Se você sempre sonhou em obter um diploma em uma universidade Americana, provavelmente uma das mairoes barreiras para realizar o seu sonho é como financiar a sua educação.  Neste artigos vamos discutir algumas opções para lhe ajudar a tornar seu sonho em realidade.  Mas primeiro, vamos rever o tamanho desse obstaculo.

O custo de uma educação universitária nos Estados Unidos é absurdamente cara.  No ano escolar de 2007-2008 o custo médio em uma universidade pública, o que requer residência nos estado one a universidade está situada, foi de $13.589 por ano.  Este custo inclui todas as taxas da universidade, incluindo alojamento, mas não inclui o custo de livros e outros materiais escolares.

Em uma universidade particular, o custo médio do ano escolar 2007-2008 foi de $32,307 por ano.  Isso significa dizer quer para você obter um diploma em um curso universitário de 4 anos, você irá gastar em média $129.228.  Se você, nao conseguir terminar o seu curso em 4 anos, e extender a sua vida universitaria para cinco anos, o que é bastante comum, você precisará de $161.535! 

O governo Americano oferece uma serie de ajudas para os cidadões Americanos, na maioria dos casos através de empréstimos que devem ser pagos em várias parcelas depois da formatura.  Muitos jovens Americanos estão saindo das universidades completamente individados, começando suas vidas profissionais com um enorme saldo negativo.  Para estudantes estrangeiros que não são cidadões Americanos esses empréstimos não estão disponíveis. 

Então quais são as opções para os Brasileiros que gostariam de obter um diploma de uma universidade americana, mas não podem nem sonhar em obter tais quantias para financiar sua educação?  Existem várias opções:

Se Você Mora Atualmente no Brasil

Se você atualmente reside no Brasil, a melhor opção é obter uma bolsa de estudos.  Várias universidades Americanas oferecem bolsas para estudantes estrangeiros, mas a forma mais eficiente de obter uma bolsa para bacharelado é através da Bolsa de Estudos do Instituto Brasil Estados Unidos (IBEU).  O IBEU, em parceria com o Institute of International Education (IIE) oferece várias bolsas todos os anos para alunos brasileiros que querem estudar nos Estados Unidos. 

As bolsas do IBEU são oferecidas pelas universidades com convênio com o IIE e podem ser bolsas integrais de 4 anos ou parciais, dependendo da situação.  Além disso o IIE paga as passagens de ida e volta do estudante.  Os requisitos são que você fale bem o Inglês, tenha boas notas, e passe por um processo bastante seletivo.  Para mais infomações entre em contato com:

Instituto Brasil Estados Unidos
Departamento de Bolsas e Orientação Educacional
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 690/10 andar sala 1004 20050-000 Rio de Janeiro, RJ
Telefone: (21) 3816-9445 - e-mail: neidemonteiro@ibeu.org.br

Se você já tem o bacharelado e procura oportunidades para fazer o mestrado, o CNPq, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, oferece uma série de bolsas.

Outras opções incluem:

Fulbright

Comissão para Intercâmbio Educacional entre os Estados Unidos da América e o Brasil

Rotary International

Programas de bolsa para intercâmbio culturais

American Association of University Women

Bolsas para mulheres não americanas e não residentes nos Estados Unidos para estudos e pesquisa nos EUA

Amcham International Fellowship Program

Bolsas para mestrado em áreas aplicadas à indústria

Organization of American States (OAS)

A OAS oferece bolsas e empréstimos para estudantes latino-americanos estudarem nos Estados Unidos, mas requer que o estudante retorne ao seu país de origem após terminar os estudos.

Se Você Mora nos Estados Unidos

Se você é residente ou cidadão Americano, a melhor opção é fazer uma aplicação direta com a Universidade na qual você estás interessado e indagar sobre as possibilidades de “Financial Aid”.  Essa discussão sobre ajuda financeira para residentes e cidadãos Americanos é bastante extensa e vai além do propósito deste artigo.

Uma outra boa possibilidade para Brasileiros nos Estados Unidos, tanto documentados como não documentados, é fazer cursos nas chamadas “community colleges”.  Essas escolas oferecem uma série de cursos a nível universitário e vários programas de 2 anos que saem muito mais em conta do que os cursos nas universidades.  O interessante é que você pode transferir os créditos dos cursos obtidos nos “community colleges” para as universidades quando você estiver pronto para obter o seu diploma.

O mais importante é pesquisar e persistir.  Os recursos acima são só um começo.  Com garra e persistência você também pode conseguir estudar de graça, ou quase de graça.