Em 2017, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece em dois finais de semana seguidos, no início de novembro. Quem quiser prestar a prova precisa ficar de olho nos prazos: é preciso se inscrever bem antes!

As inscrições para o Enem 2017 ficam abertas entre os dias 8 e 19 de maio.

O processo não é difícil, mas exige uma dose extra de tempo e atenção para informar corretamente todos os dados solicitados – e não são poucos!

Para não passar nenhum perrengue, o segredo é chegar bem preparado, e com bastante antecedência, às inscrições. Por isso preparamos o passo a passo a seguir. Confira!


Passo a passo para se inscrever no Enem 2017

Dá um pouquinho de trabalho se inscrever no Enem, mas não é nada difícil. Basta informar seus dados corretamente, responder a algumas perguntas com bastante atenção e pronto.

Veja todos os passos:

1. A inscrição é feita no site oficial do Enem.

2. Logo de cara, você terá que informar seu número de CPF e a data de nascimento. Não pode usar o documento de outras pessoas, porque o sistema recupera alguns dados (inclusive o nome) automaticamente.

3. Na página seguinte, será preciso informar mais dados pessoais, como sexo, identidade, órgão expedidor, estado onde a identidade foi emitida, estado civil e nacionalidade.

4. Fique atento ao campo “cor ou raça”, caso você pretenda, no futuro, disputar vagas por meio de cotas em processos seletivos que utilizam a nota do Exame como critério de classificação.

5. No bloco a seguir será preciso digitar o CEP de sua residência. O sistema mostra parte do endereço automaticamente. Você só precisará informar o número do local onde vive e o do apartamento, se for o caso.

6. Em seguida vêm os campos de contato. Informe um endereço de e-mail e um número de telefone válidos, pois o MEC pode utilizar um desses meios caso precise enviar algum comunicado para você.

7. Agora é hora de criar uma senha para acessar o sistema. Pense em uma que seja fácil de memorizar, mas não tão óbvia. Você vai precisar dela muitas e muitas vezes: para confirmar a inscrição, saber onde vai fazer a prova, alterar dados, conferir o resultado, etc.
 
8. Depois da senha, vem o campo para dizer se você vai precisar de algum tipo de atendimento especializado (voltado a pessoas com deficiência física, dificuldades de visão, etc.). Leia o edital do Enem para entender se você se encaixa em algum desses casos.

9. Em seguida, você vai informar se precisa de atendimento específico, que é o caso de gestantes, mulheres que estão amamentando e idosos, por exemplo (todos os casos também estão no edital).

10. Na sequência, temos dois campos muito importantes: a opção de prova de língua estrangeira (Inglês ou Espanhol) e a cidade onde você vai fazer o Enem. Responda às perguntas com bastante atenção.

11. Depois, vai dizer se concluiu, não concluiu, está concluindo ou ainda vai concluir o ensino médio.

12. Por fim, será necessário responder a algumas questões sobre sua situação socioeconômica.

13. Assim que terminar de preencher tudo, o sistema oferece a possibilidade de baixar o boleto para pagamento da taxa de inscrição ou informa se o candidato é isento automaticamente.

Quem não for isento ainda tem mais uma missão a cumprir: é preciso correr para pagar o boleto do Enem. A inscrição só será concluída depois que o pagamento for confirmado pelo agente financeiro.


Dicas para fazer sua inscrição com mais tranquilidade

• A inscrição só pode ser feita pelo site oficial do Enem. Não existe qualquer outro canal que ofereça essa possibilidade. Se alguém disser o contrário, desconfie!
• Procure fazer a sua inscrição logo nos primeiros dias. Isso ajuda a resolver eventuais problemas com mais facilidade, sem medo de perder o prazo.
• Assim que fizer a inscrição, efetue o pagamento o quanto antes.
• Alguns dias depois do pagamento da taxa, não se esqueça de verificar na página do participante do Enem se a sua inscrição está confirmada.
• Enquanto as inscrições estiverem rolando, você ainda poderá alterar ou corrigir vários dados no sistema – inclusive o idioma da prova de língua estrangeira.


Datas de inscrição do Enem 2017

As inscrições para o Enem abrem a partir das 10 h do dia 8 de maio e permanecem no ar até as 23h59 do dia 19 do mesmo mês.

Em outras palavras, você tem mais de dez dias para fazer tudo.

O prazo para pagamento da taxa de inscrição segue até o dia 24 de maio.

Quem perder qualquer um dos prazos estará fora do Enem 2017. O MEC não abre exceção para ninguém nem modifica o cronograma.


Quanto custa se inscrever no Enem 2017

Este ano a inscrição no Enem custará R$ 82. O pagamento deve ser feito à vista em qualquer agência dos correios, casa lotérica ou agência bancária.

Quem pagar a taxa e desistir de participar do Enem 2017 vai ficar no prejuízo. O MEC não devolve o valor nem aceita transferi-lo para outra pessoa.

Em 2017 o MEC fechou o cerco aos participantes que pediam isenção da taxa. Agora só faz o Enem sem pagar nada quem se encaixar nos seguintes critérios:

• Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico .
• Ser aluno de escolas públicas regularmente matriculado e estar no último ano do ensino médio.

Quem ganhar isenção e não comparecer às provas terá que apresentar uma justificativa formal (atestados, declarações, etc.) explicando o motivo da ausência, caso deseje receber o benefício novamente no ano seguinte.

As provas do Enem 2017

Se você fez a inscrição, pagou a taxa ou conseguiu isenção, só resta agora reforçar os estudos até o dia das provas do Enem 2017.

Este ano elas serão aplicadas em dois domingos:

5 de novembro: provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação.

12 de novembro: provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias


Repare que agora as provas de Linguagens e Redação passaram para o primeiro dia. A de Ciências da Natureza foi para o segundo.


Onde estudar com a nota do Enem 2017

Com a nota do Enem 2017 você vai poder:
• Concorrer a uma vaga em mais de 130 universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).
• Tentar uma bolsa de estudos parcial ou integral em faculdades particulares de primeira linha pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), caso atenda aos requisitos de escolaridade e renda.
• Disputar uma vaga para financiar os estudos de forma facilitada e a juros baixos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), caso atenda aos requisitos de renda.
• Entrar direto em uma faculdade sem ter que fazer vestibular!

Conheça a seguir algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que participam do ProUni e do FIES, além de oferecerem a opção de ingresso direto:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
Universidade Estácio de Sá (UNESA)
Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia

Veja também:
Que nota preciso tirar no Enem 2017?

Tudo tranquilo para fazer a inscrição do Enem 2017? Agora conte para a gente quais são suas expectativas em relação às provas!