O FIES e o Sisu são programas do Governo Federal que têm o objetivo de facilitar o acesso ao ensino superior. Ambos usam a nota do Enem para selecionar os candidatos, acontecem duas vezes por ano e são bastante disputados. Mas as semelhanças param por aí.

Enquanto o FIES é um financiamento estudantil a juros baixos e prazo longo, que ajuda a pagar a mensalidade da faculdade particular, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) oferece vagas em universidades públicas. 

A procura por esses dois programas vem aumentando e uma dúvida comum é se o beneficiário do FIES pode tentar entrar na universidade pública pelo Sisu. Descubra a seguir!

Quem já tem o FIES pode participar do Sisu?

A resposta é sim, mas existe um “porém”.

Para avaliarmos melhor a questão, vamos separá-la em duas situações: inscrição e aprovação.

Inscrição
Para se inscrever no Sisu, o candidato precisa ter feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter zerado na redação.

O Sistema não tem requisitos de renda nem limitação de idade para participar. Portanto, se você tem o FIES, participou da edição mais recente do Enem e tirou nota maior do que zero na redação, pode participar do Sisu normalmente.

Aprovação
O nosso “porém” vem na hora da aprovação. O MEC não especifica, nos sites do FIES e do Sisu, qualquer restrição formal a usar o financiamento ao mesmo tempo em que cursa uma universidade pública.

Veja o que diz o MEC sobre quem já está na faculdade e pretende fazer o Sisu:
“O candidato matriculado em instituição de educação superior pode concorrer no processo seletivo desta edição do Sisu?
Sim, caso tenha feito o Enem [mais recente]. Mas o estudante de graduação não pode ocupar duas vagas simultaneamente em instituições públicas de educação superior, conforme estabelece a Lei n 12.089, de 11 de novembro de 2009.”

Nos portais dos principais programas do Governo de acesso ao ensino superior – ProUni, Sisu e FIES – há regras para a utilização do FIES com ProUni e ProUni com Sisu, mas não está claro qual seria a regulamentação para uso do FIES e Sisu.

Posso encerrar o FIES e fazer Sisu?

Pode ser que você queira “se livrar” do financiamento e tentar uma vaga em uma universidade pública. Ou seja, sua ideia não é usar o FIES e o Sisu juntos, mas sim sair do FIES e entrar no Sisu.

Caso tenha feito o Enem do ano anterior e tirado nota maior do que zero na redação, poderá participar do Sisu.

Mas e o FIES? Dá para cancelar? A resposta é sim. Dependendo da fase em que o beneficiário quiser interromper o contrato (enquanto estiver matriculado no curso financiado, logo após a formatura ou na época de pagar as parcelas de amortização da dívida), as condições são diferentes.

Como o FIES passou por algumas mudanças ao longo do tempo, dependendo do ano em que você assinou o contrato, as regras de cancelamento podem ser diferentes.

Você pode se informar melhor sobre as condições de seu contrato na agência bancária onde assinou o financiamento ou na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da sua faculdade.

Vale lembrar que o fato de encerrar o contrato do FIES não impede que você tenha que cumprir alguns compromissos financeiros.

Como se inscrever no Sisu?

Se você decidiu partir para o Sisu e atende aos requisitos de participação, saiba que o processo de inscrição é totalmente gratuito e acontece pela internet.

Quando as inscrições estiverem abertas, basta entrar no site do Sisu e se cadastrar com o número de inscrição e senha do Enem do ano anterior. Em seguida, você deverá fazer uma busca pelas vagas disponíveis e selecionar até duas opções de curso.

Para se inscrever não é necessário apresentar documentos, mas eles serão necessários na hora de se matricular no curso, caso você seja selecionado. A lista com a documentação exigida para concluir sua matrícula aparece no sistema de inscrições do Sisu.

Faculdades que participam do FIES

Somente faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC podem oferecer vagas pelo FIES. Conheça algumas:

Veja também:
Como entrar no Sisu com a nota do Enem

Vai fazer o Sisu? Conte para a gente aqui nos comentários!