Antes mesmo de o FIES 2018 começar, já tem gente ansiosa por ver se estará na tão esperada lista dos aprovados.

Também, não é para menos. O processo seletivo para conseguir um financiamento estudantil a juros baixos é mega concorrido e para muita gente essa é a única chance de fazer um curso superior em 2018.

Além do mais, o governo federal recentemente promoveu algumas alterações no FIES. O programa está diferente, mas não menos difícil.

Para você controlar um pouco a ansiedade, a gente vai explicar tudo sobre a lista de aprovados do FIES 2018: quando sai, como consultar, o que os aprovados têm que fazer e muito mais. Confira!

Quando acontece o FIES 2018

O FIES 2018 deve ter, na verdade, duas edições diferentes. A primeira – e maior – edição do programa rola logo no início do ano, provavelmente nos primeiros dias de fevereiro.

O FIES do segundo semestre tem menos vagas e deve acontecer no final de julho ou começo de agosto.

O processo seletivo dura apenas quatro dias. Geralmente abre a partir das 10 h de uma terça-feira e se encerra às 23h59 da sexta-feira da mesma semana.

Lembre-se de que o Ministério da Educação (MEC) costuma exigir que os candidatos sigam os prazos à risca. Quem se atrasar não vai poder disputar o benefício naquele semestre.

Como é o processo seletivo do FIES 2018

A seleção para uma vaga de financiamento do FIES acontece por meio da nota do Enem. Quanto mais alta a pontuação apresentada pelo candidato, maiores as chances de conseguir o benefício.

A seleção acontece pela internet, no site do FIES Seleção. http://fiesselecao.mec.gov.br/ Durante quatro dias os candidatos que se encaixam nos requisitos mínimos podem acessar o sistema, fazer o cadastro e entrar na disputa por um financiamento.

Dependendo do desempenho das pessoas que disputam vaga no mesmo curso, turno e instituição, a nota de corte para conseguir o benefício pode aumentar ou diminuir bastante ao longo do processo seletivo. É preciso estar atento a isso, sempre. Caso a nota de corte aumente a ponto de ficar maior do que a sua pontuação, será preciso procurar outra opção de estudos. Esse movimento pode ser feito até o último minuto da seleção. O FIES vai levar em conta sempre a última opção salva no sistema.


Quando sai a lista de aprovados do FIES 2018

A seleção do FIES se encerra às 23h59 da sexta-feira. Os candidatos terão que esperar apenas dois dias (sábado e domingo) para conferir os resultados, que saem já na segunda-feira seguinte.

Para isso, basta acessar o site do FIES Seleção, informar seu CPF, a senha de acesso e ver se passou.

A checagem da aprovação é de responsabilidade do candidato. O MEC não vai atrás de ninguém para avisar.

E a lista de aprovados não é bem como as que conhecemos. É um resultado individualizado: o candidato só consegue saber se ele mesmo foi pré-selecionado ou ficou de fora.

Outra opção é ligar na faculdade onde tentou a vaga e perguntar se foi aprovado.

Na página de consulta do FIES dá para verificar todos os cursos, instituições, notas de corte e municípios participantes da edição mais recente.

O MEC ainda não divulgou o calendário do FIES 2018. Assim que o cronograma estiver disponível, a gente vai contar aqui as datas exatas do período de inscrições e da divulgação do resultado.


E quem não tiver no nome na lista de aprovados do FIES 2018?

Quem não for aprovado logo na primeira chamada do FIES 2018 não precisa perder as esperanças. Ainda há chances pela frente. É que o MEC costuma chamar mais um monte de gente que fica em lista de espera.

A lista de espera começa a ser acionada logo depois da divulgação dos resultados do FIES. Os motivos para que novos candidatos sejam chamados são os mais diversos: desistência de algum pré-aprovado, perda de prazos, documentação insuficiente, falta de comprovação, etc.

Só que aqui é preciso redobrar a atenção. O MEC vai fazendo essas chamadas muito discretamente. É obrigação do candidato entrar no sistema todos os dias e checar se o seu nome aparece entre os convocados em lista. Caso perca os prazos, outra pessoa vai ser convocada e assim por diante.

As chamadas de lista de espera costumam se estender por quase um mês depois da divulgação dos primeiros resultados, podendo chegar ao mês de março para a edição do primeiro semestre e até o final de agosto na do segundo semestre.

Assim que receber a convocação, é preciso correr: o MEC dá um prazo apertado para seguir com as outras três etapas de contratação do benefício – que podem ser bem burocráticas. Veja mais informações a seguir.


O que o candidato na lista de aprovados do FIES 2018 deve fazer?

Se o seu nome estiver entre os convocados pelo FIES, comemore em um minuto e no outro já se agilize para providenciar a documentação necessária.

Ao ser pré-aprovado, o candidato precisará se cadastrar em outro sistema, o SisFIES. Lá ele terá que detalhar informações socioeconômicas, informar renda, preencher questionários, etc.

Depois disso, vai ganhar um prazo relativamente curto para correr até a faculdade onde conseguiu financiamento e apresentar os documentos a uma comissão especial.

Caso o material seja aprovado, é hora de ir ao banco formalizar a assinatura do contrato. Nesse momento ele terá que cumprir novas exigências burocráticas, que envolvem apresentar um fiador ou optar por outros sistemas de fiança disponíveis.


Quem pode participar do FIES 2018

O FIES está aberto aos candidatos que atenderem aos seguintes critérios:
• Comprovar renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa.
• Ter desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação do Enem. Vale qualquer edição a partir de 2010.

Quem está em débito o Programa de Crédito Educativo (PCE/ CREDUC) ou já foi contemplado com o benefício do FIES não vai poder participar do processo seletivo.

Tem novidades no FIES 2018?

Sim, várias! Em 2017 o MEC andou mexendo de novo no programa. Agora ele está mais inclusivo e com benefícios diferenciados para determinados públicos e regiões.

Confira:

• A renda familiar bruta mensal para participar do FIES mudou. Passou de até três para até cinco salários mínimos por pessoa.
• O limite de mensalidade caiu. Agora os candidatos podem financiar cursos de qualquer valor.
• O sistema de cobrança também mudou. É possível começar a pagar as parcelas do financiamento logo que arranjar um emprego (depois da formatura, claro).
• O financiamento ganhou três categorias distintas:
  • FIES 1 – Será concedido com juro zero a candidatos que tenham renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • FIES 2 – Terá juros bem baixos, na casa dos 3% ao ano, e é voltado a candidatos que vivem nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Para participar, é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa.
  • FIES 3 – Destinado aos demais que se encaixam nos critérios de seleção. Os juros cobrados aqui ficarão na casa dos 6,5% ao ano.

E se não rolar de passar no FIES 2018?

Se você não conseguir passar no FIES 2018, saiba que existem algumas alternativas interessantes que podem garantir sua matrícula na faculdade num piscar de olhos.

A saída mais rápida é tentar vaga em faculdades particulares que aceitam a nota do Enem. Com isso você não precisa passar pelo perrengue de fazer vestibular. Muitas instituições contam com outros programas de financiamento que podem ser uma boa para quem está com o bolso apertado.

A outra alternativa é saber que no próximo semestre você vai poder participar novamente do FIES, mesmo que não tenha feito ou não queira fazer o Enem mais recente.


Onde estudar com (ou sem) o FIES

O FIES só pode ser usado em faculdades particulares bem avaliadas pelo Ministério da Educação. Essa é uma bela garantia de que o seu investimento não será em vão e que você vai sair da faculdade com um diploma bem aceito no mercado de trabalho.

O universo de instituições participantes do FIES é imenso. Para ajudar você a encontrar as melhores, separamos algumas sugestões onde você vai encontrar cursos em todas as áreas do conhecimento.

Nestas instituições você também pode usar a nota do Enem para ingresso direto, conforme falamos no tópico anterior.

Conheça:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia 


Veja também:
10 dicas para quem vai pedir o FIES


 
Está pensando em tentar o FIES? Em qual curso? Conte para a gente aqui nos comentários!