A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um texto elaborado pelo candidato no dia da prova, que deve seguir algumas normas para que possa ser bem avaliado pelos corretores. O tema da redação abrange aspectos sociais, culturais e científicos, em que o estudante deve utilizar situações do cotidiano para defender seu ponto de vista.

A redação elaborada deve seguir o padrão dissertativo-argumentativo que, em outras palavras, é um texto que busca defender uma ideia utilizando explicações para justificá-la.

A redação do exame será avaliada, inicialmente, por dois corretores que atribuirão uma nota de 0 a 200 para cada competência avaliada, que são:

1 - O candidato deve demonstrar que possui propriedade sobre o padrão da língua escrita, ou seja, não construir um texto com base na informalidade, não utilizar expressões comuns na linguagem coloquial e saber diferenciar a linguagem escrita da linguagem oral.

2 – O candidato deve desenvolver o tema proposto aplicando conceitos aprendidos durante o cotidiano. Um ponto de vista deve ser apresentado e defendido através da exposição de fatos e argumentos. Deve-se tomar cuidado para que não haja fuga do tema, seja ela parcial ou total.

3 – O texto elaborado deve ser coerente e apresentar as ideias do candidato de forma clara. Além disso, o texto deve seguir uma sequência de ideias, sem redundância entre os parágrafos.

4 – As frases que compõem o texto devem estar relacionadas, garantindo uma sequência lógica e utilizando vários mecanismos da linguagem.

5 – O candidato deve apresentar uma solução para o tema proposto. Essa solução deve ser plausível, podendo tornar viável a sua execução e bastante detalhada.

Cada corretor irá avaliar a redação em até 1000 pontos e, ao final, será feita a média aritmética para composição da nota final. Caso haja diferença de mais de 100 pontos nas notas atribuídas por cada um dos corretores, ou mais de 80 pontos em uma das competências, um terceiro avaliador corrige a redação e será feita a média aritmética com as notas que mais se aproximarem. Se mesmo após o terceiro avaliador a discrepância entre as notas persistir, uma banca composta por mais três professores irá avaliar a redação e, assim, determinar a nota final do participante.

A partir da edição de 2013 do Enem, os corretores que atribuírem nota máxima a uma redação que contenha erros terão de justificar a nota formalmente.

Os candidatos receberão nota zero na redação caso elaborem um texto com número de linhas inferior a 7, entreguem a folha reservada para a redação em branco, desrespeitem os direitos humanos, desobedeçam a estrutura dissertativo-argumentativa, façam desenhos ou símbolos na folha da redação, usem palavrões ou xingamentos, coloquem trechos de texto desconectados do tema, ou fujam totalmente do tema.

O ENEM

O ENEM é aplicado em dois dias, normalmente, no sábado e no domingo. A prova é composta por 180 questões de múltipla escolha e uma redação. As questões são igualmente divididas em 4 áreas, que são: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

O ENEM é uma das formas de ingresso a muitas universidades públicas e particulares. O Sistema de Seleção Unificada (SiSU), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) são bons exemplos das diferentes formas de utilização do ENEM para auxiliar a entrada de estudantes nas instituições de ensino superior.