O Programa Universidade para Todos (ProUni) acontece duas vezes por ano: a primeira, em janeiro, selecionou bolsistas que começaram a faculdade no primeiro semestre e a segunda classifica estudantes para o segundo semestre. A classificação é feita a partir da nota do Enem.

A segunda edição do ProUni 2016 já teve o calendário definido pelo MEC.

Descubra quando abrem as inscrições, que dia sai o resultado, qual o período de matrículas e o prazo para participar da lista de espera do ProUni 2016!

Inscrição do ProUni 2016

As inscrições para a segunda edição do ProUni de 2016 seguem a tradição das edições anteriores: começam na terça-feira e encerram na sexta-feira. São apenas quatro dias, por isso é tão importante ficar de olho nas datas.

Se você pretende entrar no ProUni no segundo semestre de 2016, terá de 7 a 10 de junho para se inscrever. 

Para participar do ProUni é obrigatório ter feito Enem 2015 e ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior do que zero na redação.

Veja o passo a passo de como fazer a inscrição:

  1. Acessar o portal do ProUni.
  2. Informar seu número de inscrição e senha do Enem 2015.
  3. Informar um endereço de e-mail e um telefone válidos.
  4. Preencher todos os dados solicitados.
  5. Selecionar até duas opções entre as vagas disponíveis para o seu perfil de renda.

Importante: as inscrições são gratuitas e devem ser feitas somente pela internet, no portal oficial do ProUni.

Resultado do ProUni 2016

O resultado do ProUni costuma ser divulgado na segunda-feira seguinte ao encerramento das inscrições.

Como o sistema é totalmente automatizado, não é necessário muito tempo para calcular a classificação.

Na segunda edição do ProUni 2016, o resultado sai no dia 13 de junho.

Chamadas do ProUni 2016

Normalmente, o ProUni faz duas convocações dos pré-selecionados.

A primeira chamada do ProUni 2016 é no dia 13 de junho.  Os convocados têm poucos dias para apresentar a documentação necessária, fazer a prova de seleção (caso o curso escolhido exija essa etapa) e concluir a matrícula, garantindo assim sua bolsa. Quem for selecionado deve fazer todos esses procedimentos até o dia 20 de junho de 2016. Após a primeira chamada, as vagas que sobram (por documentação faltante, não comparecimento, etc.) vão para a segunda chamada.

A segunda chamada do ProUni 2016 acontece no dia 27 de junho e os selecionados têm até o dia 1o de julho para concluir a matrícula.

Caso ainda sobrem vagas, elas poderão ser ocupadas pelos nomes na lista de espera.

Lista de espera do ProUni 2016

Se você não passar na primeira nem na segunda chamada do ProUni 2016, ainda tem a possibilidade de tentar mais uma vez!

Após as duas convocações regulares, o ProUni abre o processo de lista de espera.

Importante: a participação na lista de espera não é automática. O candidato deve “manifestar seu interesse” - que nada mais é do que se cadastrar pela internet, marcando essa opção no site do ProUni.

O prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera da segunda edição do ProUni 2016 vai de 8 a 11 de julho de 2016.

O que você precisa saber sobre o ProUni

O ProUni foi criado pelo Governo Federal e é uma das principais iniciativas de democratização do acesso ao ensino superior no País. Todo semestre, o Programa concede bolsas de estudo parciais (50%) e integrais (100%) a estudantes de baixa renda em faculdades privadas.

O processo seletivo do ProUni usa exclusivamente a nota do Enem para escolher os candidatos. Os participantes concorrem apenas com aqueles que selecionaram as mesmas opções de faculdade, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência (cotas ou não).

Alguns cursos são bastante concorridos. Portanto, quanto maior a sua nota do Enem, maiores as chances de passar no ProUni.

Além de não ter diploma de nível superior e de ter alcançado 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação do Enem 2015, quem quiser participar do ProUni 2016 deve atender a pelo menos uma das condições a seguir:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada como bolsista integral.
  • Ter cursado uma parte do ensino médio em escola pública e uma parte em escola privada como bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor efetivo da rede pública de ensino e estar concorrendo a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura (nesse caso não há requisitos de renda).

Como o ProUni foi criado para beneficiar estudantes de baixa renda, é a condição financeira da família que define o tipo de bolsa a ser concedida:

  • Bolsa Integral: paga 100% mensalidade e é reservada aos estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Bolsa parcial: paga 50% da mensalidade e está destinada a candidatos com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Faculdades que participam do ProUni

A quantidade de vagas disponíveis e as faculdades participantes mudam a cada edição do ProUni. Você pode conferir a lista durante o período de inscrições. Confira algumas instituições que costumam oferecer vagas do ProUni:

Veja também:

ProUni 2016

Vai tentar o ProUni em 2016? Conte para a gente aqui nos comentários!