O Programa Universidade para Todos (ProUni) de 2016 usa a nota do Enem 2015 para classificar candidatos a bolsas de estudo parciais e integrais em faculdades privadas de todo o Brasil. São milhares de vagas em cursos de diversas áreas do conhecimento.

O processo é totalmente informatizado.  Quem preencher os requisitos de participação deve se inscrever pela internet usando seu número de inscrição e senha do Enem 2015. O sistema do ProUni recupera a pontuação e classifica os melhores candidatos concorrendo a uma mesma vaga (mesma faculdade, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência – cotas ou não).

Por isso, o resultado sai em poucos dias. Confira a seguir quando será divulgada a lista de aprovados da segunda edição do ProUni 2016, se tem lista de espera e como fazer para participar!

Quando sai o resultado do ProUni 2016?

A segunda edição do ProUni 2016 tem inscrições entre os dias 13 a 10 de junho (terça a sexta-feira). E o resultado sai rápido, já na segunda-feira seguinte, dia 13 de junho.

Quem não tiver conseguido a bolsa no dia 13 conta com mais uma chance. O ProUni fará uma segunda chamada no dia 27 de junho.

Onde consultar o resultado do ProUni 2016?

O ProUni não divulga um “listão de aprovados”. No dia previsto para a divulgação dos resultados, os candidatos devem fazer a consulta individual.

São duas formas de acessar os resultados do ProUni:

  1. Na página do Boletim Individual, entrando no site do ProUni com seu número de inscrição e senha.
  2. Diretamente na instituição para a qual você se candidatou a uma bolsa.

Quem for selecionado no ProUni só precisa chegar no primeiro dia de aula?

Não. Quem for selecionado no ProUni precisa ficar muito atento e cumprir todos os procedimentos para garantir sua vaga.

Funciona assim:

  • Entre os dias 13 e 20 de junho de 2016, os candidatos convocados na primeira chamada precisam comparecer à faculdade para a qual foram selecionados para apresentar a documentação necessária (a lista aparece no site do ProUni, no momento da inscrição. Em alguns casos, a instituição pode exigir algum tipo de prova complementar antes do futuro estudante se matricular.
  • Caso esteja tudo certo com a documentação (e o candidato passar na prova aplicada, quando for o caso), é necessário fazer a matrícula para garantir a vaga.
  • Quando um participante pré-selecionado não cumpre qualquer dessas etapas, por qualquer que seja o motivo, a matrícula não é efetuada e a vaga vai para outro candidato.
  • Entre os dias 27 de junho e 1o de julho é a vez dos convocados para a segunda chamada apresentarem a documentação, fazerem a prova (nos cursos que exigem essa etapa) e a matrícula.

O ProUni 2016 vai ter lista de espera?

Sim! Após o prazo determinado para a comprovação de documentos dos candidatos convocados na segunda chamada, começa o período da lista de espera, de 8 a 11 de julho de 2016.

Só pode participar da lista de espera quem se inscreveu na mesma edição do ProUni.

Vale lembrar que a participação na lista de espera não é automática. O candidato precisa se cadastrar na página do ProUni marcando a opção correspondente, o que o MEC chama de “manifestar interesse”

Quem pode participar do ProUni 2016?

Para participar do ProUni o candidato não pode ter diploma de nível superior e deve ter feito o Enem 2015, com 450 pontos na média das provas e nota maior do que zero na redação.

Além disso, deve se encaixar em pelo menos uma das situações a seguir:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Ter cursado parte do ensino médio em escola pública e parte em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública, integrante do quadro permanente, e concorrer a bolsa para cursos de licenciatura. Neste caso o candidato está dispensado de cumprir requisitos de renda.
O ProUni é voltado para estudantes que tenham renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa. Quem tem renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio pode concorrer às bolsas integrais, que pagam 100% da mensalidade do curso. Os demais podem concorrer às bolsas parciais, que pagam a metade (50%) da mensalidade do curso.

Faculdades que participam do ProUni

A quantidade de vagas disponíveis e as faculdades participantes mudam a cada edição do ProUni. Você pode conferir a lista durante o período de inscrições. Confira algumas instituições que costumam oferecer vagas do ProUni:

Veja também:

ProUni 2016

Fez o ProUni 2016? Está confiante? Conte para a gente aqui nos comentários!