As Ciências Sociais estudam o homem e suas organizações em contextos históricos, econômicos, políticos e culturais.

Tanto o curso quanto a profissão são para pessoas que gostam de exercitar o pensamento crítico em pelo menos três linhas distintas: a sociologia, a antropologia e a ciência política.

Justamente por ser uma profissão tão ligada às dinâmicas sociais, é fácil encontrar cientistas sociais em instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e organizações não governamentais.

Tem interesse em seguir carreira em Ciências Sociais? Então fique aqui com a gente. Vamos explicar em detalhes como funciona o curso, as diversas modalidades de estudos, os níveis de formação, as áreas de atuação mais comuns e as faculdades mais bacanas onde estudar!


O curso de Ciências Sociais

O curso de Ciências Sociais pode ser encontrado em quase 200 universidades por todo o Brasil. Boa parte, acredite se quiser, está na rede pública de ensino.

De acordo com o mais recente Censo da Educação Superior, essa graduação tem aproximadamente 30 mil alunos matriculados atualmente.

As Ciências Sociais podem ter dois enfoques diferentes:

Licenciaturas: Cursos que formam professores para atuar no ensino fundamental e médio das redes de ensino pública e particular.
Bacharelados: Formam cientistas sociais para trabalhar em órgãos públicos, empresas de diversos portes, ONGs, institutos de pesquisa e muito mais.

Como o curso é facilmente encontrado nas universidades públicas, é comum essas instituições oferecerem as duas opções aos estudantes. Fazendo algumas disciplinas a mais, é possível sair da faculdade com os dois graus (de bacharel e licenciado) e encontrar muito mais alternativas no mercado de trabalho.

Muitos dos cursos oferecem três linhas de formação:

Antropologia: estuda a formação do homem no seu contexto histórico e cultural.
Ciências Políticas: tratam do contexto político sob o viés de diversas teorias universais.
Sociologia: trata da relação entre homem, sociedade e natureza.

Nas faculdades que oferecem apenas a opção de licenciatura, a linha seguida é a da Sociologia. Há também instituições que oferecem cursos de Antropologia e Ciências Políticas fora do guarda-chuva das Ciências Sociais.

O curso é essencialmente teórico e tem quatro anos de duração. Para se dar bem aqui é preciso ter facilidade com leitura e interpretação de textos e muita disposição para desenvolver um olhar crítico sobre diversos assuntos da atualidade.

Veja a seguir o que se estuda em Ciências Sociais.


Grade curricular de Ciências Sociais

Quem pretende estudar Ciências Sociais precisa se preparar para o volume de leituras. São muitas e muitas teorias que o estudante precisa conhecer a fundo, desde as mais antigas até as contemporâneas, em diversas linhas de pensamento.

O curso prevê muitos debates em salas de aula, apresentação de trabalhos e produção de textos. São quatro anos para desenvolver e testar sua capacidade de articular saberes.

Confira um exemplo de algumas disciplinas que aparecem com frequência nas principais faculdades:

• Antropologia
• Antropologia no Brasil
• Ciência Política
• Cultura Brasileira
• Debates Atuais
• Demografia
• Didática
• Diversidade Étnico-Cultural
• Economia Brasileira
• Estudos de Parentesco
• Estudos de População
• Estudos Urbanos
• Ética Geral e Cidadania
• Filosofia
• Metodologia de Ensino
• Movimentos Populares e Transformação
• Pensamento Social do Brasil
• Pesquisa em Ciências Sociais
• Políticas Públicas e Sociais
• Prática de Ensino
• Psicologia da Educação
• Relações Internacionais
• Saúde e Sociedade
• Sociologia
• Tecnologias da Informação e da Comunicação
• Teoria e Pesquisa em Ciência Política
• Teorias do Estado
• Teorias e Experimentações Etnográficas

Normalmente, tanto a licenciatura quanto o bacharelado possuem uma base de estudos similar, com fundamentos da Sociologia, Antropologia e Ciências Políticas, as principais teorias, estudos sociais, etc. A diferença é que a licenciatura também inclui matérias ligadas à educação, como Metodologias de Ensino, Psicologia Educacional, Didática e Práticas Escolares.


Curso de Ciências Sociais a distância

Aqui vai uma ótima notícia para quem quer fazer Ciências Sociais mas precisa conciliar a faculdade com outras atividades do dia a dia: o curso também está disponível na modalidade a distância!

A diferença é que a imensa maioria das opções EAD oferece o grau de licenciatura. Pouquíssimas faculdades têm o bacharelado nessa modalidade.

Outra notícia bacana é que o curso pode ser feito quase que inteiramente de casa, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem acessado via internet. Ao longo do semestre o aluno só terá que ir à faculdade ou a um polo de apoio pouquíssimas vezes, para apresentar trabalhos ou fazer alguma prova.

O ambiente virtual de aprendizagem concentra tudo o que o aluno precisa para fazer um bom curso. Lá ficam aulas em vídeo, livros digitais, apostilas, apresentações, gráficos, animações, exercícios e tudo o que for necessário para que o aluno tenha uma visão abrangente e crítica de cada disciplina.

É importante lembrar que na modalidade EAD é preciso ter bastante senso de organização, autonomia e disciplina para se dedicar ao curso e cumprir as tarefas nos prazos definidos. Há uma equipe de professores e tutores para auxiliar o estudante durante todo o processo.

O diploma de uma graduação em Ciências Sociais ou Sociologia a distância vale tanto quanto o de um curso presencial. Você pode usá-lo normalmente para se inscrever em pós-graduações, participar de concursos públicos ou buscar uma vaga de emprego na área.


Área de atuação do cientista social

Em tempos de questionamento dos paradigmas da educação formal, de mudanças de governo e na economia, a figura do cientista social é mais do que necessária para ajudar a entender o cenário pelo qual estamos passando.

Sua força de trabalho vem sendo cada vez mais procurada por empresas privadas – um campo de atuação até então bem pouco explorado por esses profissionais. O cientista social tem a capacidade de avaliar criticamente situações complexas e, a partir daí, pode reunir informações que vão ajudar na tomada de decisões estratégicas.

Seu campo de atuação clássico, no entanto, continua a ser as instituições de ensino. Escolas e universidades ainda são os maiores empregadores dos cientistas sociais, que encontram posição tanto na docência quanto na pesquisa acadêmica.

As atividades mais comuns são:

• Dar aulas
• Desenvolver pesquisas de cunho antropológico, político ou social
• Fazer análise de dados
• Prestar assessoria e consultoria em áreas como saúde, educação, cultura, planejamento urbano, recursos humanos, política e meio ambiente
• Compor equipes multidisciplinares de análise, junto com profissionais de Comunicação, História, Economia, Administração, Direito, Serviço Social, etc.

Os maiores empregadores dos cientistas sociais são:

• Fundações
• Conselhos municipais
• Organizações não governamentais
• Secretarias de governo municipal e estadual
• Empresas públicas e privadas
• Assessoria de prestações de serviços públicos
• Institutos de pesquisa
• Universidades
• Escolas
• Sindicatos
• Partidos políticos

Um detalhe super importante: a vida de um cientista social é estudo, estudo e mais estudo. Por isso, as pós-graduações têm uma importância vital na carreira desses profissionais. Ter uma especialização é bom, ter um mestrado é melhor ainda e um doutorado, excelente.

Quanto custa estudar Ciências Sociais

Quem for investir em uma faculdade privada vai ter que desembolsar, em média, R$ 950 pelo curso de Ciências Sociais. Dependendo da instituição, o valor pode partir de R$ 700 e chegar a mais de R$ 1.500.

Para quem quer economizar, estudar a distância pode ser a melhor saída. As mensalidades começam em R$ 250, praticamente um quarto do valor cobrado nos cursos presenciais!

Onde estudar Ciências Sociais

Como já dissemos antes, o curso de Ciências Sociais pode ter abordagens bem diferentes, dependendo da faculdade que o oferece.

É por isso que pode aparecer com nomes tão diferentes. Conheça alguns exemplos de cursos correlatos:

• Ciências Sociais
• Ciência Política
• Antropologia
• Sociologia
• Sociologia e Política
• Ciências Humanas – Sociologia    
• Ciências Sociais – Políticas Públicas
• Ciências Sociais – Ciência Política
• Ciência Política e Sociologia – Sociedade, Estado e Política na América Latina

Independentemente daquele que você vai escolher, é preciso ficar de olho bem aberto se o curso tem autorização do MEC para funcionar. Isso é o que vai garantir que seu diploma tenha validade no mercado de trabalho.

Para ajudar na sua busca, separamos algumas instituições bem avaliadas que oferecem diferentes cursos para quem quer seguir carreira nas Ciências Sociais:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF)

Veja também:
Conheça os 10 cursos mais baratos do Brasil


Está pensando em tentar Ciências Sociais? Vai de bacharelado, licenciatura ou os dois? Conte para a gente aqui nos comentários!