Se você é um dos milhares de estudantes brasileiros que sonham em conseguir uma bolsa de estudos para entrar na faculdade particular, deve estar ansioso para saber quando abrem novas vagas do Programa Universidade para Todos, o ProUni.

As datas da segunda edição do ProUni 2015 já foram divulgadas e as inscrições começam dia 16 de junho. Mas atenção: processo seletivo do ProUni é bem rápido. Entre a abertura das inscrições e o resultado da primeira chamada, são apenas seis dias corridos!

Fique de olho no cronograma do ProUni 2015 para não perder nenhuma etapa!

Cronograma do ProUni 2015

Na segunda edição do ProUni 2015, que seleciona candidatos para ingresso no segundo semestre letivo, o cronograma é o seguinte:

  • 16 a 18 de junho: inscrições.
  • 22 de junho: resultado da primeira chamada.
  • 22 a 29 de julho: matrícula dos candidatos da primeira chamada.
  • 6 de julho: resultado da segunda chamada.
  • 6 a 10 de julho: matrícula da segunda chamada.
  • 17 a 20 de julho: manifestação de interesse na lista de espera.
  • 24 a 27 de julho: matrícula da lista de espera.

Inscrição do ProUni 2015

As inscrições da segunda edição do ProUni 2015 acontecem entre os dias 16 e 18 de junho. São três dias, entre terça e quinta-feira, para que os interessados façam seu cadastro e marquem até duas opções de curso no site oficial do ProUni.

O sistema estará disponível até as 23h59 do dia 18 de junho de 2015.

Quem pode participar do ProUni 2015

Para participar do ProUni 2015, é obrigatório ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2014, com desempenho mínimo de 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.

O ProUni usa a nota do Enem para classificar candidatos de baixa renda concorrendo a uma bolsa de estudos em faculdade particular. Só pode participar quem ainda não tiver diploma de nível superior.

Além disso, o candidato precisa ter renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa e preencher pelo menos um dos seguintes requisitos:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada, como bolsista integral da própria escola.
  • Ter cursado uma parte do ensino médio em escola pública uma parte em escola privada como bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor efetivo da rede pública de ensino e estar concorrendo a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura (nesse caso não há requisitos de renda).

Veja também:

ProUni tem lista de espera?

Você vai tentar uma bolsa de estudos pelo ProUni? Conte para a gente aqui nos comentários!