1. Desenvolvimento enumerativo:

“Há três métodos pelos quais pode um homem chegar a ser primeiro-ministro. O primeiro é saber, com prudência, como servir-se de uma pessoa, de uma filha ou de uma irmã; o segundo, como trair ou solapar os predecessores; e o terceiro, como clamar, com zelo furioso, contra a corrupção na corte. Mas um príncipe discreto prefere nomear os que se valem do último desses métodos, pois os tais fanáticos sempre se revelam os mais obsequiosos e subservientes à vontade e às paixões do amo.”

(Jonathan Swith. Viagens de Gulliver)

2. Desenvolvimento por exemplificação:

“Em certas sociedades, o sistema de alianças, que fundamenta as relações de parentesco sobre as quais a comunidade está organizada, exige que a criança seja levada, ao nascer, à irmã do pai, que deverá responsabilizar-se pela vida e educação da criança. Em outras, o sistema de parentesco exige que a criança seja entregue à irmã da mãe. Nos dois casos, a relação da criança é estabelecida com a tia por aliança e não com a mãe biológica. Se assim é, como fica a afirmação de que as mulheres amam naturalmente os seus filhos e que é desnaturada a mulher que não demonstrar esse amor?”

(Marilena Chauí)

3. Desenvolvimento por causa e conseqüência:

“Os historiadores brasileiros mostram que, por razões econômicas, a elite dominante do século XIX considerou mais lucrativo realizar a abolição da escravatura e substituir os escravos africanos pelos imigrantes europeus. Essa decisão fez com que o mercado de trabalho fosse ocupado pelos trabalhadores brancos imigrantes e que a maioria dos escravos libertados ficasse no desemprego, sem habitação, sem alimentação e sem qualquer direito social, econômico e político.”

(Marilena Chauí)

4. Desenvolvimento por citação:

“Escrevendo sobre a teoria da linguagem, o lingüista Hjelmslev afirma que “a linguagem é inseparável do homem, segue-o em todos os seus atos”, sendo o instrumento graças ao qual o homem modela seu pensamento, seus sentimentos, suas emoções, seus esforços, sua vontade e seus atos...”

(Marilena Chauí)

5. Desenvolvimento por comparação:

“Existem várias diferenças culturais entre os Estados Unidos e o Brasil: nas relações entre os governantes e a nação, no Brasil, por exemplo, predomina a idéia de que aqueles seriam os “donos” do país, podendo fazer o que quiserem (como criar novos impostos todos os anos, trocar de moeda, etc.), enquanto nos Estados Unidos - e mais recentemente no Japão, após a derrota na Segunda Guerra e a adoção de novos valores - predomina a visão de que os governantes são apenas funcionários públicos, mesmo que importantes, que somente existem para servir aos cidadãos.”

(J. Willian Vessentini)


6. Desenvolvimento por contra-argumentação:

“Na medida em que a caça é proibida no Brasil, não se pode admitir a existência de uma Associação Brasileira de Caça nem de lojas de caça e pesca. Um novo capítulo da Constituição brasileira proíbe essas atividades. Caça não é esporte, porque esporte pressupõe igualdade de condições entre os contendores, um conhecimento prévio, de ambas as partes, das regras do jogo, e a existência de um juiz que faça cumprir essas regras.”

(Cacilda Lanuza)

O autor parte de um outro texto e passa a refutá-lo.

7. Desenvolvimento por Dados históricos:

“Em 16 de Abril de 1945, 2 milhões e meio de soldados soviéticos, apoiados por 42.000 canhões, 6.250 carros de assalto e 7.500 aviões, iniciaram o ataque à cidade, dominada por nazistas. No dia 30, a bandeira vermelha da vitória, com a foice e o martelo, ondulou sobre o Reichstag. Metade dos edifícios estava destruída. Dos 4,3 milhões de habitantes, restavam 2,5 milhões, famintos e ameaçados por epidemias.”

(Caros Amigos, Outubro de 1999, pg. 26)

Com o intuito de convencer, o autor busca dados históricos que sustentem seu ponto de vista.

8. Desenvolvimento por definição:

“O humor, numa concepção mais exigente, não é apenas a arte de fazer rir. Isso é comicidade, ou qualquer outro nome que se escolha. Na verdade, humor é uma análise crítica do homem e da vida. Uma análise não obrigatoriamente comprometida com o riso, uma análise desmistificada, reveladora, cáustica. Humor é uma forma de tirar a roupa da mentira, e o seu êxito está na alegria que ele provoca pela descoberta inesperada da verdade.”

(Ziraldo)

O produtor do texto define o tema abordado com o intuito de buscar a adesão de leu leitor.

9. Desenvolvimento através de questionamentos:

“Será muito pedir justiça? Será muito ansiar pelo fim da impunidade? Será muito almejar a intimidação das bestas abancadas no poder e das que articulam se abancar para encher de horror a humanidade?”

(Ricardo Brisolla Balestreri)

O desenvolvimento lógico surge através de uma seqüência de questionamentos.

10. Desenvolvimento por Dados estatísticos:

“No período entre 1920 e 1972, a United States Steel, sob o nome de Companhia Meridional de Mineração, exauriu o minério de bom teor de manganês do morro da mina, em Conselheiro Lafaiete, MG. Extraiu 14 milhões de toneladas de minério bruto, dos quais 13 milhões foram transmigrados para o país sede da empresa, ficando no Brasil o buraco.”

(J.W. Bautista Vidal)

O dado estatístico serve para ilustrar o que foi falado anteriormente pelo produtor do texto.