Ficar devendo não é a sensação mais agradável do mundo, principalmente quando a dívida se estende por muitos anos. Essa é uma das preocupações de quem pensa em fazer o FIES, mas não sabe se terá um bom emprego para pagar as parcelas do financiamento depois de se formar.

A boa notícia é que a dívida do FIES pode ser paga com trabalho. Por enquanto, o MEC permite que esse abatimento seja solicitado em dois casos. Para quem contratar o FIES a partir de 2018, o pagamento do FIES será descontado automaticamente do salário, assim que o estudante encontrar uma colocação no mercado de trabalho.

Descubra quem pode pagar uma parte da dívida do FIES trabalhando e como fazer para abater as mensalidades do FIES!

Quem pode diminuir a dívida do FIES trabalhando?

O Ministério da Educação (MEC) permite que o estudante que usou o FIES para pagar a faculdade trabalhe em troca de um abatimento da dívida em dois casos específicos: professores e médicos.

Dessa forma, quem usa o FIES para pagar o curso de Medicina ou Licenciatura pode trabalhar para o Governo e, assim, abater uma parte das parcelas do FIES.

O abatimento é de 1% e os médicos e professores precisam cumprir algumas regras para obter o benefício. Nas duas situações, as parcelas do FIES precisam estar em dia para que o profissional consiga diminuir a dívida em troca de trabalho.

Abatimento do FIES para Medicina

Para solicitar o abatimento da dívida do FIES trabalhando como médico, as regras são as seguintes:
  • O profissional deve ser formado em Medicina e trabalhar em uma equipe da Saúde da Família oficialmente cadastrada, em município considerado prioritário pelo Ministério da Saúde.
  • O médico só pode pedir o abatimento do FIES depois de ter trabalhado por um ano (sem interrupções).
  • Precisa estar em dia com as parcelas do financiamento.
  • São previstas 19 especialidades médicas para pedir o abatimento:
    • Anestesiologia
    • Cancerologia
    • Cancerologia cirúrgica
    • Cancerologia clínica
    • Cancerologia pediátrica
    • Cirurgia geral
    • Clínica médica
    • Geriatria
    • Ginecologia e Obstetrícia
    • Medicina de família e comunidade
    • Medicina intensiva
    • Medicina preventiva e social
    • Neurocirurgia
    • Neurologia
    • Ortopedia e traumatologia
    • Patologia
    • Pediatria
    • Psiquiatria
    • Radioterapia
  • Dentro dessas especialidades, as áreas de atuação prioritária são: cirurgia do trauma, medicina de urgência, neonatologia e psiquiatria da infância e da adolescência.
  • Durante todo o período em que cumprir as regras do abatimento, o médico não precisa pagar as parcelas da fase de amortização do FIES.

Abatimento do FIES para Licenciatura

Quem usou o FIES para pagar a faculdade de licenciatura, pedagogia ou normal superior pode trabalhar como professor em escolas públicas para abater uma parte da dívida do FIES. As regras são:
  • Ser professor da rede pública da rede básica (ensino fundamental e/ou médio), com carga horária de pelo menos 20 horas semanais.
  • Vale para professores das redes estadual, municipal e federal.
  • Precisa estar em dia com as parcelas do financiamento.
  • O professor deve atualizar as informações sobre o seu trabalho na rede pública, que serão validadas todo ano pela respectiva Secretaria de Educação.
  • Professores temporários também podem solicitar o abatimento.
  • Aqueles que já trabalhavam na rede pública de ensino quando se matricularam na graduação podem solicitar o abatimento desde o início do curso.
  • Durante todo o período em que cumprir as regras do abatimento, o professor não precisa pagar as parcelas da fase de amortização do FIES.

Como pedir o abatimento do FIES

A solicitação de abatimento do FIES em troca de trabalho como médico ou professor da rede pública deve ser feita pela Internet. Dependendo do caso (Medicina ou Licenciatura), o profissional deve comprovar documentos referentes ao exercício da profissão. A Secretaria de Educação ou de Saúde fará a validação desses documentos.

O portal do FIES criou sistemas específicos para cada um dos casos:


Quem não fez Medicina ou Licenciatura também pode pedir abatimento do FIES?

Não. Por enquanto, o MEC permite o abatimento do FIES apenas para quem usou o financiamento para pagar esses dois cursos e se encaixa nos requisitos.

Se você tem um contrato do FIES para qualquer outro curso e está preocupado com o pagamento da dívida, vale lembrar que existe a possibilidade de renegociar a dívida do FIES.

O MEC permite estender o prazo para quem assinou o contrato do FIES até o dia 14 de janeiro de 2010. Para solicitar o benefício, as parcelas precisam ser superiores a R$ 100,00.

Você pode consultar todos os detalhes da renegociação da dívida do FIES, como regras, prazos, limites e documentação no portal do FIES. Todas as orientações podem ser encontradas no menu lateral direito, opção “Renegociação”.


Parcela do FIES descontada do salário

Essa opção vai valer apenas para quem contratar o FIES a partir de 2018. Após a formatura, o estudante terá um tempo para conseguir emprego. As parcelas da dívida serão, então, descontadas do salário.

As regras e condições você pode conferir no edital do FIES e em seu contrato de financiamento.

Faculdades que participam do FIES

O FIES só aceita a participação de faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. Conheça algumas:

Veja também:
Abatimento do FIES para Professor

Você está pensando em trabalhar para o Governo em troca de um abatimento na sua dívida do FIES? Conte para a gente aqui nos comentários