A PROFISSÃO

Os engenheiros agrônomos estudam, concebem e orientam a execução de trabalhos relacionados com a produção agrícola e animal e realizam pesquisas e ensaios de modo a que os produtos sejam produzidos de forma rentável e com qualidade.

O seu trabalho pode englobar um vasto conjunto de atividades relacionadas com a vida vegetal e animal. No âmbito da vida vegetal, inclui-se a análise da composição dos solos e das condições climáticas a que estes estão sujeitos.

Este é um trabalho que serve de base para planear a utilização da terra, escolher as culturas mais adequadas e organizar todas as atividades relacionadas com o cultivo e a colheita.

Neste sentido, estes profissionais definem a área de terreno a explorar, coordenam os trabalhos de correção dos solos de modo a facilitar as atividades de plantação, tratamento e colheita e fazem o ordenamento das culturas de acordo com as melhores rotações.

Determinam, ainda, quando (época do ano) e como (tecnologias e métodos a utilizar) se procede à drenagem, sementeira, fertilização, rega, colheita e tratamento contra pragas e doenças.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Realizam, também, estudos e experiências procurando aumentar e melhorar a produção agrícola.
Esta é uma atividade de investigação, na qual se inclui o aperfeiçoamento genético das plantas, com vista a aumentar a sua resistência aos fatores desfavoráveis do meio, sejam eles climáticos ou referentes ao solo.
Desenvolvem métodos de combate a ervas daninhas, pragas, doenças das plantas e animais prejudiciais às culturas.
Promovem ainda estudos e experiências para aperfeiçoar as técnicas de cultura em estufa, destinadas à obtenção de colheitas em qualquer época do ano e independentemente dos fatores meteorológicos serem favoráveis ou não.
No âmbito da vida animal, são responsáveis pela criação dos animais e pelo aperfeiçoamento das respectivas raças.
 Assim, organizam a utilização dos pastos e elaboram planos para fornecer aos animais uma alimentação adequada e equilibrada, controlam a reprodução, selecionando os animais e indicando cruzamentos e inseminação artificial e promovem a preservação de espécies autóctones (espécies próprias de determinada região).
 São também responsáveis pelo abate dos animais e pela produção dos seus derivados (por exemplo, leite e peles).

CONHECIMENTOS NECESSÁRIOS

Língua portuguesa.
Geografia
Biologia
Química