Participou do Sisu 2017 e não conseguiu aquela vaga tão sonhada? Pois não perca as esperanças ainda – o MEC vai dar uma nova chance a você.

Estão abertas as inscrições para as vagas remanescentes do Sisu, aquelas que, por motivos diversos, não foram preenchidas na chamada regular.

Se você participou do processo seletivo esse ano, ainda dá tempo de correr lá no sistema e se inscrever. É bem fácil, mas exige uma certa dedicação do candidato.

Veja a seguir tudo o que é preciso fazer para concorrer a uma vaga remanescente do Sisu 2017!

O que são as vagas remanescentes do Sisu 2017?

Você deve estar se perguntando: “mas o Sisu não acabou no dia 30 de janeiro? Como é possível concorrer a mais vagas?”.

É que no Sisu, depois da classificação, vem o processo de matrícula. Nesse meio tempo, várias vagas que foram ocupadas na primeira chamada vão ficando disponíveis novamente por motivos diversos: o aluno não fez a matrícula, preferiu ir estudar em outra faculdade, não apresentou a documentação necessária, etc.

Por isso, as vagas não ocupadas voltam com um nome novo: remanescentes.

É aqui que a esperança de milhares de candidatos que não conseguiram entrar no Sisu reacende.

Como concorrer a uma vaga remanescente do Sisu 2017

Para entrar na disputa por uma vaga remanescente é preciso, antes de mais nada, ter feito o Enem 2016 e ter participado do Sisu 2017. Quem perdeu o período de inscrição do processo seletivo (de 24 a 29 de janeiro) só vai poder tentar de novo no segundo semestre.

Agora, quem participou do Sisu 2017 e não conseguiu vaga na primeira opção de curso, já pode cruzar os dedos. As inscrições para a lista de espera abriram no dia 30 de janeiro e seguem até o dia 10 de fevereiro.

Para participar é preciso entrar no sistema e confirmar interesse. Veja como é fácil:

• Acesse o site do Sisu.
• Informe seu número de inscrição e senha do Enem 2016.
• Acesse seu boletim de desempenho e clique na opção “manifestar interesse em participar da lista de espera”.
• Aguarde a confirmação do sistema e pronto.

Só pode participar da lista quem não conseguiu vaga na primeira rodada do Sisu ou entrou na segunda opção de curso. A disputa só vale para disputar lugar na primeira opção de curso feita pelo candidato –não dá para mudar de curso nem escolher qualquer outra opção.

Divulgação do resultado das vagas remanescentes do Sisu 2017

Aqui está uma das grandes pegadinhas das vagas remanescentes do Sisu: o sistema não divulga o nome dos candidatos convocados em lista de espera. Para saber se ganhou uma das vagas disponíveis, o candidato precisa entrar em contato diretamente com a instituição de ensino.

Em outras palavras, quem entrar em lista de espera precisa ficar ligado nas divulgações que a instituição irá fazer. Faça contato frequentemente com o local escolhido (ligue para lá ou acesse o site). Isso precisa ser feito com uma boa frequência (diariamente, se possível) para não perder o período de matrículas caso seja chamado.

É importante não baixar a guarda nem um minuto. Isso pode garantir sua vaga em faculdade pública ainda esse semestre!


E se não conseguir uma vaga remanescente no Sisu 2017?

Se não rolar vaga no Sisu, paciência. O segredo é não desistir. Ainda tem outros processos seletivos que vão rolar, como:

FIES 2017 – a primeira edição começa daqui a pouco. Com o FIES dá para financiar a juros baixos um curso de graduação em universidade particular bem avaliada pelo MEC. O prazo para pagamento é longo e só começa a valer depois da formatura. O benefício está disponível para candidatos que apresentem renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos, tenham feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obtido, pelo menos, 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.
Sisu do segundo semestre – quem não conseguir vaga remanescente pode tentar o Sisu novamente no segundo semestre. Entre junho e julho o MEC abre seleção novamente. Para participar da segunda edição é preciso atender aos mesmos requisitos da primeira: ter feito o Enem 2016 e apresentar nota acima de zero na redação.
ProUni do segundo semestre – O Programa Universidade para Todos do primeiro semestre já encerrou inscrições. Agora, quem sonha com uma bolsa de estudos em faculdade privada pode tentar novamente no segundo semestre. Para isso, é preciso apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação do Enem 2016, além de atender aos requisitos de escolaridade e renda.
Ingresso direto em faculdade particular – Uma maneira rápida e eficaz de começar o ano estudando é tentar ingresso direto em faculdade particular. Aqui basta apresentar a nota do Enem e, caso atenda os requisitos mínimos da instituição desejada, correr para fazer a matrícula. Essa modalidade não possui limites de renda.

Conheça alguns locais onde dá para entrar dessa forma:

Veja também:
Como usar o FIES para pagar a faculdade

Vai tentar uma vaga remanescente do Sisu? Conte para a gente nos comentários!