Quem não tem condições de bancar uma faculdade conta com uma super ajuda do Governo Federal. É o Programa Universidade para Todos (ProUni), iniciativa que facilita o acesso ao ensino superior por meio de bolsas de estudos em faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

O ProUni é voltado à população de baixa renda e seleciona os candidatos a partir da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em 2017, serão duas edições: uma no comecinho do ano, para quem quer entrar na faculdade no primeiro semestre letivo, e uma no meio do ano, para quem vai iniciar as aulas em agosto.

Tem interesse em conseguir uma bolsa? Então descubra a seguir como fazer sua inscrição no ProUni 2017, quais são os requisitos de participação e alguns exemplos de instituições privadas que oferecem vagas este ano!

Quem pode se inscrever no ProUni 2017?

Veja se você se encaixa nos requisitos para participar do ProUni 2017:
• Não ter diploma de nível superior.
• Ser brasileiro (ou estrangeiro naturalizado brasileiro).
• Ter participado do Enem 2016, com média geral de 450 pontos e nota maior do que zero na redação.
• Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública, ou em escola da rede privada como bolsista integral.
• Ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

As bolsas são de dois tipos, determinadas pela renda familiar bruta mensal do candidato:
• Até um 1,5 salário mínimo por pessoa: bolsa de estudos integral, que cobre 100% da mensalidade.
• Até 3 salários mínimos por pessoa: bolsa parcial, que cobre metade da mensalidade. O restante deve ser pago pelo aluno à faculdade.

Quando abrem as inscrições para o ProUni 2017?

As inscrições da primeira edição do ProUni 2017 vão abrir no dia 31 de janeiro e encerrarão no dia 3 de fevereiro de 2017.

Deve haver ainda outra edição, provavelmente em julho. O MEC ainda não divulgou as informações sobre a segunda rodada, mas assim que o calendário estiver definido você saberá por aqui!

Quanto custa a inscrição do ProUni 2017?

Para participar do ProUni 2017 você não precisa pagar nada. As inscrições são gratuitas!

Como fazer a inscrição no ProUni 2017?

As inscrições do ProUni só podem ser feitas pela internet. Para participar, no período determinado pelo MEC você deve:

1) Acessar o site do ProUni.
2) Inserir seu número de inscrição e senha do Enem 2016.
3) Preencher todos os dados cadastrais solicitados. É importante incluir também dados do seu grupo familiar (pessoas da família que moram na mesma casa que você). Essa informação é usada para determinar que tipo de bolsa você pode pedir.
4) Selecionar até duas opções entre as vagas disponíveis para o seu perfil de renda. Você deve escolher a faculdade, o local de oferta (cidade, campus, unidade), o curso, o turno (matutino, vespertino, noturno ou integral), o tipo de bolsa (parcial ou integral) e a modalidade de concorrência (cotas ou não).
5) Conferir as informações e confirmar a inscrição.
6) Voltar ao sistema para consultar as notas de corte parciais (veja mais sobre isso a seguir).

Notas de corte do ProUni 2017

A nota de corte do ProUni corresponde à pontuação do último colocado na disputa por uma vaga na mesma localização (faculdade, campus, cidade), curso, turno e modalidade de concorrência. Ela pode ser parcial ou final. Entenda melhor:

Nota de corte parcial: é calculada diariamente pelo sistema do ProUni, enquanto durarem as inscrições. Ela mostra como está a concorrência naquele momento e permite ao candidato avaliar se tem a nota suficiente para passar nas opções que selecionou. Caso não tenha, pode mudar as escolhas para aumentar as chances de ganhar a bolsa. A nota de corte parcial é apenas informativa, não garante vaga e pode mudar com a entrada e saída de inscritos para aquela vaga.

Nota de corte final:
é calculada após encerrarem as inscrições, para fazer a classificação dos selecionados, e só é divulgada após a finalização do processo.

Vale lembrar que o ProUni, apesar de ser um processo seletivo de âmbito nacional, faz a classificação apenas entre os candidatos que escolheram as mesmas opções de curso, turno, faculdade, modalidade, etc.

Como a nota de corte depende principalmente do desempenho dos candidatos que disputam uma mesma vaga, e muda a cada edição, não dá para saber com antecedência quantos pontos você precisa tirar no Enem para conquistar uma bolsa.

Sabe-se, no entanto, que a concorrência pode ser bem alta em alguns cursos, exigindo notas acima de 700 no Enem. Em cursos menos procurados, é possível passar com pouco mais do que a pontuação mínima exigida.

Faculdades que participam do ProUni

O MEC é bastante rigoroso quanto à qualidade das faculdades que podem oferecer bolsas pelo ProUni. Só podem aderir ao sistema instituições reconhecidas e bem avaliadas. São muitas opções, com unidades no Brasil inteiro, de Norte a Sul.

Conheça algumas faculdades que costumam participar do ProUni e estão presentes em várias regiões do País:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) 
Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 


Veja também:
Que nota preciso tirar no Enem para conseguir o ProUni

Vai participar do ProUni em 2017? Conte para a gente nos comentários!