Não há dúvida de que o uso do dicionário é imprescindível para quem se propõe a escrever bem. Todavia, como as palavras, em geral, têm mais de um significado, a simples consulta ao dicionário pode ser uma armadilha para um estudante descuidado.

Palavras inadequadas ao contexto – Deve-se ter sempre em mente que a significação da palavra é condicionada pelo contexto da frase e do parágrafo. Procure evitar impropriedades como as seguintes: O colegiado poderá decidir antecipadamente (quando o que se quer dizer é: o colegiado poderá antecipar a decisão).

O prazo final está marcado para 31 de março (o que está marcado é o fim do prazo; pode-se também dizer que o prazo acaba em 31 de março). Uma das vantagens desse empreendimento é menos custo... (quando o mais adequado é: menor custo). O salário mínimo passará a valer 900 reais (o que vale é o bem ou serviço; o salário passará a ser 900 reais).

"Falsos sinônimos" – Embora dois vocábulos possam ter sentidos semelhantes, estes nunca serão exatamente iguais. Em cheio e pleno, a diferença é tênue. O primeiro é mais usado em linguagem corrente (sala cheia de gente); o segundo aparece, em geral, em obras literárias (primavera plena de alegrias) ou com o significado de "completo, inteiro, absoluto; cabal" (às quatro horas, em plena escuridão...). Há também diferença entre os termos caso e hipótese; comportamento e atitude, que os dicionários apresentam como sinônimos. Observe:

“Na hipótese (eventualidade) de você ser eleito, lembre-se do caso (acontecimento, fato) do Palace II”. "A atitude (reação positiva ou negativa em relação à determinada situação) que ele assumiu perante a vida ditou-lhe o comportamento (procedimento, conduta) daquele dia em diante."

Não acredite em sinônimos perfeitos. Seja criterioso ao escolher as palavras, pois quase sempre existe uma única palavra para exprimir com exatidão o que você quer dizer. Escolha a alternativa mais adequada ao contexto que a situação estiver requerendo.

Redundância

Confundindo-se às vezes com o pleonasmo (repetição de uma mesma idéia, mediante palavras diferentes), ela consiste não apenas em explicitar em demasia, em detalhar desnecessariamente, em acrescentar idéias já claramente expressas ou implicitamente subentendidas, mas também em sobrecarregar a frase com adjetivos e advérbios, com acumulação de sinônimos e repetição de palavras sem efeito enfático algum.

Fuja a repetições viciosas de idéias e pormenores desnecessários. À exceção de casos especiais de redundância (para enfatizar uma idéia ou conferir à expressão mais clareza – p. ex.: "afim de aperfeiçoar, ainda mais, nossos serviços..."), evite os pleonasmos.

Palavras desnecessárias

“Quando de repente, o telefone tocou”. Por acaso existe algum modo do telefone tocar sem ser “de repente”?Será que algum telefone avisa quando irá tocar? É claro que não, portanto é desnecessário escrever desse modo, prefira escrever simplesmente: o telefone tocou.

Este é um exemplo de palavras desnecessárias que comumente se costuma incluir em um texto. Procure ser direto e objetivo, tais palavras só prejudicam sua redação.

Você também deve tomar cuidado com algumas palavras – geralmente qualificativas – que só servem para alongar a frase.O pouco que essas palavras podem acrescentar à mensagem não justifica sua permanência no texto. Veja alguns exemplos:

- total atenção; alterações necessárias; fundamental importância; foi considerado como sendo o melhor aluno; como é sabido; como se sabe; seguir rigorosamente; devidamente lacrado; atender prontamente; valor efetivamente recebido; estritamente necessários; muito embora se saiba que; está completamente envolvido; o serviço ficou totalmente paralisado; piorou ainda mais a situação; isto posto, concluímos finalmente que; até o presente momento; é desnecessário dizer que; por sua vez, deve... Em casos especiais, estas expressões podem até ser necessárias, mas, em geral, são prescindíveis.

Alguns desses acessórios, além de inúteis, são pleonásticos, como: manter permanentemente; surpresas inesperadas; de sua própria autoria; novidades inusitadas; evidência concreta; conclusão final; ganhar gratuitamente; encarar de frente; ocorreu no horário das 8 às 19 h; planejar com antecedência; já logo na próxima semana; continuamos ainda aguardando; dividir em duas metades iguais; na atual conjuntura moderna; nosso apreço e estima; fundamentos básicos; anteriormente citado; reiteramos novamente; na data de hoje.

Lembre-se: Sua redação deve ser clara e limpa, escreva somente o necessário e o escreva bem, evite enfeitar sua redação com expressões que pouco contribuem para seu texto.

Por: Rogério Strazzeri