Não é por acaso que o curso de Enfermagem está entre os 10 mais procurados do Brasil. Com um campo de emprego fértil em todas as regiões, a profissão ainda tem a importante missão de cuidar de quem mais precisa de ajuda.

É uma graduação para quem gosta de trabalhar em equipe, não quer ter uma rotina (todo dia é um novo desafio) e, principalmente, tem predisposição para ajudar as pessoas.

O trabalho do enfermeiro se concentra em hospitais, clínicas e centros de saúde. Porém, com a expansão e diversificação da carreira, muitos outros locais – alguns que você nem imagina – buscam enfermeiros que fiquem de plantão, prontos para agir se for preciso.

Tamanho dinamismo e procura refletem diretamente na oferta do curso. Hoje é possível encontrá-lo com facilidade nas principais faculdades públicas e privadas por todo o país.

Se você está pensando em seguir por esse caminho, fique bem ligado no material que preparamos. Ele traz todas as dicas de como é o curso de Enfermagem, o que se estuda, quanto custa e onde encontrar trabalho.

Confira todos os detalhes agora!

Como é o curso de Enfermagem

Enfermagem é um bacharelado com quatro anos de duração, em média. O curso pode ser feito em um único turno. O estudante pode escolher o período que melhor se encaixa no seu dia a dia: noturno, vespertino ou matutino.

Isso significa que dá para trabalhar e tocar a graduação ao mesmo tempo – o que é um alívio para aqueles que estão na luta para obter um diploma de nível superior e crescer na carreira.

O curso tem um perfil muito prático. Ao longo dos quatro anos o estudante vai ter acesso a um vasto conteúdo, com matérias de Medicina, Psicologia, Química, Biologia e até do Direito.

Muitas das atividades ocorrem em laboratórios, como:

• Anatomia
• Microbiologia
• Histologia e Biologia
• Bioquímica
• Enfermagem
• Técnicas Cirúrgicas

Além das atividades em laboratório, o curso tem uma carga considerável de prática clínica, ou seja, aquela em que o estudante precisa colocar a mão na massa e atender pacientes de verdade. Tudo é feito em centros de saúde associados à faculdade, sob a supervisão de um enfermeiro-chefe.

O curso é bem fácil de ser encontrado. Nada menos que 705 faculdades oferecem a graduação por todo o país – só que 85% são particulares.

Se o seu sonho é entrar em uma universidade pública, é bom se preparar para encarar a concorrência! A média nacional da relação candidato-vaga em Enfermagem é 46 – mas não se desespere. Esse número pode variar bastante de instituição para instituição.

Uma das grandes vantagens do curso de Enfermagem é que ele pode ser feito a distância – o que facilita ainda mais a vida de quem precisa conciliar emprego e estudos. Veja como funciona a seguir.


Curso de Enfermagem a distância

Pode parecer estranho para muita gente, mas existem, sim, cursos de Enfermagem a distância. As faculdades que oferecem o curso, apesar de não serem muitas, estão distribuídas em unidades e polos de apoio presencial por todo o país. Por isso, se você tem interesse, verifique se alguma instituição tem essa opção na sua cidade.

O curso de Enfermagem na modalidade EAD é oferecido no formato semipresencial. Devido ao grande número de atividades práticas, o aluno precisa estar fisicamente no polo de apoio presencial com certa frequência. Pode ser uma ou duas vezes por semana, dependendo da instituição. Nesses encontros, são realizadas atividades como aulas práticas e de laboratório, provas, trabalhos, etc.

As matérias teóricas são vistas a distância, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem. Nesse espaço o aluno encontra apostilas, aulas em vídeo, livros digitais, animações e todo tipo de material necessário para um bom desenrolar da disciplina.

Ele também conta com o apoio de professores e tutores durante todo o processo.

O diploma obtido em um curso de Enfermagem a distância reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) vale tanto quanto o presencial.


O que se estuda no curso de Enfermagem

Durante os quatro anos de estudos, os alunos vão ter acesso a uma lista imensa de matérias, especialmente relacionadas à Medicina e à Biologia.

A ideia é transmitir uma noção geral de tudo o que envolve o dia a dia do enfermeiro. Repare que muitas delas têm um caráter prático bem evidente.

• Anatomia Humana
• Atendimento Pré-Hospitalar
• Bioética e Aspectos Legais da Profissão
• Biofísica
• Biologia Celular
• Bioquímica
• Biossegurança e Vigilância Sanitária
• Enfermagem Cirúrgica
• Enfermagem Clínica
• Enfermagem Ginecológica e Obstétrica
• Epidemiologia
• Farmacologia
• Fisiologia Humana
• Genética
• Gestão em Saúde
• Histologia e Embriologia Humana
• Imunologia
• Microbiologia
• Nutrição
• Oncologia
• Parasitologia
• Patologia em Enfermagem
• Pediatria
• Psicologia da Saúde
• Relacionamento Enfermeiro-Paciente
• Saúde Ambiental
• Saúde Coletiva
• Saúde da Criança e do Adolescente
• Saúde da Mulher
• Saúde do Idoso
• Saúde do Trabalhador
• Terapia Intensiva
• Vigilância e Promoção de Saúde

Não custa lembrar que cada faculdade tem sua própria grade curricular e os nomes das matérias podem ser diferentes entre uma e outra.

As mesmas disciplinas são vistas tanto no curso a distância quanto no presencial. Confira a grade da instituição onde você pensa em estudar para ver se bate com seus objetivos profissionais.

Áreas de atuação do enfermeiro

Como a maioria já deve imaginar, a maior área de atuação dos enfermeiros inclui unidades públicas e privadas de saúde, como hospitais, clínicas, centros de saúde e ambulatórios.

No entanto, a profissão vem crescendo bastante nos últimos anos e, claro, tem expandido seu alcance.

Hoje não é difícil encontrar enfermeiros trabalhando em clubes esportivos, em navios e cruzeiros, hotéis e resorts de grande porte, eventos e em pronto atendimento móvel.

A carência de profissionais nas regiões mais remotas do país torna a profissão atrativa para quem pensa em se aventurar pelo interior. Já nos centros urbanos, a constante ampliação da rede hospitalar faz com que haja sempre emprego disponível, mesmo diante de um mercado mais saturado.

Outro campo de atuação que cresce bastante é o home care, ou atendimento em domicílio, que presta assistência pessoas que necessitam de cuidados em sua própria casa (principalmente idosos).

A profissão exige muito sangue frio, atenção aos detalhes e, principalmente, capacidade de trabalhar em equipe.

Os salários variam bastante de acordo com a experiência, especialização e local de trabalho do profissional.


Quanto custa estudar Enfermagem

Acha que estudar Enfermagem custa uma fortuna? Pois aqui temos outra boa notícia. O curso, mesmo sendo da área da Saúde, não está entre os mais caros.

Em algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC a mensalidade sai por pouco mais de R$ 450 no turno matutino e mais ou menos R$ 600 no período noturno.

A média nacional é de R$ 860, mas se você procurar vai encontrar instituições que cobram mensalidades acima dos R$ 2.000 – enfim, tem de tudo.

As faculdades a distância têm preços que se aproximam das mensalidades presenciais mais baratas. A partir de R$ 500, mais ou menos, dá para fazer o curso nessa modalidade, com uma vantagem extra: economizar com deslocamentos, já que não é preciso ir à faculdade todos os dias!


Onde estudar Enfermagem

Depois de escolher de que forma você quer estudar – presencialmente ou a distância – é hora de buscar a faculdade ideal.

E as melhores instituições são aquelas que têm reconhecimento e boa avaliação junto ao MEC. Não deixe de conferir essa informação, pois só diplomas reconhecidos pelo MEC são aceitos no mercado de trabalho!

Separamos algumas faculdades bem avaliadas que oferecem o curso de Enfermagem por todo o Brasil. Anote aí:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 
Faculdade Unime (UNIME) – na Bahia

Veja também:
Qual o salário de um enfermeiro?

Curtiu saber mais sobre o curso de Enfermagem? Tem mais alguma dúvida? Compartilhe com a gente aqui nos comentários!