Não importa a região do país em que você mora ou pretende estudar: o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) está disponível em faculdades privadas de Norte a Sul e de Leste a Oeste do Brasil.

O número de cursos que você pode financiar pelo FIES também é muito grande – a oferta vai de Administração a Medicina, com opções do tipo bacharelado, licenciatura e tecnólogo em todas as áreas do conhecimento. A lista oficial, com a quantidade de vagas para aquele semestre, só fica disponível no período de inscrições. Já sabemos, no entanto, que determinadas faculdades participam de praticamente todas as edições do FIES.

Saiba mais sobre as faculdades que fazem parte do FIES, o que você precisa para pedir o financiamento, como e quando fazer a sua inscrição!


Quais faculdades fazem parte do FIES?

Centenas de faculdades privadas espalhadas por todas as regiões do Brasil aderiram ao FIES. A lista completa pode ser consultada no site do SisFIES, clicando em “Instituições participantes” e, a seguir, selecionando o estado e o município.

Essa lista, no entanto, pode sofrer alterações a cada nova edição do processo seletivo. A relação definitiva só fica disponível durante o período de inscrições para o processo seletivo do programa.

Uma das vantagens de estudar em uma das faculdades participantes do FIES é que todas elas foram previamente analisadas pelo Ministério da Educação (MEC) e receberam avaliações positivas, garantindo assim um bom nível de qualidade acadêmica.

Sugerimos a seguir uma pequena lista com ótimas instituições entre as muitas possibilidades que você pode encontrar no FIES:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
Universidade de Franca (UNIFRAN)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
E tem mais: essas faculdades oferecem programas de bolsas, descontos e até financiamentos a juros baixos, sem burocracia. As formas de ingresso também são variadas. Todas aceitam a nota do Enem, fazem vestibular tradicional, agendado, têm facilidades para alunos transferidos e para aqueles que estão em busca de uma segunda graduação. Ou seja, aqui você vai estar com a faca e o queijo não mão!


Quando posso pedir o FIES?

As inscrições para o FIES são abertas duas vezes ao ano, geralmente no início de cada semestre letivo. As datas exatas só são divulgadas no edital do programa, que costuma sair poucos dias antes do processo seletivo.

No entanto, podemos fazer uma estimativa com base no que vem acontecendo nos últimos anos.

Para a primeira edição do FIES, as inscrições costumam abrir em fevereiro. No meio do ano, entre julho e agosto. É preciso correr, pois o prazo para se inscrever costuma durar somente quatro dias – de terça a sexta-feira da mesma semana. Os resultados com os pré-aprovados saem na segunda-feira seguinte.

Após essa etapa, o aluno tem um prazo para fazer o cadastro em outro sistema. Depois disso, tem mais um período para ir à faculdade validar a documentação e ir ao banco assinar o contrato.

Mas se você está mesmo animado para tentar o FIES, não se preocupe. É só ficar ligado por aqui: assim que o MEC publicar as datas oficiais, divulgaremos tudo em detalhes para você!


O que é necessário para pedir o FIES?

O FIES exige o cumprimento de dois requisitos para solicitar o financiamento: um deles é acadêmico e o outro é econômico-social.

O acadêmico é verificado a partir da nota que o candidato obteve no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É obrigatório apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média geral das provas e não pode ter zerado na redação – valem as notas de qualquer edição do Enem a partir de 2010.

Esse é o desempenho mínimo para se inscrever. No entanto, sabemos que quanto melhores as suas notas, maiores são as chances de conseguir uma vaga no programa.

O outro critério tem a ver com a renda familiar e pode variar.

Em alguns casos, a renda bruta familiar mensal não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa. Em outros, essa renda não poderá ser maior do que cinco salários mínimos por pessoa.


Como se inscrever no FIES?

A inscrição no FIES é gratuita e deve ser feita exclusivamente pela internet, no site do FIES Seleção.

Lá o estudante faz seu cadastro, informado CPF e data de nascimento. A partir desses dados o programa verifica se o aluno cumpre o requisito das notas mínimas no Enem.

É preciso escolher a opção de curso, turno, unidade e faculdade que deseja financiar.


Que cursos posso pedir pelo FIES?

O FIES só financia cursos presenciais em universidades privadas. Mas a variedade de opções é enorme, abrangendo graduações nas áreas de Exatas, Humanas e Biológicas e nos graus de bacharelado, licenciatura e tecnológico.

Veja a seguir uma pequena amostra de cursos mais procurados nas últimas edições do programa:

• Administração
• Arquitetura e Urbanismo
• Ciências Contábeis
• Design Digital
• Direito
• Educação Física
• Enfermagem
• Engenharia Civil
• Engenharia de Produção
• Engenharia Mecânica
• Fisioterapia
• Gestão de Recursos Humanos
• Jornalismo
• Medicina
• Nutrição
• Odontologia
• Pedagogia
• Psicologia
• Radiologia
• Turismo

Veja também:
Novo FIES
São muitas as faculdades onde você pode financiar um curso pelo FIES. Já escolheu a sua? Conte para a gente aqui nos comentários!