A gente já sabe que tirar uma boa nota no Enem é fundamental para garantir uma vaga na universidade. Mas você sabia que a pontuação no Exame também pode trazer outros benefícios?

Além da vaga em universidade pública, você pode disputar uma bolsa de estudos, contratar um financiamento estudantil a juros baixos, entrar numa faculdade particular sem passar pelo vestibular ou mesmo obter o certificado de conclusão do ensino médio.

É por isso que vale a pena – e muito! – investir pesado nos estudos para fazer o Enem. Além dos benefícios citados acima, um número cada vez maior de instituições está adotando a nota do Exame como critério para escolha de novos alunos.

Conheça tudo sobre a nota de corte do Enem 2015 e descubra todos os benefícios que uma boa pontuação pode trazer!

O que é a nota de corte do Enem?

A nota do Enem é usada como critério em pelo menos cinco ocasiões:

  1. Concorrer a uma vaga em universidade pública pelo Sisu.
  2. Entrar em alguma faculdade privada sem precisar fazer vestibular.
  3. Obter uma bolsa de estudos parcial ou integral em universidade privada pelo ProUni.
  4. Solicitar um financiamento estudantil a juros baixos pelo FIES.
  5. Conseguir o certificado de conclusão do ensino médio.

Na maioria dos processos acima, existe a chamada “nota de corte”, que é a pontuação mínima necessária para conseguir uma vaga.

   

A nota de corte varia de acordo com alguns fatores:

  1. O desempenho dos estudantes que concorrem a uma vaga no mesmo curso e instituição que você.
  2. O número de vagas disponíveis no curso desejado.
  3. A procura pelo curso, bolsa, ou benefício.
  4. O modelo de cálculo usado para a nota do Enem (algumas universidades usam o cálculo simples e outras dão pesos diferentes para cada prova).

Para que serve a nota do Enem?

Muitos processos seletivos de universidades públicas e privadas utilizam a nota do Enem como critério principal para escolha de novos alunos.

Com sua nota do Enem é possível participar dessa e de muitas outras seleções, ampliando suas chances de entrar em um curso superior de qualidade. Veja a seguir como seu desempenho no Enem pode ser útil:

Nota de corte do Enem para o Sisu

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) é a ferramenta do Ministério da Educação que permite disputar uma vaga em universidade pública brasileira sem precisar fazer o vestibular.

Nessa ferramenta, que é totalmente automatizada, o candidato pode escolher a graduação e a faculdade. O sistema analisa a nota do Enem e diz se é possível ou não concorrer a uma vaga no curso desejado.

A nota de corte do Sisu pode variar de acordo com a instituição, o número de vagas e a concorrência. Alguns cursos tradicionalmente têm notas de corte alta, como Medicina e Engenharia.

São realizados dois processos seletivos por ano, no primeiro e no segundo semestre.

Uma dica legal é pesquisar a nota de corte do seu curso, turno, universidade e modalidade de concorrência nas edições anteriores do Sisu, inclusive as mais antigas (para ver as diferenças ano a ano). Ainda que seja uma informação que muda a cada seleção, dá uma ideia da nota que você precisará tirar no Enem para entrar naquele curso.

Veja também: Como entrar no Sisu com a nota do Enem

Nota de corte do Enem para o ProUni

Se você não conseguiu passar no Sisu, uma alternativa é tentar obter uma bolsa de estudos em universidade privada.

A nota do Enem é um dos principais critérios usados no processo de seleção do Programa Universidade para Todos (ProUni), direcionado à formação superior de estudantes de baixa renda. 

Para participar do ProUni é preciso ter alcançado um mínimo de 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação, além de cumprir alguns requisitos de renda e formação. O sistema dá prioridade automática a alunos com notas mais altas, por isso em muitos casos é necessário muito mais do que o desempenho mínimo para garantir o benefício.

Veja também: Como entrar no ProUni com a nota do Enem

Nota de corte do Enem para o FIES

Outra iniciativa do Governo Federal que usa a nota do Enem para selecionar candidatos é o FIES,  o financiamento estudantil a juros baixos criado para apoiar a formação superior de estudantes de baixa renda no País. Para concorrer ao benefício é preciso ter no mínimo 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação.

O FIES também exige comprovação de requisitos de renda e formação. Estudantes que cursaram escolas públicas, que estejam se candidatando a cursos em áreas prioritárias (Saúde, Engenharias e formação de professores) e que pretendam estudar em determinadas regiões do País têm prioridade na escolha.

Veja também: Como fazer a inscrição para o FIES

Nota de corte do Enem para entrar em universidades privadas

De uns tempos para cá, muitas universidades privadas passaram a utilizar a nota do Enem para permitir o acesso direto de novos estudantes. A grande vantagem desse modelo é não ter que passar pelo vestibular. Cada faculdade tem seus critérios e notas de corte.  

Como o formato varia muito, a única forma de saber como é feito o processo na universidade que você deseja é consultando o edital de seleção.

Veja também: Faculdades que aceitam a nota do Enem

Nota de corte do Enem para obter certificado do Ensino Médio

A nota do Enem pode ser usada para obter o certificado de conclusão do Ensino Médio.

Para isso, o MEC impõe algumas exigências: 

  • Tirar, no mínimo, 450 pontos nas provas objetivas.
  • Alcançar pelo menos 500 pontos na redação.
  • Ter no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data da primeira prova de cada edição do exame.

O certificado de ensino médio não é um processo seletivo, portanto a nota de corte não varia. Quem escolheu essa opção só precisa atingir a pontuação mínima exigida para conseguir o documento e assim poder comprovar seu grau de escolaridade.

O candidato deve assinalar a opção de obter o certificado de conclusão do ensino médio no ato da inscrição do Enem. Ele tem que indicar também em qual instituição pegará o documento.

Vale lembrar que os estudantes matriculados em escolas regulares não precisam marcar esse item quando se inscreverem no Enem, pois receberão automaticamente seus certificados de conclusão do ensino médio ao passarem no terceiro ano. 

Veja também: Como concluir o ensino médio através do Enem

Você acha que consegue a nota de corte do Enem para passar em algum desses programas?  Compartilhe conosco nos comentários!