Gostar muito de ler e pesquisar, ter habilidade na gestão de conflitos, ser paciente, ter consciência social e inteligência emocional são algumas características do aluno que estuda Serviço Social.

Isso porque o Serviço Social trata da coletividade e integração do indivíduo na sociedade, abordando questões como a desigualdade e a exclusão social. Um assistente social cria projetos e políticas visando à melhoria das condições de vida de crianças, adolescentes e adultos.

Conheça um pouco mais sobre o curso de graduação em Serviço Social, como está o mercado de trabalho para este profissional e as faculdades mais bem avaliadas pelo MEC.

O Curso de Serviço Social

A graduação em Serviço Social tem como objetivo formar profissionais capazes de entender e analisar a dinâmica social e as dificuldades individuais e comunitárias.

Além disso, o Serviço Social busca o fortalecimento das relações sociais, estabelecendo políticas que promovam a igualdade entre os indivíduos e a  justiça social.

A duração média do curso é de quatro anos e possui as habilitações Licenciatura ou Bacharelado. É possível cursar Serviço Social nas modalidades presencial e a distância.

O Perfil do Profissional

O profissional formado em Serviço Social estará apto a:

  • Elaborar, executar e avaliar planos, projetos e programas na área social;
  • Realizar pesquisas que sirvam de base para a formulação de políticas públicas e ações sociais;
  • Prestar consultoria e assessoria a empresas no que diz respeito aos direitos civis, políticos e sociais;
  • Propor ações para melhorar as condições de vida de pessoas que estejam sob algum tipo de risco;
  • Planejar e implantar políticas públicas e programas sociais voltados para o bem-estar coletivo.

O Mercado de Trabalho para quem faz Serviço Social

Para exercer a profissão de assistente social, além de ter concluído o curso de graduação em Serviço Social em uma instituição reconhecida pelo MEC, o profissional precisa se inscrever no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

O assistente social pode trabalhar em órgãos públicos, empresas privadas e terceiro setor, sendo que os órgãos públicos são os que mais empregam profissionais dessa área.

O assistente social tem a oportunidade de trabalhar em hospitais, postos de saúde, ONGs, presídios, orfanatos e asilos.

A carreira de um assistente social está voltada ao amparo e orientação de grupos de pessoas que se encontram em situação de fragilidade social. Nesse âmbito, este profissional pode atuar em diferentes áreas, como por exemplo:

  • Assistência à criança e ao adolescente – Atua no acompanhamento de crianças e jovens carentes em projetos educacionais, processos na vara da família, disputas de guarda, processos de adoção ou em casos de risco social.
  • Empresas – Planeja e implementa programas educativos, de lazer e de segurança do trabalho. Também presta assistência a funcionários com problemas particulares
  • Saúde – Presta assistência a pacientes e familiares e participa de campanhas públicas de combate e prevenção de doenças.
  • Programas governamentais – Atua no desenvolvimento de projetos sociais e também seleciona indivíduos, famílias ou comunidades que serão beneficiados por estes programas.
  • Implementação de projetos – Atua no planejamento, execução, acompanhamento e avaliação de projetos em penitenciárias, fundações, centros de ressocialização, hospitais e centros comunitários.

Dentre as atividades que um assistente social pode desempenhar, citamos algumas:

  • Receber e acolher famílias em situação de vulnerabilidade social.
  • Produzir e sistematizar informações que possibilitem a construção de indicadores das situações de vulnerabilidade e riscos.
  • Fazer um acompanhamento familiar através de serviço socioeducativo para famílias, principalmente aquelas que não estão cumprindo as condições necessárias para recebimento de auxílio governamental.
  • Fazer o encaminhamento para avaliação e inserção de potenciais beneficiários de programas sociais.
  • Produzir e divulgar informações a famílias e indivíduos sobre projetos de benefícios sociais.
  • Realizar pesquisas e estudos para conhecimento da realidade social.
  • Realizar vistorias, perícias, laudos e pareceres sociais.

Melhores Faculdades de Serviço Social

Existem no Brasil cerca de 400 instituições de ensino credenciadas pelo MEC e em atividade que ofertam o curso de graduação em Serviço Social.

Listamos abaixo as faculdades de Serviço Social que obtiveram nota máxima (5) no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade)*:

  • UFAM (Universidade Federal do Amazonas) – Pública

    Site: ufam.edu.br

  • UFPI (Universidade Federal do Piauí) – Pública

    Site: ufpi.br

  • UNISINOS (Universidade do Vale do Rio Sinos) – Privada

    Site: unisinos.br

  • UERN (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte) – Pública

    Site: uern.br

  • UNIMAR (Universidade de Marília)  - Privada

    Site: unimar.br

  • UFPA (Universidade Federal do Pará) – Pública

    Site: ufpa.br

  • UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) – Pública

    Site: ufjf.br

  • UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) – Pública

    Site: ufrgs.br

  • UNIOESTE (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) – Pública

    Site: unioeste.br

  • CEUNSP (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio) – Privada

    Site: ceunsp.edu.br

  • IMAPES (Instituto Manchester Paulista de Ensino Superior)  - Privada

    Site: anhanguera.com

  • UFCG (Universidade Federal de Campina Grande) – Pública

    Site: ufcg.edu.br

  • IPA (Centro Universitário Metodista) – Privada

    Site: metodistadosul.edu.br

*Informações coletadas no site do MEC em fevereiro de 2015.

Grade Curricular do Curso de Serviço Social

A grade curricular do curso de Serviço Social contempla disciplinas teóricas como psicologia, filosofia, legislação social, sociologia e política social. Existem também as disciplinas específicas da prática do assistente social, como, por exemplo, previdência social e Sistema Único de Assistência Social.

A matriz curricular varia conforme a instituição de ensino e a habilitação escolhida (licenciatura ou bacharelado). De maneira geral, as seguintes disciplinas fazem parte da grade curricular do curso de Serviço Social:

  • Antropologia Aplicada ao Serviço Social
  • Assessoria e Consultoria em Serviço Social
  • Desenvolvimento Econômico
  • Desenvolvimento Local e Territorialização
  • Desenvolvimento Pessoal e Profissional
  • Direito e Legislação
  • Direitos Humanos
  • Educação Inclusiva
  • Ética Profissional
  • Família e Sociedade
  • Filosofia Aplicada ao Serviço Social
  • Formação Social, Econômica e Política no Brasil
  • Fundamentos das Políticas Sociais
  • Gestão do Sistema Único De Assistência Social (SUAS)
  • Homem e Sociedade
  • Monitoramento e Avaliação em Serviço Social
  • Movimentos Sociais
  • Participação e Controle Social
  • Pesquisa em Serviço Social
  • Planos e Projetos de Intervenção Social
  • Política de Seguridade Social
  • Política de Atenção a Criança, Adolescente e Idoso
  • Psicologia Social e Serviço Social
  • Rede Socioassistencial e Terceiro Setor
  • Responsabilidade Social e Meio Ambiente
  • Tratamento da Informação e Indicadores Sociais
Veja também:

Qual é o salário de Serviço Social?

Quanto custa estudar Serviço Social?

Você gostaria de se tornar um Assistente Social? Conte para a gente aqui nos comentários.