Um dos elementos que devemos considerar ao escolher um curso no vestibular é se a profissão será valorizada no mercado de trabalho. E é importante saber também qual será a situação daquela carreira no futuro próximo. Isso porque entre você entrar na faculdade e sair dela podem se passar de dois e seis anos. E durante esse tempo o cenário pode mudar!

É comum que em alguns anos o mercado de trabalho seja um pouco diferente, com uma nova geração de profissionais ocupando cargos que antes nem existiam. Ao mesmo tempo, há aquelas profissões tradicionais que podem continuar em alta.

Seguindo previsões de algumas das principais consultorias de recrutamento profissional do mercado (Robert Half, Michael Page e Hays), listamos aqui as profissões que provavelmente estarão (ou permanecerão) em alta num futuro próximo.

Confira as dez profissões do futuro!


1. Profissionais de Big Data

As empresas estão superlotadas de dados. Informações coletadas de inúmeras fontes (sistemas internos e externos) precisam ser trabalhadas, analisadas e transformadas em material estratégico. Desse material é possível extrair informações valiosas sobre gostos e tendências do consumidor, reações de mercado, etc.

Mas para isso é preciso ter um profissional especializado em organizar, tratar e analisar todos esses dados, interpretá-los e extrair deles as informações estratégicas para um melhor posicionamento empresarial.

Os profissionais de Big Data combinam conhecimentos da área de tecnologia e das Ciências Exatas (Análise de Sistemas, Engenharia, Matemática, Estatística, etc.) com capacidades da área de Humanas, como Marketing e Psicologia, por exemplo.

2. Engenheiro com foco em Agronegócio

Existem diversas formações de Engenharia que trabalham com foco na produção agrícola e pecuária. Dentre as principais, podemos citar:
  • Agronomia
  • Aquicultura
  • Agrimensura
  • Ambiental
  • Florestal
  • De Pesca
Esses profissionais serão muito demandados nos próximos anos devido à expansão e modernização do setor do agronegócio – e não apenas para ajudar a aumentar a produção, mas também garantir a preservação dos solos, florestas e rios.

O perfil desejado alia conhecimento técnico a habilidades em gestão e negócios.

3. Designer de Inovação

O designer de inovação é o profissional que concebe ideias e funcionalidades inteligentes que possam se transformar produtos ou soluções de sucesso no mercado. O Brasil ainda avança a passos lentos neste ramo profissional, mas a tendência é que se fortaleça nos próximos anos.

É um profissional que pesquisa tendências e tem boa visão de desenvolvimento industrial.


4. Tecnologia da Informação

A Tecnologia da Informação é outro ramo que vai continuar a crescer no Brasil, independentemente do momento econômico.

O consumo de tecnologia tende a aumentar nas empresas, e a presença de profissionais capazes de conceber, implementar e gerir sistemas tecnológicos será fundamental. O futuro também exigirá mais desenvolvedores (de softwares, aplicativos e soluções) e especialistas em segurança.

5. Gestor de Resíduos

O tratamento de lixo de uma população que só cresce, além da necessidade cada vez maior de cuidar do meio ambiente, vão fazer disparar a demanda por profissionais habilitados em lidar com resíduos sólidos.

Essa é uma área multidisciplinar que pode ser desempenhada por gestores ambientais, engenheiros, químicos, tecnólogos em processos ambientais e em Saneamento Ambiental.

As leis brasileiras, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, passaram a exigir a presença obrigatória de profissionais especializados da área de gestão do tratamento de água, esgotos, destinação correta do lixo, reciclagem e limpeza urbana.


6. Médico

Tempo vai, tempo vem e o médico continua a ser um dos profissionais mais requisitados do mercado.

No futuro não será diferente – a menos que inventem uma fórmula mágica que impeça a humanidade de adoecer.

Como o médico nunca trabalha sozinho, é possível dizer que também os enfermeiros, auxiliares de enfermagem e instrumentadores cirúrgicos também entram na lista dos profissionais do futuro.


7. Marketing

A competitividade entre as empresas continuará a crescer nos próximos anos. Com a necessidade de encontrar formas de se destacar no mercado e atrair o interesse dos clientes, vai aumentar a procura por profissionais da área de Marketing.


8. Professor

Assim como os médicos, os professores são profissionais atemporais e devem ser ainda mais requisitados no futuro.

O mercado de trabalho para esse profissional deve se ampliar nas redes pública e privada. As oportunidades são variadas: ensino médio e fundamental, universidades, institutos de formação tecnológica, escolas de idiomas e cursinhos.

9. Profissional de Logística

Considerado figura estratégica dentro de uma empresa, o profissional de logística responde pela inteligência operacional e processual de uma empresa, cuidando de itens como transporte, armazenamento, compras, distribuição e entrega de produtos.

A exigência por maior produtividade e menor custo deve ampliar ainda mais o mercado para os logísticos. É uma profissão que oferece inúmeras possibilidades de atuação e deverá se manter uma carreira bem remunerada, principalmente na indústria. Ótimas oportunidades devem surgir também nos setores do comércio e prestação de serviços.

10. Biotecnólogo

O biotecnólogo trabalha com a manipulação de material biológico para melhorar a qualidade dos alimentos, produzir remédios e encontrar formas mais eficazes para o tratamento de doenças.

É um dos profissionais mais importantes no processo de aliar desenvolvimento e sustentabilidade. Seu papel deve ser ainda mais importante nas indústrias, centros de pesquisa e laboratórios.

Onde estudar para se formar nas profissões do futuro


Confira algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem cursos de graduação para ingressar em profissões do futuro.

Universidades Privadas:


Universidades Públicas:
Veja também:
Os 40 cursos mais bem remunerados

A sua profissão está entre as carreiras do futuro? Compartilhe suas ideias conosco!