Na hora de decidir qual curso fazer, o aspecto financeiro deve ser levando em consideração. Será que depois de formado vou conseguir um bom salário? Quais são os cursos que podem aumentar minhas chances de ter uma boa remuneração? De tempos em tempos, sites, jornais e revistas publicam listas com os cursos mais bem remunerados e elas podem ser bastante polêmicas. Isso porque cada pesquisa tem critérios diferentes e a gente sempre conhece alguém que ganha muito mais (ou muito menos!) do que o salário que aparece no ranking.

Sabendo disso, fomos buscar informações oficiais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que fez um levantamento sobre a média salarial de várias profissões de nível superior e chegamos a uma lista com os 40 cursos superiores que rendem as melhores remunerações.

Depois do ranking, você pode ver como a pesquisa foi feita e quais os critérios utilizados pelo Ipea para chegar aos cursos mais bem remunerados do país.

Os 40 cursos mais bem remunerados segundo o Ipea

  1. Medicina: R$ 8.459,45
  2. Setor Militar e de Defesa: R$ 7.695,84
  3. Engenharia de Transportes: R$ 6.052,56
  4. Engenharia Química: R$ 5.815,28
  5. Engenharia Civil: R$ 5.768,19
  6. Engenharia Mecânica e Metalúrgica: 5.500,30
  7. Odontologia: R$ 5.367,31
  8. Engenharia (outros): R$ 5.242,91
  9. Engenharia Elétrica e Automação: R$ 4.835,37
  10. Estatística: R$ 4.780,29
  11. Arquitetura e Urbanismo: R$ 4.744,30
  12. Direito: R$ 4.675,19
  13. Engenharia Naval e Aeronáutica: R$ 4.554,57
  14. Veterinária: R$ 4.314,48
  15. Economia: R$ 4.301,66
  16. Serviços de Segurança: R$ 4.264,57
  17. Farmácia: R$ 4.067,68
  18. Administração – Diversos: R$ 4.033,72
  19. Engenharia, Produção e Processamento: R$ 3.950,60
  20. Agronomia, Pecuária e Pesca: R$ 3.933,85
  21. Marketing e Publicidade: R$ 3.910,86
  22. Computação: R$ 3.802,43
  23. Comunicação Social (Jornalistas): R$ 3.758,46
  24. Sociologia e Ciência Política: R$ 3.638,39
  25. Psicologia: R$ 3.600,10
  26. Administração e Secretariado: R$ 3.589,19
  27. Biblioteconomia: R$ 3.538,24
  28. Enfermagem: R$ 3.495,07
  29. Física: R$ 3.412,33
  30. Contabilidade e Atuariais: R$ 3.363,05
  31. Química: R$ 3.349,04
  32. Outras Ciências Sociais: R$ 3.099,39
  33. Outras - Saúde (reabilitação): 3.087,01
  34. Serviço Social: R$ 3.061,08
  35. Artes: R$ 3.055,59
  36. Turismo (Viagens, Lazer): R$ 3.043,14
  37. Outras Ciências Físicas (gerais): R$ 2.888,06
  38. Proteção Ambiental: R$ 2.874,62
  39. Biologia e Ciências da Vida: R$2.848,95
  40. Matemática: R$ 2.811,40

Sobre a pesquisa do Ipea com os melhores salários

O levantamento salarial do Ipea faz parte do relatório “Radar: Perspectivas Profissionais”, divulgado em 2013, e inclui avaliação de outros aspectos relacionados a profissões de nível superior e técnico, tais como: jornada de trabalho, ocupação, ganhos salariais nos últimos anos e cobertura de previdência.

Vale lembrar que a pesquisa do Ipea mostra a média salarial, considerando desde profissionais que acabaram de entrar no mercado, até aqueles que estão no auge da carreira. Foram considerados apenas os salários fixos (sem benefícios, bônus, gratificações, adicionais, comissões e outros rendimentos variáveis).

Além disso, é importante ressaltar que o curso universitário não é o único fator que define o salário de um profissional. Experiência, competência, especializações, região do país, cargo que ocupa, benefícios, renda variável e porte da empresa onde trabalha são variáveis importantes que não podem ser desconsideradas. Por isso, o valor apresentado na pesquisa não deve ser entendido como único para todas as pessoas formadas no mesmo curso.

Os profissionais de Medicina, por exemplo, que aparecem em primeiro lugar do ranking com média salarial de R$ 8.459,45, têm salários iniciais por volta de R$ 2.600,00. Esse é o valor da bolsa para médicos residentes. Um diretor hospitalar com anos de experiência e especialização na área pode ganhar mais de R$ 50.000,00.

Da mesma forma, quem cursa Matemática, em 40o lugar no ranking do Ipea, pode seguir caminhos bem distintos: ser professor da rede pública, com piso salarial de pouco mais de mil reais, ou trabalhar com novas tecnologias como o Big Data , que oferece salários de até 30 mil reais.

A pesquisa do Ipea também fez um levantamento sobre o salário de alguns cargos de nível superior. Considerando a especialidade dos profissionais, o ranking dos cursos que pagam os maiores salários fica bem diferente.

De acordo com o levantamento do Ipea, quem recebe a maior média salarial são os pesquisadores de engenharia e tecnologia (R$ 12.301,35), seguidos pelos médicos clínicos (R$ 9.505,34), médicos em medicina diagnósticas e terapêuticas (R$ 8.443,94), médicos em especialidades cirúrgicas (R$ 8.056,91), engenheiros de minas e afins (R$ 8.023,83), só para citarmos os cinco primeiros.

O que você achou do ranking do Ipea? Seu curso aparece na lista dos mais bem remunerados? Conte para a gente aqui nos comentários!

* Artigo atualizado em novembro de 2014.