Pesquisas especializadas indicam que a carreira de Engenharia de Produção seguirá em alta pelos próximos anos. Há espaço garantido para o engenheiro de produção em empresas de diferentes portes e setores da economia.

Mas para se formar em Engenharia de Produção é preciso estudar pesado. O currículo é recheado de disciplinas das Ciências Exatas. A boa notícia é que, entre todas as áreas da Engenharia, esta é a mais generalista. Em alguns semestres o curso envolve matérias de Administração e até das Ciências Humanas!

Veja o que se estuda na graduação em Engenharia de Produção e descubra se esta carreira é a mais indicada para você. Veja também boas opções de faculdade para entrar com o pé direito no mercado de trabalho!

O curso de Engenharia de Produção

Antes de conhecer o currículo do curso, veja algumas características importantes desta formação:

• O curso é um bacharelado.

• Tem duração de cinco anos e pode ser encontrado nas modalidades de ensino presencial e a distância, com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

• Para se formar, o aluno deve realizar um período de estágio e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

• Há habilitações específicas na Engenharia de Produção. A mais comum é a Mecânica, mas também há cursos direcionados para a Agroindústria, Química, Elétrica, Metalúrgica, Gestão Ambiental e Indústria Automotiva, entre outras. Confira a grade curricular para saber o enfoque da universidade onde você quer estudar!

Os engenheiros de produção são profissionais preparados para acompanhar todas as etapas do trabalho, apontar o que pode funcionar melhor e o que deve ser feito para obter maior eficiência e produtividade.

Por isso, ao longo da graduação os alunos precisam aliar conhecimentos técnicos com o estudo de disciplinas da área de Gestão, Recursos Humanos e Economia. Eles precisam entender sobre máquinas, processos e pessoas, além de aprender a combinar estes elementos para obter melhores resultados nas empresas.

Há muito o que estudar durante os cinco anos do curso! Nos primeiros semestres o foco são as disciplinas das Ciências Exatas e da Computação, como Cálculo e Física, comuns a todas as engenharias. Depois, os alunos passam a estudar conceitos e fundamentos da área de Administração. 

Principais disciplinas de Engenharia de Produção

Confira algumas das matérias que mais aparecem no currículo dos cursos de Engenharia de Produção:

• Administração de Recursos Humanos

• Algoritmos e Estruturas de Dados

• Cálculo Diferencial e Integral

• Contabilidade

• Controle de Qualidade

• Desenho Técnico

• Engenharia de Métodos e Processos

• Estatística e Probabilidade

• Ergonomia

• Fenômenos de Transporte

• Física

• Geometria Analítica e Álgebra

• Gestão Ambiental

• Gestão das Instalações Industriais

• Gestão Estratégica

• Mecânica

• Organização do Trabalho

• Planejamento e Controle da Produção

• Processos de Fabricação

• Química Geral e Aplicada

• Resistência dos Materiais

Atividades práticas de Engenharia de Produção

A graduação em Engenharia de Produção conta com muitas atividades práticas, principalmente nos semestres iniciais. São aulas em laboratório, realização de experimentos, visitas técnicas, participação em projetos de desenvolvimento de produto, etc.

Estas atividades acontecem também nos cursos a distância. Neste caso, os alunos devem se deslocar até os polos de apoio das universidades para cumprir a parte prática das disciplinas.

Confira alguns dos laboratórios utilizados na Engenharia de Produção:

• Laboratório de Informática

• Laboratório de Química

• Laboratório de Física e Resistência de Materiais

• Laboratório de Desenho Técnico

• Laboratório de Eletricidade

• Laboratório de Automação

• Laboratório de Ergonomia e Segurança no Trabalho

TCC e estágio em Engenharia de Produção

Para obter o diploma de engenheiro de produção os alunos devem desenvolver e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dentro das normas de cada instituição.

As atividades do TCC se estendem ao longo dos dois semestres finais e são conduzidas por um professor orientador. Geralmente os alunos podem optar por desenvolver o trabalho de forma individual ou em grupo. Quando concluído, o TCC deve ser apresentado a uma banca examinadora para aprovação.

As regras para o cumprimento do estágio obrigatório variam um pouco entre as universidades. Algumas aceitam o prazo mínimo de seis meses. Outras exigem um ano de duração. De qualquer forma, o estágio deve ser supervisionado por um professor orientador e um profissional da empresa onde o aluno estiver atuando.

Onde estudar Engenharia de Produção

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia de Produção:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio)

Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry) – em Recife 

Faculdade Ruy Barbosa (Ruy Barbosa | DeVry) – em Salvador 

Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) – em Fortaleza 

Veja também:

Engenharia de Produção

Vai estudar Engenharia de Produção? Em qual universidade? Conte para a gente nos comentários!