O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma iniciativa do governo federal que concede bolsas de estudos em universidades privadas de todo o País.

O ProUni usa o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para classificar os candidatos. Isso significa que quanto maior for sua nota do Enem, maiores serão as chances de conseguir uma bolsa de estudos em faculdade particular pelo ProUni, sem precisar fazer o Vestibular.

Não precisar fazer o vestibular para entrar na faculdade, por si só, já é uma grande vantagem do ProUni. Além disso, o processo é totalmente informatizado e os participantes podem acompanhar as notas de corte para cada curso, modificando suas opções de acordo com sua pontuação para aumentar as chances de entrar naquela vaga.

O ProUni é um dos programas de acesso ao ensino superior mais importantes do Brasil. O número de vagas disponíveis aumenta a cada semestre e a quantidade de concorrentes também. Por causa da grande procura, alguns estudantes ficam com receio de participar do programa e não passar. Mas será que o ProUni é difícil?

Veja a seguir como funciona o ProUni, qual a dificuldade deste processo seletivo e o que você pode fazer para aumentar suas chances de passar!

Como funciona o ProUni

O ProUni é um processo seletivo totalmente automatizado que usa a nota do Enem para classificar os candidatos a uma bolsa em faculdade privada. As inscrições são gratuitas e feitas pela Internet.

Para fazer a seleção, o sistema do ProUni compara as notas de todos os candidatos que estão concorrendo a uma bolsa de estudos para o mesmo curso (na mesma universidade, turno e modalidade de concorrência) e, ao final do período de inscrições, preenche as vagas com aqueles que tiveram as maiores notas do Enem.

Ou seja, quanto maior for a sua nota do Enem, maior a chance de conseguir uma bolsa do ProUni.

Nota mínima no Enem para entrar no ProUni

A participação no ProUni exige que o candidato tenha feito o Enem no ano imediatamente anterior (ou seja, o Enem mais recente) e tenha alcançado o desempenho mínimo de:

• 450 pontos nas provas objetivas
• nota maior do que zero na redação

Quem não atingiu a nota mínima exigida, não consegue se inscrever no ProUni, pois o sistema recupera as notas do Enem automaticamente e avisa o candidato se ele preenche ou não o requisito de desempenho no Exame.

A nota mínima no Enem serve para se inscrever no ProUni, mas não significa necessariamente que você vá garantir sua vaga. Passar no ProUni depende de alguns fatores, como veremos a seguir.

Como passar no ProUni

Passar no ProUni e conseguir a tão sonhada bolsa de estudos na faculdade particular não depende da sorte, e sim de algumas variáveis:
  1. Sua nota do Enem: quanto maior sua nota, maior a chance de conseguir a bolsa do ProUni.
  2. Curso e faculdade: alguns cursos e faculdades são mais procurados do que os outros, o que aumenta a nota necessária para entrar naquelas vagas.
  3. A nota do Enem dos outros candidatos: às vezes um curso nem é tão concorrido, mas os candidatos que disputam aquela vaga tiveram notas altas no Enem. Com isso, aumenta a nota mínima necessária para conseguir a bolsa (nota de corte).

Garantir sua vaga no ProUni, portanto, significa ter uma nota do Enem mais alta do que a maioria dos candidatos que disputam a mesma vaga que você na mesma faculdade, curso, turno e modalidade de concorrência. E não basta ir bem nas provas objetivas. Ter um bom desempenho na prova de Redação pode fazer toda a diferença. Isso porque, quando dois ou mais candidatos concorrendo à mesma vaga têm a mesma quantidade de pontos no Enem, o sistema do ProUni usa alguns critérios de desempate, nesta ordem de prioridade de notas:
1) Redação;
2) Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
3) Matemática e suas Tecnologias;
4) Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
5) Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Dificuldade do ProUni X Nota de Corte

A dificuldade de entrar em determinado curso pelo ProUni está diretamente relacionada à nota de corte.

A nota de corte é o menor desempenho no Enem possível para conseguir uma vaga em determinado curso, turno, faculdade e modalidade de concorrência.

Vamos imaginar que existem 30 vagas de livre concorrência para o curso de Pedagogia noturno na faculdade X. O curso recebeu 100 inscrições, mas apenas os 30 candidatos com melhor pontuação no Enem vão entrar. Suponha que o estudante que entrou em primeiro lugar teve 800 pontos no Enem e a última vaga do curso foi ocupada por um candidato que teve 600 pontos. A nota de corte, portanto, é de 600 pontos: quem teve pontuação acima disso entrou no curso e quem teve pontuação abaixo disso ficou fora.

As notas de corte do ProUni variam muito. Um mesmo curso pode ter uma nota de corte mais alta ou mais baixa, dependendo da faculdade, turno, modalidade de concorrência, região do País, etc.

Durante todo o período de inscrições, os candidatos do ProUni podem consultar as notas de corte e modificar suas opções de curso de acordo com sua pontuação no Enem para aumentar as chances de conseguir uma bolsa.

Que nota preciso tirar no Enem para passar no ProUni?

Como você sabe, não existe uma nota única para passar no ProUni. A partir de 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação do Enem você já pode concorrer a uma vaga.

No entanto, quanto maior for o seu desempenho, maiores serão as suas chances de garantir uma bolsa de estudos. Os cursos com maior nota de corte, como Medicina, exigem dos candidatos pelo menos 800 pontos no Enem. Dependendo da faculdade, cursos de Engenharia e Direito podem ter notas de corte por volta dos 700 pontos no Enem. 

Administração, um dos cursos com mais vagas do ProUni, tem notas de corte que variam entre 450 e 770 pontos, dependendo da faculdade. Uma variação semelhante acontece também no curso de Análise de Sistemas: dependendo da universidade, a nota de corte pode ser a mínima necessária para participar do ProUni, 450 pontos, ou chegar a quase 800 pontos.

Faculdades que participam do ProUni

Somente faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC podem oferecer vagas pelo ProUni. Conheça algumas das principais:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
• Universidade Estácio de Sá (UNESA)
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) - no Distrito Federal
Universidade de Franca (UNIFRAN)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 

Veja também:
ProUni

Na sua opinião,  o ProUni é fácil ou difícil de passar?  Deixe um comentário!