Renato Francisco Gastaldelo Amaral dá dicas de como passar no Vestibular. Ele é autor do livro: "Vestibular sem medo: passei quatro vezes na Fuvest". Fez seu primeiro vestibular aos 14 anos. Entre suas façanhas, passou na USP para: Medicina, Direito, Administração e Ciências Biológicas, e em primeiro lugar em Computação na FATEC-SP

Para Renato, "O que me ajudou a entrar foi muita, mas muita, humildade e respeito pelos concorrentes. Outros fatores importantes foram a estratégia de prova, controle do tempo, atitude mental favorável, alimentação balanceada, técnicas de memorização, leitura dinâmica, estratégia de estudar por prazer e não por obrigação, técnicas de resumo das matérias, prever questões que o examinador vai propor, assistir a programas campeões da TV Cultura, etc."

"E, o mais fundamental: estudo, mas muuuito estudo mesmo. Sem estudo não vamos a lugar nenhum. Mas não basta estudar de qualquer jeito: é preciso haver um bom plano de estudos e privilegiar as matérias em que estamos mais fracos.

Técnicas de resumo otimizam a memorização das matérias. Uma atitude mental favorável e campeã aumenta o rendimento da assimilação dos tópicos, assim como pensamentos adequados manobram as emoções a nosso favor e nos impelem para a vitória."

Renato dá recomendações práticas para recuperar o tempo perdido e encarar a iminência do vestibular numa boa:

1- Elimine todo e qualquer sentimento de revolta de sua mente. A raiva é um sentimento altamente dispersivo e negativo que diminui o rendimento do estudo;

2- Acorde uma ou duas horas mais cedo. Durma pelo menos sete horas por noite;

3- Estabeleça horários flexíveis para estudar, comer, tomar banho, etc, e procure seguir, com muita calma, mais ou menos aquilo que foi planejado para o dia de hoje, sem grandes dispersões, mas também numa boa, sem muita pressa;

4- Desenvolva uma atitude mental favorável;

5- Peça a compreensão de seus pais, irmãos, amigos e da namorada ou namorado. Explique que você tem de reduzir os contatos sociais para ler mais e poupar-se para o vestibular;

6- Faça apenas o melhor que puder;

7- Ninguém é de ferro ou absoluto a ponto de dispensar algumas horas de lazer. Sempre descanse depois de uma boa "rachada" nos livros e apostilas;

8- Cultive o lazer útil: em vez de assistir à programação de baixo nível dos canais comerciais, leia jornais e revistas sem compromisso;

9- Semana do "saco cheio": viaje para o campo ou para o litoral, por alguns dias, para recarregar as baterias algumas semanas antes do vestibular. Dê-se esse presente para compensar tudo o que já estudou e volte com a corda toda para aprender assuntos que sempre caem no vestibular, mas que você ainda não domina. Importante: viaje SEM levar material para estudar;

10- Pratique, durante uma hora por dia, exercícios leves, porque a atividade física moderada libera substâncias naturais (endorfinas) que relaxam o sistema nervoso central e aumentam a capacidade de concentração;

11- Se sua mãe ou sua avó costumam rezar e orar por você, aceite-as de bom grado. O vestibular é muito concorrido e toda ajuda de Deus sempre é bem-vinda! Não vale só pela oração em si, mas também pela providencial troca de carinho entre você e os membros de sua família;

12- Resista ao canto da sereia dos tóxicos. Sei que corro o risco de ser visto como um careta, mas um cérebro limpo e livre de drogas maximiza suas chances de entrar naquela superfaculdade pública gratuita com cinqüenta pessoas talentosas matando-se por uma única vaga;

13- Seja feliz e cultive a felicidade em sua vida...!