O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre as inscrições para a segunda etapa para as bolsas do primeiro semestre têm início nesta segunda-feira, 21, e seguem até a quinta-feira, 24. São oferecidas bolsas de estudo integrais e parciais, de 50% do valor da mensalidade.

Oscandidatos que se inscreveram na primeira etapa e não forampré-selecionados, ou aqueles que foram pré-selecionados para cursos emque não houve formação de turma, poderão candidatar-se novamente àsbolsas. Os estudantes que não se inscreveram na primeira etapa tambémterão nova oportunidade de inscrever-se.

Os candidatos queforam pré-selecionados e conseguiram a bolsa na primeira etapa nãopoderão inscrever-se nesta etapa. Ao efetuar sua inscrição, o estudantepoderá escolher até três opções de curso e instituição.

Paraconcorrer às bolsas, os candidatos devem ter realizado o Exame Nacionaldo Ensino Médio (Enem) em 2010, ter atingido no mínimo 400 pontos namédia das cinco notas do exame (ciências da natureza e suastecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos esuas tecnologias; matemática e suas tecnologias e a redação) e ter notasuperior a zero na redação.

As inscrições serão feitasexclusivamente pela internet, no sítio do programa. Para inscrever-se,os candidatos deverão informar seu número de inscrição e senha no Enem2010 e o CPF.

A primeira chamada aos pré-selecionados nesta segunda etapa será divulgada em 27 de fevereiro e a comprovação dos documentos necessários deverá ser feita até 4 de março. No caso de ainda existirem bolsas disponíveis, será feita uma segunda chamada no dia 13 de março. O cronograma completo do processo seletivo está disponível no sítio do ProUni.

Podemse candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, porpessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais sãodestinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimospor pessoa. Além de ter feito o Enem 2010 e ter alcançado a pontuaçãomínima, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escolapública, ou em escola particular na condição de bolsista integral.

Professoresda rede pública de ensino básico que concorrem à bolsa em curso delicenciatura, normal superior ou pedagogia não precisam cumprir ocritério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem oquadro permanente da escola.

O ProUni é um programa doMinistério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, queoferece bolsas de estudos em instituições de educação superiorprivadas, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica,a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.