior do que zero na redação.
  • Ter renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

Faculdades que participam do FIES

Todas as faculdades participantes do FIES são reconhecidas pelo MEC. A lista completa muda a cada edição e pode ser consultada no site do FIES durante o período de inscrições.

Confira algumas das principais instituições de ensino que costumam participar do FIES:

Como funciona o FIES pela Caixa?

O processo do financiamento começa no site do FIES, independentemente do banco que você escolherá depois de fazer a inscrição, ser selecionado, providenciar a documentação de identificação, comprovantes de renda e de residência, apresentá-la na faculdade e receber o sinal verde para o financiamento.

Então, é preciso comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal para assinar o contrato do financiamento, chamado de Contrato de Abertura de Crédito. O contrato deve ser assinado pelo aluno ou seu responsável legal (caso o estudante for menor de 18 anos e não emancipado), pelo fiador e seu cônjuge.
Veja aqui como fazer a inscrição do FIES.

Quanto se pode financiar pela Caixa?

O percentual do financiamento depende de vários fatores. Entre eles, a renda do estudante e o comprometimento dela com os encargos educacionais. Durante o período de inscrições, você poderá fazer uma simulação do seu financiamento no site do FIES.

Como pagar o valor que não foi financiado pela Caixa?

Os alunos que conseguirem fazer contrato do FIES pela Caixa para pagar uma parte da faculdade devem pagar o valor restante das mensalidades e matrículas do curso (a parte que não foi financiada) diretamente para a Universidade ou Faculdade.

Quando assinar o contrato do FIES pela Caixa?

A assinatura do contrato de financiamento pela Caixa Econômica Federal deve ser feita dentro do prazo determinado pelo MEC. O prazo começa a contar a partir do momento em que a documentação do aluno for aprovada pela Comissão Permanente de Seleção e Acompanhamento (CPSA) da faculdade. Dentro desse período o estudante deve comparecer à agência da Caixa, acompanhado de seu representante legal, (quando for menor de 18 anos e não emancipado), seu fiador ou fiadores e cônjuge(s) do(s) fiador(es).

Caso não possa comparecer à agência da Caixa para assinar o contrato do FIES, o aluno e seu fiador podem ser representados por outra pessoa que tenha  a procuração pública específica para assinatura do contrato de Financiamento Estudantil.

Como funciona a fiança do FIES na Caixa?

Há dois tipos de garantia que o aluno pode apresentar à Caixa para conseguir o financiamento: a fiança de terceiros e a fiança solidária.

Na fiança de terceiros, o aluno deve apresentar um fiador que não tenha restrições de cadastro e que tenha a renda necessária para conseguir o financiamento. Para compor essa renda, é possível adicionar mais um fiador, também sem restrições de cadastro.

Já na fiança solidária, pode-se formar um grupo de cinco estudantes. Esses estudantes se tornam fiadores solidários do total da dívida do grupo. Cada um é fiador solidário dos demais. Nesse caso, não é necessário comprovar renda, mas todos os estudantes do grupo precisam estar em situação cadastral idônea, ou seja, sem restrições (SPC, Serasa etc.)

Vale lembrar que o estudante não pode ser fiador dele mesmo e o banco não aceita como fiador o cônjuge do estudante beneficiado pelo FIES.

Qual a data do pagamento das parcelas do FIES na Caixa?

Na Caixa Econômica Federal, o aluno beneficiado pelo FIES pode escolher entre algumas datas para pagar suas parcelas trimestrais de juros e as prestações mensais. As opções são: dia 5, 10, 15, 20 ou 25.

Onde conseguir o boleto do FIES na Caixa?

Ao fazer a inscrição do FIES, o aluno informa seu endereço para correspondência. É nesse endereço que ele recebe o Extrato de Pagamento. É responsabilidade do aluno manter esse endereço atualizado, pois mesmo que não receba o extrato por algum motivo não pode deixar de pagar as parcelas e prestações.
Para os alunos que não têm o extrato, a Caixa permite que se peça uma segunda via do boleto em seu site. Para isso, é preciso ter em mãos o número do CPF ou o número do contrato do FIES.

Veja como conseguir a segunda via do boleto do FIES. 

O boleto da Caixa pode ser pago em agências bancárias, caixas automáticos, lotéricas ou pela Internet.

Aditamento do FIES na Caixa

O aditamento é um procedimento obrigatório para a renovação do FIES e deve ser feito todo semestre. Em alguns casos, é preciso comparecer à agência da Caixa onde foi assinado o contrato do financiamento.
Veja como fazer o aditamento.

Transferência de curso ou faculdade

Desde que siga as regras do MEC, o aluno beneficiado com o FIES pode mudar de curso ou instituição de ensino e manter o financiamento. Caso o aluno já tenha feito a matrícula no curso ou faculdade antiga e concluído o aditamento semestral, é preciso comparecer à agência da Caixa para finalizar o processo de transferência e atualizar o aditamento com as novas informações de curso e/ou faculdade.


Suspensão do financiamento na Caixa

Desde que cumpra as regras do MEC, o aluno beneficiado pelo FIES pode fazer a suspensão temporária do financiamento.
Para isso, é preciso comparecer à mesma agência da Caixa onde assinou o contrato do financiamento e solicitar a suspensão.

Caso precise prorrogar a suspensão temporária, o aluno pode fazer a solicitação na própria faculdade e, caso a instituição concorde, deve levar uma via do Termo de Prorrogação até a agência da Caixa onde fez o contrato de financiamento  e solicitar a prorrogação.

Vale lembrar que os semestres suspensos são contados como semestres cursados, mantendo assim o prazo máximo do financiamento do FIES.


Encerramento de financiamento do FIES na Caixa

Existem três situações em que pode acontecer o encerramento do financiamento do FIES na caixa: por solicitação do aluno, por motivo de conclusão do curso, ou por alguma situação que impeça a manutenção do financiamento.

Para solicitar o encerramento do financiamento do FIES na Caixa, o aluno deve comparecer à mesma agência onde assinou o contrato para formalizar o encerramento do FIES. É importante ressaltar que o aluno que encerrar o financiamento por qualquer motivo não poderá financiar mais semestres ou conseguir outro financiamento estudantil do MEC.

Veja também:
Como usar o FIES para pagar a faculdade

Vai tentar um financiamento do FIES? Para qual curso? Conte para a gente aqui nos comentários!