Engenharia é a profissão do momento. Com carência de bons profissionais e um mercado de trabalho a todo vapor, é uma das profissões mais bem pagas do Brasil.

Segundo um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), até 2020 o País vai precisar de mais de 600 mil novos engenheiros para dar conta de todas a demanda do mercado, em diversas áreas.

O Brasil cresce em infraestrutura, exploração de petróleo e gás, rede elétrica, indústrias, maquinários, agricultura e pecuária – e todos esses setores, sem exceção, precisam de engenheiros de diversas modalidades.

Se você está interessado em fazer parte desta carreira, descubra a seguir quanto custa estudar Engenharia e as modalidades que você pode escolher para entrar nessa área com o pé direito!

Mensalidades de Engenharia

No Brasil existem mais de 30 tipos diferentes de Engenharia. São opções que vão das mais tradicionais, como Civil, Elétrica e Mecânica, até as mais especializadas, como Pesca, Florestal e de Petróleo.

Veja alguns exemplos de mensalidades de Engenharia nas diversas áreas:

Mensalidades de Engenharia entre R$ 500 e R$ 800

Indaial (SC)    

Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI)

Engenharia Elétrica

São Paulo (SP)

Universidade Nove de Julho (UNINOVE) 

Engenharia Elétrica

Manaus (AM)

Faculdade Metropolitana de Manaus (FAMETRO)

Engenharia de Produção

Várzea Grande (MT)

Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG)

Engenharia Ambiental

Teresina (PI)

Faculdade de Tecnologia de Teresina (CET)

Engenharia de Alimentos

Mensalidades de Engenharia entre R$ 800 e R$ 1.200

São Paulo (SP)    

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Engenharia Civil

Joinville (SC)

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

Engenharia de Controle e Automação

Salvador (BA)    

Faculdade de Tecnologia Senai Cimatec (SENAI CIMATEC) 

Engenharia de Materiais

Uberaba (MG)

Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Engenharia da Computação

Palmas (TO)    

Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP) 

Engenharia de Minas

Mensalidades de Engenharia entre 1.200 e R$ 1.500

Betim (MG)

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS)

Engenharia Ambiental

Salvador (BA)

Faculdade Unime (UNIME)

Engenharia Ambiental, Elétrica, Civil, Química, Mecânica, de Produção

Franca (SP)

Universidade de Franca (UNIFRAN) 

Engenharia Mecânica

Rio de Janeiro (RJ)

Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Engenharia de Petróleo e Gás

Fortaleza (CE)

Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) 

Engenharia Química

Brasília (DF)

Centro Universitário de Brasília (UNICEUB) 

Engenharia Civil

Passo Fundo (RS)

Universidade de Passo Fundo (UPF)

Engenharia de Alimentos

Mensalidades de Engenharia acima de R$ 1.500

São Paulo (SP)

Universidade São Judas Tadeu (USJT) 

Engenharia Civil

Natal (RN)

Universidade Potiguar (UNP)

Engenharia de Materiais

Curitiba (PR)    

Universidade Positivo (UP)

Engenharia Elétrica

Belo Horizonte (MG)

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas) 

Engenharia de Controle e Automação

Caxias Do Sul (RS)

Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Engenharia de Materiais

Sobre o curso de Engenharia

O bacharelado em Engenharia dura em média cinco anos e pode ser encontrado em boa parte das instituições públicas e privadas de todo o Brasil. Muitas faculdades oferecem também a opção de estudar a distância.

É um curso puxado, com muitas atividades de laboratório. O aluno tem que se dedicar integralmente aos estudos.

A profissão de engenheiro é regulamentada por lei. Além do diploma em Engenharia emitido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), é obrigatório obter registro junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do estado onde trabalha.

Custos extras para quem vai estudar Engenharia

Quem está disposto a estudar Engenharia tem que preparar o cérebro e o bolso. Além de ser um curso difícil e que exige muitas vezes dedicação integral, há alguns custos associados a essa formação que precisam ser considerados. Veja alguns:

Emprego – Muitos cursos de Engenharia têm atividades o dia inteiro, de forma que é difícil conseguir conciliar trabalho e estudos. Se você precisa trabalhar para pagar as mensalidades, talvez fazer uma graduação a distância seja uma alternativa mais viável.

Habitação – Se você precisar mudar de cidade para estudar Engenharia, considere os seguintes custos mensais:

  • Aluguel
  • Condomínio
  • Água, luz, gás, internet e limpeza
  • Compra de móveis e utensílios domésticos
  • Despesas com transporte de mudança

Transporte – Calcule quanto será preciso gastar para se locomover da sua casa até a faculdade, se a instituição fica muito longe, quantos transportes será preciso pegar, quanto de combustível será usado por dia, se precisa de estacionamento, pedágio, etc.

Alimentação – Por ser um curso quase sempre oferecido em período integral, muitas vezes os alunos ficam o dia todo na faculdade e precisam almoçar, jantar ou fazer lanches na rua. Observe quanto custa comer próximo do seu local de estudos.

Material didático – Livros específicos, materiais e equipamentos de engenharia geralmente custam caro. Melhor reservar um pouco por mês para despesas desse tipo.

Estude Engenharia pagando menos

Se você não consegue bancar a mensalidade de um curso de Engenharia, pode tentar alguns dos programas de incentivo à formação superior do Governo Federal destinados a pessoas de baixa renda. Conheça:

ProUni – O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas de estudo a quem deseja cursar uma faculdade privada. Para participar, é preciso atender a requisitos de renda e ter um bom desempenho no Enem, com no mínimo 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. O ProUni também está disponível para cursos a distância.

Mais informações: Como entrar no ProUni com a nota do Enem

FIES – Com o financiamento estudantil do Governo Federal você paga sua faculdade só depois de formado, podendo quitar a dívida em muitas prestações. Para concorrer ao benefício é preciso ter pelo menos 450 pontos na média das provas de qualquer edição do Enem a partir de 2010 e não ter zerado na redação.

Mais informações: Como usar o FIES para pagar a faculdade

Veja também:

As 10 engenharias mais bem pagas

Está a fim de estudar Engenharia? Conte para a gente nos comentários!