Criado para ampliar o acesso da população de baixa renda ao ensino superior, o Programa Universidade para Todos (ProUni) distribui bolsas de estudos em faculdades privadas de todo o País. O critério de seleção é a nota que o candidato obteve no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O ProUni acontece duas vezes por ano, e em 2017 não vai ser diferente. A primeira edição abre inscrições logo após o resultado do Sisu, no dia 31 de janeiro.

Se você tem interesse em conquistar uma bolsa de estudos do ProUni 2017, fique aqui com a gente. Vamos contar tudo o que é preciso saber sobre o processo seletivo: quem pode participar, tipos de bolsa oferecidos, principais datas e faculdades participantes!
 

Quem pode participar do ProUni 2017?

Os requisitos principais do ProUni 2017 são:
• Enem: ter participado do Enem 2016, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.
• Formação: não ter diploma de nível superior e ter feito todo o ensino médio em escola pública (ou em escola particular como bolsista integral).
• Condição financeira: a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Quais os tipos de bolsa do ProUni 2017?

O tipo de bolsa ao qual você vai poder concorrer depende da renda familiar. Confira as regras:
Até 1,5 salário mínimo por pessoa: bolsa integral, que cobre 100% da mensalidade.
Até 3 salários mínimos por pessoa: bolsa parcial, que cobre metade (50%) da mensalidade.

Como funciona a bolsa do ProUni 2017?

Ao contrário de bolsas acadêmicas (de monitoria, iniciação científica, pesquisa, etc.), no ProUni o estudante não recebe dinheiro. No caso da bolsa integral, ganha o direito de cursar a faculdade sem precisar pagar a mensalidade. Já na bolsa parcial, é como se ganhasse um descontão de 50% - só precisa pagar metade das mensalidades.

Ao se formar, o bolsista do ProUni não precisa pagar nada ao Governo Federal.

A bolsa do ProUni é restrita ao valor da mensalidade e não cobre custos de transporte, alimentação, material, etc.

Quanto custa a inscrição do ProUni 2017?

A inscrição do ProUni 2017 é gratuita.

Quando acontece o ProUni 2017?

Estão previstas duas edições do ProUni em 2017.

A primeira delas abre inscrições entre os dias 31 de janeiro e 3 de fevereiro. O Ministério da Educação (MEC) ainda não divulgou o edital com o cronograma completo, mas o resultado da primeira chamada deve sair logo no começo da semana seguinte ao encerramento das inscrições. Assim que as datas estiverem definidas, você ficará sabendo por aqui.

A segunda edição do ProUni 2017 acontece no meio do ano.

Como faço para me inscrever no ProUni 2017?

Caso cumpra os requisitos de participação, você pode se inscrever para concorrer a uma bolsa do ProUni. Faça o seguinte:
• No período determinado pelo MEC (entre 31 de janeiro e 3 de fevereiro), acesse o site do ProUni. As inscrições só podem ser feitas por esse canal.
• Informe seu número de inscrição e senha do Enem 2016.
• Confira os dados e clique em “Entrar no ProUni”.
• Preencha as informações solicitadas.
• Faça uma busca pelas vagas disponíveis e escolha duas opções de: curso, faculdade, cidade, campus, turno e modalidade de concorrência (cotas ou não).
• Confirme a inscrição.

Enquanto o processo seletivo estiver aberto, você poderá modificar suas opções quantas vezes quiser. Vai valer sempre a última escolha gravada no sistema.

Que nota preciso tirar no Enem para passar no ProUni 2017?

Para responder a essa dúvida, é preciso primeiro entender como funciona o processo seletivo do ProUni.

Apesar de o ProUni ter abrangência nacional, com milhões de inscritos de todo o País, os participantes não disputam todos entre si. A concorrência se dá somente entre aqueles que escolheram a mesma opção de curso, cidade, faculdade, campus, turno e modalidade de concorrência.

Exemplo:

Uma faculdade oferece 50 vagas de Administração diurno para ampla concorrência em uma de suas unidades e atrai 400 candidatos já no primeiro dia de inscrições. O sistema avalia as notas de todos os participantes, faz uma classificação parcial com os 50 que têm maior nota no Enem e informa a nota do último que conseguiu entrar. É a chamada nota de corte parcial. À medida que novos candidatos se inscrevem, o sistema recalcula as posições e vai informando a nota de corte parcial.

Essa informação é super útil! Com ela, dá para ver se você tem chance de entrar no curso escolhido. Caso sua nota do Enem seja inferior à nota de corte, vale a pena buscar outra opção.

Após encerrarem as inscrições, o sistema do ProUni faz a classificação. A nota de corte final só é divulgada após o resultado.

Devido ao funcionamento do processo seletivo, não dá para saber com antecedência que nota você precisa tirar no Enem para passar no ProUni. Tudo vai depender do desempenho dos demais candidatos que escolheram a mesma opção de curso, turno, faculdade, etc.

Nas edições mais recentes, as maiores notas de corte (para as vagas mais concorridas) superam os 770 pontos no Enem. Já as vagas menos concorridas podem ter nota de corte próxima a 500.

O ProUni 2017 tem cotas?

Sim. O ProUni 2017 vai oferecer vagas reservadas a cotistas. Estudantes provenientes de escolas públicas, negros, pardos, indígenas, etc. podem se candidatar. Eles concorrem apenas com aqueles que atendem à mesma condição.

O número de vagas para cotistas varia entre os cursos e pode ser consultado no sistema do ProUni durante o período de inscrições. As condições, regras e documentos comprobatórios (se for preciso) também ficam disponíveis no site do processo seletivo.

Quem passa no ProUni está matriculado automaticamente?

Não. Os selecionados têm um prazo para comparecer à faculdade e realizar os procedimentos de matrícula. Quem não cumprir essa etapa perde a vaga.

Calendário do ProUni 2017

Quando o MEC divulgar o edital do ProUni, você poderá consultar aqui todas as principais datas: resultado, vagas remanescentes, matrícula, etc.

Faculdades que participam do ProUni 2017

Confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que costumam oferecer vagas no ProUni regularmente:
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia 
Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)

Veja também:
Como entrar no ProUni com a nota do Enem

Vai tentar uma bolsa do ProUni em 2017? Conte para a gente aqui nos comentários!