O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) virou o maior vestibular do país. Milhões de estudantes fazem a prova ao mesmo tempo, em mais de mil cidades de todo o Brasil, esperando conseguir uma boa nota.

Criado para avaliar a qualidade do ensino médio, o Enem é hoje uma das principais vias de acesso ao ensino superior.

Programas como o ProUni (bolsas de estudos em faculdades privadas), Sisu (vaga em universidades públicas sem fazer vestibular) e FIES (financiamento estudantil) usam a nota do Enem como critério de classificação. Para participar desses programas, é obrigatório ter feito o Enem, atingir a nota necessária e ainda cumprir os demais critérios (renda familiar, escolaridade, etc.).

Muitas universidades também estão substituindo a prova do vestibular tradicional pela apresentação do desempenho no Enem. Até mesmo alguns vestibulares tradicionais estão considerando a nota do Enem para complementar a pontuação dos candidatos.

Não custa lembrar que o Enem, sozinho, não faz “passar” automaticamente para a faculdade. É preciso se inscrever nesses processos seletivos e cumprir todos os critérios para, aí sim, apresentar sua nota do Exame e tentar uma vaga.

Independentemente do objetivo, uma coisa é certa: quem faz o Enem, quer passar!

Confira a seguir 5 dicas preciosas para garantir sua vaga na faculdade usando a nota do Enem!

1. Esqueça a decoreba

Decorar datas e fórmulas pode até ter quebrado um galho em uma ou outra prova que você fez no passado. Mas no Enem a coisa é diferente. As questões são multidisciplinares, ou seja, misturam mais de uma matéria, e para acertar você precisa realmente entender o conteúdo – e o enunciado!

Para ir se acostumando, pegue as provas dos anos anteriores e faça seu próprio simulado do Enem. Vá para um local tranquilo, desligue o celular e procure resolver as questões dentro do tempo previsto. Depois, consulte o gabarito e trabalhe naqueles itens que você tem dúvida.

2. Invista na leitura

Você já sabe que boa parte da sua nota do Enem vai depender da compreensão do enunciado das questões multidisciplinares, de interpretar o que está sendo pedido.

Pois uma das formas de treinar sua interpretação de texto é ler. Ler muito! Jornais, revistas, artigos, editoriais, livros... Quanto maior for o seu repertório, melhor você entenderá até mesmo os problemas de Matemática e Física.

Além disso, a leitura tem dois efeitos colaterais positivos para quem vai prestar o Enem:

  • Mais conhecimento: você estará a par dos acontecimentos mais importantes no Brasil e no mundo, o que ajuda a entender as questões da prova e acumular argumentos consistentes para defender seu ponto de vista na redação.
  • Escrever melhor: vocabulário, ortografia, gramática e encadeamento de ideias melhoram cada vez mais com a leitura. E isso é crucial para você ter uma boa nota na redação.

3. Pratique a redação

A redação do Enem é fundamental para entrar em qualquer um dos programas de acesso à faculdade. E não basta não zerar! Ela é o primeiro critério de desempate e pode garantir até 1.000 pontos, por isso é importante caprichar.

Treine o modelo solicitado no Enem, o dissertativo-argumentativo. A partir de textos motivadores, você precisa entender o tema proposto, expor seu ponto de vista, defendê-lo com argumentos e, ao final, apresentar uma solução para o problema, respeitando os direitos humanos. O tamanho ideal é de aproximadamente 30 linhas.

4. Estude aos poucos

O Enem avalia o conteúdo aprendido nos três anos do ensino médio. É inviável (e inútil) querer aprender tudo nos dias que antecedem o exame. Por isso, vá estudando aos poucos.

Crie um esquema de estudos que funcione para você e que cubra o conteúdo necessário de uma forma saudável. Virar noites a fio estudando só vai fazer você se cansar. O nosso cérebro tem um limite para absorver conteúdo.

5. Saiba o que fazer nos dias de prova   

Tão importante quanto ter estudado muito bem o conteúdo do Enem é saber como agir nos dias de prova. Aqui vão algumas dicas:

  • Assim que for divulgado o local de prova, imprima seu cartão de confirmação e vá até o lugar onde você fará o Enem. Use o mesmo meio de transporte que você usará no dia e calcule um tempo a mais, pois o trânsito estará mais complicado.
  • Nos dias antes da prova, se alimente bem e durma o suficiente.
  • No dia da prova, saia cedo de casa para poder chegar ao local com tranquilidade. Os portões abrem ao meio-dia (horário de Brasília). Entre logo e vá até sua sala. Os portões fecham pontualmente às 13 horas (horário de Brasília) e a organização do Enem não tolera nem um segundo de atraso!
  • Lembre-se de levar documento de identidade original com foto, em bom estado e dentro da validade, e caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente (é o único material permitido para resolver as questões da prova). Se quiser, poderá entrar na sala com bebidas e alimentos leves para consumir durante o Exame.

Veja também:

5 dicas para a redação do Enem

Vai fazer o Enem? Como você está se preparando para passar? Deixe sua dica aqui nos comentários!