A Profissão

O Fonoaudiólogo é o profissional capacitado para atuar no processo de comunicação do ser humano nas suas etapas de aquisição, desenvolvimento e abrangência, quer nas suas manifestações de normalidade quer nos seus distúrbios.

Para tal, necessita compreender o indivíduo em relação à sua história de vida, sua situação em relação ao distúrbio que o acomete e seu contexto sociocultural.

O fonoaudiólogo trabalha em área limite com a educação (didática e pedagógica), com a medicina (saúde pública, otorrinolaringologia, foniatria, neurologia, psiquiatria, pediatria), com a odontologia (ortodontia), com a psicologia (clínica e pesquisa) e deve, por isto, na sua formação profissional adquirir conhecimentos de ciências biológicas, morfológicas e fisiológicas, ciências médicas, odontológicas, ciências humanas, sociais e políticas, ciências físicas, conhecimentos de educação, didática, de linguística, filosofia, teoria do conhecimento, alé;m de conhecimentos específicos de voz, fala, audio e linguagem de ser humano.

Atividades Desenvolvidas

Excetuando-se os profissionais que trabalham essencialmente na área de audiologia, os demais se distribuem em um campo de atuação bastante diversificado, que compreende os seguintes segmentos:

Serviços públicos de saúde: encontramos o fonoaudiólogo inserido em equipes interprofissionais, atuando de forma eminentemente preventiva em hospitais, postos de saúde, unidades básicas, ambulatórios de especialidades e hospitais-dia.

Educaç;o: em instituições públicas ou privadas, o fonoaudiólogo atua em creches, ONGs, escolas de 1 e 2 graus, orientando os professores e auxiliando na elaboração de programas de alfabetização. Atua, ainda, como docente em cursos de graduação e pós-graduação em Fonoaudiologia.

Serviços de saúde ocupacional/indústrias: a atuação do fonoaudiólogo, na área de saúde do trabalhador, encontra-se em franca ascensão, em virtude da legislação vigente, que obriga as indústrias a realizarem exames audiológicos em seus funcionários. O fonoaudi&oacut;logo realiza avaliações audiológicas admissionais, periódicas e demissionais, e está engajado em programas de conservação auditiva e controle de ruído.

Centros auditivos: onde o fonoaudiólogo realiza avaliações audiológicas, bem como a seleção e adaptação dos aparelhos auditivos comercializados pelas empresas; Meios de comunicação, artes e telemarketing: junto aos profissionais que tem a fala e a voz como instrumento de trabalho, a atuação do fonoaudiólogo visa a aprimorar os padrões de articulação, respiração, entonação, entre outros.

Entidades e associações de assistência a deficientes: novamente inserido em equipes interprofissionais, o fonoaudiólogo atua junto a pacientes portadores de deficiências auditivas, mental, física, bem como distúrbios emocionais e neurológicos.

Clínicas geriátricas/asilos: atendimento a pacientes acometidos de patologias decorrentes da idade (ex: afasias, disartrias, etc.)

Entidades de classe: trabalho voltado aos interesses da profissão e da classe fonoaudiológica, desenvolvido nos conselhos, sindicatos, associações e sociedades.

Onde estudar Fonoaudiologia

Confira as instituições que oferecem os melhores cursos de Fonoaudiologia:

  • Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL)
  • Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP)
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]