O arquiteto planeja e acompanha a construção de prédios, casas, escritórios e similares. Também pode criar móveis, cenários, planejar praças, parques, loteamentos e cuidar do patrimônio arquitetônico local.

O curso de Arquitetura e Urbanismo é bastante procurado por estudantes de todo o país. A graduação dura em média cinco anos e muitas universidades oferecem a formação em turno integral.

Quem deseja ingressar neste curso vai encontrar mensalidades em diversas faixas de preço – começando em R$ 600 e chegando a mais de R$ 3.000.

Veja a seguir qual a mensalidade dos cursos de Arquitetura nas principais faculdades brasileiras reconhecidas pelo MEC e escolha a mais adequada para o seu bolso!

Mensalidades de Arquitetura

O valor médio da mensalidade de Arquitetura e Urbanismo no Brasil é de R$ 1.500.

O curso tem um perfil muito próximo ao da Engenharia Civil, o que significa muitas aulas de laboratório e o uso de materiais próprios da profissão. Esses fatores ajudam a elevar bastante o custo da graduação.

Mensalidades de Arquitetura entre R$ 600 e R$ 1.000

Mensalidades de Arquitetura entre R$ 1.000 e R$ 1.500

  • Universidade de Fortaleza (UNIFOR)
  • Universidade Santa Cecília (UNISANTA)
  • Centro Universitário SENAC (SENACSP) 
  • Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)
  • Faculdade Unime de Ciências Exatas e Tecnológicas (FCT)
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)
  • Universidade Luterana do Brasil (ULBRA)
  • Universidade Ibirapuera (UNIB)
  • Universidade da Amazônia (UNAMA)

Mensalidades de Arquitetura entre R$ 1.500 e R$ 2.000

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Universidade Positivo (UP)
  • Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)
  • Centro Universitário de Brasília (UNICEUB)
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
  • Universidade de Caxias do Sul (UCS)
  • Universidade São Judas Tadeu (USJT)
  • Universidade de Cuiabá (UNIC) 

Mensalidades de Arquitetura acima de R$ 2.000

  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE)
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
  • Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (Escola da Cidade)
  • Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP)

As diferenças nas mensalidades de Arquitetura

A pesquisa revela que os cursos mais baratos de Arquitetura estão nas cidades de Manaus (Faculdade Metropolitana de Manaus/FAMETRO), Salto (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio/CEUNSP) e Araçatuba (Centro Universitário Toledo/UNITOLEDO), com mensalidades na faixa dos R$ 600.

Já os mais caros, custando em média R$ 3.000, encontram-se nas cidades de São Paulo (Fundação Armando Alvares Penteado/FAAP) e Rio de Janeiro (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/PUC-Rio).

Vários fatores contribuem para a diferença de preço: status da universidade, região, infraestrutura, demanda local e nível de titulação do corpo docente. Instituições mais antigas e conhecidas geralmente também são as mais caras. Mas fique atento: nem sempre cobrar mais significa oferecer maior qualidade de ensino. Entenda os motivos a seguir.

Universidades mais caras são melhores?

Foi-se o tempo em que cobrar mais era sinal de qualidade. Hoje, importante mesmo é checar a avaliação da instituição e do curso junto ao Ministério da Educação (MEC), usando uma ferramenta chamada e-MEC (http://emec.mec.gov.br/). Essa avaliação garante que você irá fazer um curso de qualidade, independentemente do preço.

Veja como fazer a consulta:

  1. Acesse o e-MEC.
  2. Encontre a aba “Consulta Avançada” e clique.
  3. Em “Buscar por”, selecione a opção “Curso de Graduação” .
  4. Em “Curso”, digite: Arquitetura
  5. Em “UF”, selecione o estado (campo opcional).
  6. Selecione o município (opcional).
  7. Clique no botão “Pesquisar”. Vai aparecer uma lista com todos os cursos, suas respectivas notas e situação perante o MEC.

Alternativas às mensalidades de Arquitetura

Se você quer muito estudar Arquitetura, mas não consegue entrar em uma universidade pública, o Governo Federal oferece dois programas de acesso ao ensino superior. Conheça:

  • ProUni: o Programa Universidade Para Todos oferece bolsas de estudos integrais e parciais em universidades privadas com avaliação positiva junto ao MEC. É destinado a estudantes de baixa renda. Conseguir uma dessas bolsas não é tão fácil: é preciso ter feito o Enem no ano anterior, com desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.
  • FIES: Se você não conseguiu o ProUni, a outra alternativa é tentar um financiamento estudantil a juros baixos, o FIES. A vantagem do FIES é que você só começa a pagar a dívida depois de formado. Nos últimos tempos, as regras para concessão desse benefício têm ficado mais rígidas.
Selecionamos para você algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você vai poder estudar Arquitetura pagando menos. Além de participarem do FIES e do ProUni, elas contam com diversas outras iniciativas de descontos, bolsas e parcelamento das mensalidades.

Veja também:

Curso de Arquitetura e Urbanismo

Vai tentar o curso de Arquitetura e Urbanismo em uma universidade particular? Compartilhe suas impressões sobre as mensalidades conosco nos comentários!