ProUni – O que é?

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é um programa de bolsas do Ministério da Educação (MEC) que utiliza os critérios de renda familiar e de desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para classificar os alunos que estão aptos a ingressar nos cursos de graduação.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você.]

O Prouni concede bolsas integrais e parciais (de 50%) em instituições privadas de ensino superior. As inscrições do programa são abertas no primeiro e no segundo semestre e a cada ano mais universidades e faculdades participam do programa.

Os tipos de Bolsas

As bolsas do ProUni podem ser integrais ou parciais. As integrais correspondem ao valor total da mensalidade. O aluno, portanto, não terá que pagar pelo curso. O critério do Prouni para conceder bolsas integrais é o candidato ter renda familiar mensal por pessoa de até um salário mínimo e meio.

As bolsas parciais correspondem a 50% do valor total da mensalidade e são destinadas aos candidatos que possuem renda familiar mensal por pessoa acima de um salário mínimo e até três salários mínimos.
Quem tem renda mensal familiar per capita superior a três salários mínimos está fora dos critérios de concessão de bolsas do Prouni.

As bolsas por instituição

Se você se enquadra nos critérios do programa e tem interesse em se inscrever para o ProUni, é interessante verificar quais são as instituições que oferecem vagas para essas bolsas.
Confira um exemplo de lista de faculdades e o número de vagas oferecidas em uma das edições:
Bolsas Oferecidas pelo ProUni por Instituição

As regras do ProUni

O ProUni possui regras que necessitam ser cumpridas pelo candidato que deseja uma vaga. Confira quais são essas regras:

Enem

O processo de seleção utilizado pelo ProUni para classificar aqueles candidatos que se adequam aos critérios do programa é todo baseado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para poder concorrer a uma bolsa, o candidato deve ter obtido média de, no mínimo, 450 pontos (nota mínima divulgada pelo MEC em 2013) nas cinco competências avaliadas. Ou seja, a soma da nota de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação dividida por 5 deve ser igual ou superior a 450. Além disso, ao candidato não pode ter tirado zero na Redação.
Vale lembrar que só a nota mínima não garante uma vaga no Prouni. Quanto melhor a nota do candidato, maiores suas chances de conseguir uma bolsa no curso desejado.

Renda

Além de uma boa nota no Enem, o candidato também deverá respeitar o limite de renda. Ou seja, de acordo com a renda mensal por pessoa da família, o estudante poderá concorrer a determinado tipo de bolsa.
- Renda mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa da família: com essa renda o estudante estará apto a concorrer a  bolsa integral, que corresponde a 100% do valor da mensalidade.
- Renda mensal de 1,5 a 3 salários mínimos por pessoa da família: com essa renda o estudante estará apto a concorrer a bolsa parcial, que corresponde a 50% do valor da mensalidade.
- Renda mensal superior a 3 salários mínimos por pessoa da família: o estudante não poderá concorrer às bolsas oferecidas pelo ProUni.

Ensino Médio

Alunos que estudaram todo o ensino médio em escola pública ou em escola particular com bolsa, estão aptos a participar do ProUni. Já os que estudaram em escola particular sem bolsa não podem se candidatar a uma bolsa pelo programa.
Além disso, os professores da rede pública de ensino que desejam fazer cursos de licenciatura e pessoas com deficiência também poderão participar do programa, sem a necessidade de comprovar renda.

Inscrições

As inscrições do ProUni acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e são feitas pela internet.
Para iniciar o processo de inscrição o aluno deve ter em mãos o número do Cadastro de Pessoas Física (CPF) e o número de inscrição e senha do Enem.
[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]