A faculdade de Serviço Social tem duração média de 4 anos e o curso é oferecido nas modalidades presencial e a distância, em grau de bacharelado ou licenciatura.
Na faculdade de Serviço Social, o estudante pode aliar a vontade de fazer o bem e o desejo de minimizar as desigualdades sociais a conhecimentos teóricos, habilidades técnicas e metodologias.
Saiba mais sobre a profissão de assistente social, entenda como funciona a faculdade de Serviço Social, onde estudar e como está o mercado de trabalho para este profissional!

Faculdade de Serviço Social

Com duração média de 4 anos, a faculdade de Serviço Social possui as habilitações de bacharelado e licenciatura, podendo ser cursada nas modalidades presencial e a distância.
O objetivo da graduação em Serviço Social é formar profissionais capazes de entender a dinâmica social e as dificuldades de integração que alguns indivíduos enfrentam.
Além deste olhar para o indivíduo, o aluno aprende a promover o bem-estar coletivo. Temas como desigualdade e exclusão social fazem parte do cotidiano do profissional de Serviço Social.
Durante a faculdade de Serviço Social, o aluno terá disciplinas mais generalistas, como Psicologia, Sociologia e Políticas Sociais, além de disciplinas específicas da profissão de assistente social, como Metodologias de Abordagem e Mediação, Mobilização e Projetos Sociais.
Ao final da faculdade, o profissional formado em Serviço Social estará apto a planejar e executar políticas sociais visando o bem-estar coletivo e a integração do indivíduo à sociedade.

Grade Curricular da Faculdade de Serviço Social

A estrutura curricular da graduação em Serviço Social dependerá da instituição de ensino que oferece o curso, bem como do grau conferido (bacharelado ou licenciatura). De modo geral, encontramos as seguintes disciplinas:
  • Assessoria e Consultoria em Serviço Social
  • Direitos Humanos e Cidadania
  • Economia Solidária
  • Estudos Socioculturais
  • Fundamentos do Serviço Social
  • Gestão de Organizações Sociais
  • Gestão Social
  • Interesses Difusos e Coletivos
  • Metodologias de Abordagem com Famílias
  • Metodologias de Mediação
  • Mobilização Social e Práticas Socioeducativas
  • Política da Criança e Adolescente
  • Política da Pessoa Idosa e das Mulheres
  • Política de Assistência Social
  • Política de Habilitação e Educação
  • Política de Saúde e Previdência Social
  • Políticas Públicas
  • Prevenção, Mitigação e Preparação
  • Projetos Sociais
  • Resposta Social
  • Sociopolítica e Geoeconomia

Onde estudar Serviço Social

Existem cerca de 400 instituições de ensino, credenciadas pelo MEC e em atividade, que oferecem o curso de graduação em Serviço Social.

Selecionamos algumas para você avaliar:

Perfil do Profissional

Quem deseja seguir a profissão de assistente social deve ser solidário e gostar de trabalhar com pessoas em condições de exclusão social.
Ser paciente, saber ouvir e ter controle emocional são outras características muito importantes.
Além disso, gostar muito de ler e pesquisar ajudará bastante o aluno durante a faculdade de Serviço Social.

Mercado de trabalho para quem faz Serviço Social

Pra exercer regularmente a profissão de assistente social, é obrigatório ter diploma de nível superior e cadastro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).
O assistente social encontra oportunidades de emprego em órgão públicos, empresas privadas e terceiro setor. Pode trabalhar em hospitais, sindicatos, postos de saúde, presídios, ONGS, orfanatos e asilos, entre outras instituições.
A base do trabalho de um assistente social é amparar e orientar grupos de pessoas que se encontram em situação de fragilidade social, que pode ser causada por questões de saúde, pobreza, problemas com drogas, exclusão social por defeitos físicos, entre outras.
Conheça algumas das áreas onde um assistente social pode atuar:
  1. Assistência à Criança e ao Adolescente – Acompanha crianças e jovens carentes em projetos de educação, disputas de guarda, processos na vara da família, processos de adoção, entre outros.
  2. Empresas Privadas – Desenvolve e executa programas educativos, de lazer e de segurança no trabalho. Orienta individualmente colaboradores com problemas particulares ou que dizem respeito ao local de trabalho. Atua também em projetos sociais desenvolvidos pela empresa.
  3. Implementação de Projetos – Planeja e executa projetos sociais dentro de presídios, asilos, orfanatos, etc. Também realiza o acompanhamento e avaliação de projetos em andamento.
  4. Programas Governamentais – Desenvolve projetos sociais, define o grupo de pessoas que estará apto a participar dos projetos e seleciona indivíduos, famílias ou comunidades que serão beneficiadas por estes programas.
  5. Saúde – Apoia pacientes e familiares durante tratamentos médicos. Também realiza trabalhos de orientação em comunidades com o objetivo de prevenir e combater doenças.
Além das atividades já citadas, um assistente social também pode desempenhar as seguintes tarefas:
  • Fazer acompanhamento familiar em programas socioeducativos e orientar as famílias que não estão conseguindo cumprir os requisitos necessários para receberem os benefícios de programas governamentais.
  • Acolher famílias em estado de vulnerabilidade social.
  • Elaborar pesquisas e estudos, sistematizando as informações obtidas para que sirvam como indicadores das situações de risco e vulnerabilidade.
  • Identificar possíveis beneficiários de programas sociais, encaminhá-los para a avaliação e inserção nestes programas.
  • Realizar palestras a famílias e grupos de pessoas para informá-los sobre seus direitos e sobre projetos sociais de que possam participar.
  • Realizar vistorias, escrever laudos e pareceres sociais sobre determinada realidade social.
  • Prestar consultoria e assessoria a empresas no que diz respeito aos direitos civis, políticos e sociais.
  • Propor ações de melhoria de condições de vida de grupos de pessoas em situações de risco.

Ficou interessado em cursar uma faculdade de Serviço Social? Conte para a gente aqui nos comentários!