Os engenheiros civis aparecem entre os profissionais mais bem pagos do mercado de trabalho nacional, segundo um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Isso, por si só, já seria um bom motivo para que o curso de Engenharia Civil figurasse entre os mais concorridos de processos seletivos como o Sisu, o ProUni e os vestibulares tradicionais.

No entanto, há ainda mais motivos para buscar uma graduação em Engenharia Civil. Um mercado de trabalho receptivo, o dinamismo da carreira e a carência de profissionais bem qualificados – mesmo em tempos de crise – são alguns deles.

Alcançar esses objetivos profissionais requer disposição. O curso é puxado e exige dedicação em tempo integral, sem falar na grande quantidade de disciplinas específicas, que podem ser bem difíceis. Para quem curte essa área, a recompensa vem logo mais.

Veja a seguir se vale a pena fazer Engenharia Civil e encontre as faculdades mais legais para começar sua carreira!

Engenharia Civil é o curso certo para mim?

O curso de Engenharia Civil tem cinco anos de duração e é oferecido apenas em grau de bacharelado. Quem está se planejando para fazer essa graduação não vai ter dificuldade de encontrá-la nas maiores universidades públicas e privadas Brasil afora.

É uma das habilitações mais conhecidas da Engenharia e também uma das mais importantes para o desenvolvimento estrutural do País!

O curso é ideal para:

  • Quem tem interesse e facilidade com matérias das Ciências Exatas: Matemática, Física, Química, Estatística, Computação e conteúdos típicos da Engenharia.
  • Quem se empolga com a ideia de pensar e executar projetos de infraestrutura, como pontes, prédios, estradas, represas, túneis, etc.
  • Quem se interessa por gestão de obras de grande porte.
  • Quem quer se enveredar pelo caminho da pesquisa e desenvolvimento em tecnologias da construção civil.
  • Quem está disposto a investir em formação contínua depois de formado.

O curso presencial é bastante intenso e durante cinco anos o aluno estará imerso em aulas teóricas, práticas de laboratório e visitas externas. É necessário dispor de tempo integral – o que pode ser um obstáculo para quem precisa trabalhar para pagar os estudos.

Ao final da graduação, o profissional sai da faculdade com conhecimentos para pensar, construir e reformar todo tipo de estrutura, além de habilidades gerenciais para tocar diversos projetos na área.

Dá para fazer Engenharia Civil a distância?

A boa notícia para quem precisa trabalhar e quer fazer Engenharia Civil é que o curso está disponível também no formato a distância.

Com o mesmo tempo de duração, é ministrado parte a distância e parte presencialmente. O Ministério da Educação (MEC) exige que todas as aulas práticas sejam feitas nos laboratório dos polos de apoio, além dos encontros ocasionais para apresentação de trabalhos e realização de provas finais.

Cada instituição tem uma grade diferente para as aulas presenciais. Consulte a faculdade de seu interesse para entender como é a dinâmica do curso.

O diploma de Engenharia Civil a distância tem a mesma validade daquele obtido em um curso tradicional. Importante mesmo é checar se tanto a universidade como o curso oferecido têm autorização do MEC para funcionar.

O que se estuda em Engenharia Civil?

O currículo de Engenharia Civil é recheado de disciplinas como Cálculo, Geometria, Física, Segurança, Resistência dos Materiais e outras tantas específicas dessa carreira.

Nos primeiros anos o aluno aprende os fundamentos básicos da Engenharia. A partir do terceiro ano (ou sexto semestre), vêm as matérias especializadas da profissão.

A grade de disciplinas muda de uma faculdade para a outra, por isso é importante ficar atento ao que a universidade de sua preferência oferece.

De modo geral, essas são as principais disciplinas estudadas em Engenharia Civil ao longo dos 10 semestres:

  • Administração
  • Álgebra Linear
  • Cálculo Diferencial
  • Cálculo Integral
  • Construção Civil
  • Desenho
  • Estatística
  • Estradas
  • Estruturas em Concreto
  • Fenômenos de Transporte
  • Física
  • Geometria
  • Hidráulica
  • Informática
  • Instalações Elétricas
  • Instalações Hidráulico-sanitárias
  • Mecânica
  • Mecânica dos Solos
  • Planejamento e Gerenciamento
  • Pontes
  • Química
  • Resistência de Materiais
  • Saneamento
  • Segurança no Trabalho
  • Sistemas Construtivos

Mercado de trabalho para engenheiros civis

O mercado de trabalho para engenheiros civis está aquecido, apesar de ter dado uma retraída nos últimos tempos por causa da crise econômica.

A demanda ainda é alta, especialmente por profissionais capazes de acompanhar todas as etapas de uma obra de construção civil, do projeto inicial até a execução e entrega de um empreendimento.

Os engenheiros civis podem trabalhar em empresas privadas de diversos portes, empreender seu próprio negócio ou ocupar posições em órgãos públicos.

A profissão é regulamentada. Só pode exercê-la quem tiver diploma de curso superior de Engenharia Civil reconhecido pelo MEC e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Quanto custa estudar Engenharia Civil?

Os custos de uma formação em Engenharia Civil podem variar bastante. Na média geral, as faculdades mais baratas estão na região Nordeste, enquanto as mais caras concentram-se no Sul e Centro-Oeste.

Dê uma olhada em quanto custa estudar Engenharia Civil nas cinco regiões do País:

Região Nordeste

  • Valor mínimo: R$ 600
  • Média: R$ 950
  • Valor máximo: R$ 1.400

Região Norte

  • Valor mínimo: R$ 700
  • Média: R$ 985
  • Valor máximo: R$ 1.400

Região Sudeste

  • Valor mínimo: R$ 600
  • Média: R$ 1.000
  • Valor máximo: R$ 3.000

Região Centro-Oeste

  • Valor mínimo: R$ 800
  • Média: R$ 1.100
  • Valor máximo: R$ 1.700

Região Sul

  • Valor mínimo: R$ 800
  • Média: R$ 1.250
  • Valor máximo: R$ 2.100

Onde estudar Engenharia Civil?

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia Civil:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Os 7 cursos de Engenharia mais bem pagos

Para você valeria a pena fazer Engenharia Civil? Compartilhe seu ponto de vista conosco nos comentários!