O Programa Universidade paraTodos (ProUni) recebe até hoje quinta-feira, 24, as inscriçõesda segunda etapa deste primeiro semestre 2011.

Criado pelo Ministério da Educação, o programaoferece, a estudantes de baixa renda, bolsas de estudos integrais eparciais (50% do valor da mensalidade) em instituições particulares deeducação superior.

Os inscritos não pré-selecionados na primeiraetapa e os pré-selecionados para cursos que não tiveram formação deturma podem se candidatar novamente. Aqueles que não se inscreveram naprimeira etapa também têm nova oportunidade. O candidato, ao seinscrever, pode fazer até três opções de curso e de instituição.

Paraconcorrer às bolsas, o estudante deve ter realizado o Exame Nacional doEnsino Médio (Enem) em 2010, atingido no mínimo 400 pontos na média dascinco notas do exame (ciências da natureza e suas tecnologias; ciênciashumanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias;matemática e suas tecnologias e a redação) e ter nota na redação quenão tenha sido zero.

Podem se candidatar às bolsas integraisestudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo emeio. As bolsas parciais, de metade da mensalidade, são destinadas acandidatos com renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.Além de ter feito o Enem e alcançado a pontuação mínima, o candidatodeve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, na condiçãode bolsista integral, em escola particular.

Professores da redepública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos delicenciatura, normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir ocritério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem oquadro permanente da escola.

As inscrições devem ser feitas na página eletrônicado programa. O candidato deve informar o número de inscrição e a senhausados no Enem e o CPF. Os pré-selecionados que obtiveram a bolsa naprimeira etapa estão impedidos de fazer inscrição.

A primeira chamada dos pré-selecionados nesta segunda etapa será divulgada no domingo, 27. A comprovação dos documentos exigidos para a matrícula deve ser feita até 4 de março. Caso haja bolsas disponíveis após esse prazo, será feita outra chamada, em 13 de março, conforme o cronograma.