De acordo com o dicionário, a palavra biotecnologia tem o seguinte significado: aplicação de processos biológicos à produção de materiais e substâncias para uso industrial, medicinal, farmacêutico, etc. Simplificando, nada mais é do que a ciência que estuda a engenharia genética dos alimentos.

A palavra biotecnologia só começou a ser utilizada no século XX, mas suas técnicas já existiam há muito tempo, mais ou menos desde o ano 1800 a.C.. Naquela época, o homem já fabricava vinho, cerveja, pão, queijo e outros produtos que eram feitos por meio da fermentação. De lá pra cá, muitas técnicas foram desenvolvidas em várias áreas diferentes. Hoje em dia, a biotecnologia já abrange a agricultura, a medicina, as indústrias farmacêutica e têxtil, entre outras áreas.

A palavra biotecnologia é formada por três pequenas palavras de origem grega:

  • bio significa vida
  • tecnos representa o uso prtico da cincia
  • logos significa conhecimento

Foi depois dos anos 70, com cientistas americanos, que a biotecnologia concentrou suas atenções nas pesquisas com o DNA (material genético) e com isso foi possível criar os organismos geneticamente modificados (OGMs), também conhecidos como transgênicos. Depois de conseguir transferir genes de uma espécie para outra, foi possível evoluir as técnicas para a criação de medicamentos, hormônios, plantas modificadas e outros produtos.

Por meio de pesquisas, os cientistas podem usar a biotecnologia e a modificação dos genes para, por exemplo, transformar um alimento convencional em outro que seja mais tolerante aos herbicidas, ou desenvolver variedades de produtos enriquecidos nutricionalmente, ou ainda que ajudem os seres humanos no combate a determinadas doenças.

Você pode estar se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? A resposta é: tem tudo a ver!

A biotecnologia é um campo que não para de crescer e ainda tem muito que evoluir.

laboratorio de biotecnologia

Ao longo de nossa convivência com você, internauta ligado na ciência, a ideia sobre a biotecnologia e as perguntas que envolvem o tema ficarão mais claras, com os exemplos da aplicação dessa técnica que já tem trazido benefícios para diversas comunidades no mundo todo. Explore as seções do Biotec pra Galera, conheça mais sobre o assunto, tire suas dúvidas com os cientistas. Descubra que a biotecnologia tem tudo a ver com você!

Aplicações da Biotecnologia

Biotecnologia na medicina

A medicina utiliza muitos conhecimentos da biotecnologia. Graças a ela, hoje em dia já é possível tratar algumas doenças.

Um grande avanço da medicina foi a produção de insulina humana utilizando bactérias. A insulina é essencial para os doentes de diabetes. Antigamente, ela era produzida apenas em animais e não tinha um efeito tão bom quanto a humana.Com a transferência de genes também é possível produzir hormônios humanos, como o do crescimento.

Há também algumas técnicas para prevenir doenças. É o caso das vacinas, que, tanto para seres humanos como para animais, também contam com a biotecnologia.

Biotecnologia na agricultura

Hoje, em vários países, já existem plantações de alimentos geneticamente modificados. Esses alimentos são resistentes a pragas ou doenças e, por isso, utilizam menos agrotóxicos. Há também plantas tolerantes a herbicidas, que permitem que agricultores também usem menos agroquímicos para combater plantas daninhas. Com isso, diminuem os gastos dos produtores, além de aumentar a qualidade dos alimentos que vão pra nossa mesa. Por enquanto, esses são os maiores avanços da biotecnologia na agricultura.

Mas já existem muitas pesquisas nesta área e, num futuro bem próximo, será possível produzir alimentos com mais vitaminas e nutrientes, plantas resistentes à seca, frutas que demoram mais para amadurecer, e outros produtos cheios de vantagens. Uma pesquisa bem legal está sendo feita para criar plantas que servirão como vacinas contra várias doenças.

Outras áreas

A biotecnologia não trabalha apenas com alimentos e indústria farmacêutica, há também pesquisas em outros campos. Um exemplo é a indústria de tecidos, onde já existem pesquisas para criar um tipo de algodão que já seja colorido naturalmente. Isso aumentaria a resistência das fibras e diminuiria os gastos com o tingimento, que também causa impactos ambientais.

Já é possível também produzir plástico utilizando bactérias. Este tipo de plástico pode ser utilizado em embalagens e outros produtos e é biodegradável, ou seja, ajuda a preservar o meio ambiente.Há também pesquisas para buscar outras formas de gerar energia. Utilizando materiais como madeira, girassol, milho, soja e cana-de-açúcar, os cientistas utilizam a biotecnologia para produzir biocombustíveis, que não prejudicam o meio ambiente e que sejam mais baratos.

O que é o DNA ?

O DNA (ácido desoxirribonucleico) é o material genético onde estão guardadas as informações sobre a constituição de todos os seres vivos. O DNA é constituído por uma cadeia dupla de nucleotídeos (unidade básica das cadeias polinucleotídicas). Cada nucleotídeo possui uma pentose, um grupo fosfato e uma base azotada. No caso do DNA a pentose é a desoxirribose e as bases azotadas podem ser a guanina, citosina, adenina e timina.

Onde encontramos o DNA ?

Podemos encontrar o DNA nas células procarióticas, nos núcleos das células eucarióticas, nas mitocôndrias e nos cloroplastos. Alguns vírus também possuem DNA.

O que é uma proteína?

As proteínas são polímeros de aminoácidos, que desempenham um papel estrutural e funcional importante nos seres vivos. Existem proteínas que integram a estrutura do nosso organismo, p.e. a miosina que se encontra nos músculos, a queratina que se encontra nas unhas e nos cabelos. A hemoglobina é uma proteína que desempenha uma importante função no nosso organismo, o transporte de oxigénio. A sequência e o tipo de aminoácidos presentes numa proteína são determinados pelas sequências dos nucleotídeos da cadeia de DNA que a codifica.

O que é um clone ?

A palavra clone é utilizada normalmente para referir-se a um organismo geneticamente igual a outro por exemplo, ao "reproduzir" vegetativamente uma planta por estacaria a nova planta é um clone da planta que lhe dá origem. Porém, pode também ser utilizada para referir-se à população de organismos geneticamente iguais por exemplo, dois gémeos verdadeiros são um clone.

O que é um OGM?

OGM é uma sigla referente aos organismos geneticamente modificados. Um OGM é um organismo ao qual, com recurso às tecnologias de DNA recombinante, se alterou o material genético. Desta forma, o organismo pode apresentar uma característica que anteriormente não apresentava, ou apresentava em menor grau.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]