Cada vez mais estudantes brasileiros têm optado por cursos tecnológicos. De curta duração, entre 2 e 3 anos, e focados nas necessidades do mercado de trabalho, os cursos de tecnólogo são responsáveis por 13,6% de todas as matrículas universitárias, segundo o último Censo do Ensino Superior.

Os cursos de tecnólogo são uma formação de nível superior, assim como o bacharelado e a licenciatura. Eles são oferecidos em universidades públicas e privadas de todo o Brasil e são bastante valorizados no mercado.

Saiba mais sobre os cursos superiores de tecnologia, a diferença entre curso de tecnólogo e curso técnico, e o quê fazer com o diploma de tecnólogo e onde estudar!

Como é o curso de tecnólogo

O curso de tecnólogo é uma formação de nível superior que pode ser feita em faculdades públicas e privadas. Para ingressar, é necessário ter concluído o ensino médio e passar por um processo seletivo, que pode ser de diversos tipos:

  • Vestibular tradicional
  • Vestibular agendado
  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu)
  • Programa Universidade para Todos (ProUni)
  • Desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

A duração de um curso de tecnólogo varia entre 2 e 3 anos e, ao final, o formando recebe o diploma de nível superior com o grau de tecnólogo.

Existem, no Brasil, mais de 100 tipos diferentes de cursos de tecnólogo, de acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia. Eles estão distribuídos em 13 “eixos tecnológicos”:

  • Ambiente e Saúde
  • Apoio Escolar
  • Controle e Processos Industriais
  • Gestão e Negócios
  • Hospitalidade e Lazer
  • Informação e Comunicação
  • Infraestrutura
  • Militar
  • Produção Alimentícia
  • Produção Cultural e Design
  • Produção Industrial
  • Recursos Naturais
  • Segurança

Cada um desses “eixos tecnológicos” corresponde a uma área de atuação, setor da economia ou departamento dentro das empresas. Por exemplo, no eixo tecnológico de “Hospitalidade e Lazer” estão os cursos de:

  • Eventos
  • Gastronomia
  • Gestão Esportiva e de Lazer
  • Gestão de Turismo
  • Hotelaria

A grade curricular dos cursos de tecnólogos é mais enxuta do que o currículo dos cursos de bacharelado e licenciatura. O foco dessa formação é preparar o futuro profissional para entrar rapidamente no mercado de trabalho com boa qualificação e altas chances de conseguir um emprego.

Existem cursos de tecnólogo nos formatos presencial e a distância e o diploma de tecnólogo obtido a distância vale tanto quanto o presencial. O que define a validade do diploma não é a modalidade de ensino, mas o fato de o curso ter o reconhecimento do MEC. Portanto, desde que o curso seja reconhecido pelo MEC, o diploma terá validade em todo o território nacional.

O que fazer com o diploma de tecnólogo

O diploma de tecnólogo é de nível superior. Isso significa que, com ele, você pode comprovar este grau de escolaridade em diversas situações, como por exemplo:

  • Candidatar-se a um emprego que exija nível superior.
  • Prestar concurso público que exija nível superior.
  • Fazer uma pós-graduação.

Diferenças entre curso técnico e tecnólogo

Apesar de terem nomes parecidos e de serem ambos voltados para as necessidades do mercado de trabalho, cursos técnicos e tecnológicos (ou de tecnólogo) são bem diferentes.

Os cursos técnicos são de nível médio e para ingressar é necessário ter concluído o ensino fundamental. Ao final, o formando recebe um certificado de nível médio e pode continuar seus estudos fazendo um curso de nível superior.

Os cursos tecnológicos, ou cursos superiores de tecnologia, são de nível superior e para ingressar é necessário ter concluído o ensino médio. Ao final, o formando recebe um diploma de nível superior e pode continuar seus estudos fazendo uma pós-graduação.

Faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem cursos de Tecnólogo

De acordo com o último Censo do Ensino Superior, o número de alunos matriculados em cursos tecnológicos passou de pouco mais de 100 mil, em 2003, para quase um milhão, em 2013. Esse crescimento reflete o aumento da oferta de cursos de tecnólogo em todo o Brasil, tanto em universidades públicas como nas particulares.

Apesar de também serem oferecidos em instituições públicas, principalmente nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, a grande maioria dos alunos, 85,6%, estuda na rede privada.

Veja algumas das principais universidades privadas que oferecem cursos de tecnólogo reconhecidos pelo MEC:

Nas faculdades que acabamos de listar você vai encontrar facilidades como: FIES, ProUni, bolsas de estudos, financiamentos sem burocracia, descontos e convênios variados.

O MEC avalia as universidades e cursos superiores regularmente e publica as notas na internet. Você pode consultar gratuitamente a situação e a avaliação do MEC para o curso de tecnólogo que você pretende fazer. Para isso, basta:
  1. Acessar o e-mec.
  2. Clicar na aba “Consulta Avançada”.
  3. No campo “Buscar por”, selecionar a opção “Graduação”.
  4. No campo “Curso”, digitar o nome do curso que você pretende fazer. Você também pode, opcionalmente, selecionar outros parâmetros de busca, como Estado (UF), Município, Gratuidade do Curso e a Modalidade (a distância ou presencial).
  5. No campo “Grau”, selecionar a opção “Tecnológico”.
  6. No campo “Situação”, selecionar “Em Atividade”.
  7. Digitar os caracteres apresentados (letras e números) no campo correspondente, conforme as orientações da tela.
  8. Clicar em “Pesquisar”.
O resultado da sua busca aparecerá logo abaixo do formulário que você preencheu. Nos resultados você verá todas as universidades que oferecem o curso de tecnólogo que você procura, a modalidade e as nota do MEC para cada um deles.

Veja também:

Faculdade em dois anos

Você tem interesse em fazer um curso de tecnólogo? Qual? Conte para a gente aqui nos comentários!