O engenheiro químico encontra muitas oportunidades de trabalho no Brasil, com bons salários desde o início da carreira.  Este profissional deve acompanhar de perto todos os tipos de transformações físico-químicas nas indústrias. Ele supervisiona os processos de produção, o desenvolvimento de novos produtos e o impacto ambiental destas atividades.

Para se formar é preciso encarar cinco anos de estudo na universidade. O curso de Engenharia Química é puxado! Conta com uma carga pesada de disciplinas das Ciências Exatas e exige muita aptidão com Matemática, Química e Física.

Mas tem boa notícia também: se esta for a sua praia, você vai achar o curso muito interessante e as atividades práticas do currículo vão quebrar totalmente a sua rotina com novas descobertas! 

Veja o que se estuda em Engenharia Química e confira se esta formação é a ideal para você!

O curso de Engenharia Química

É importante você ficar por dentro de algumas características da graduação em Engenharia Química, antes mesmo de conhecer as disciplinas:

• O curso é um bacharelado e dura cinco anos.

• Grande parte das faculdades oferece esta formação em período integral, mas é possível encontrar opções de curso em apenas um período (matutino, vespertino ou noturno).

• A formação em Engenharia Química é presencial. Não há cursos de graduação a distância nesta área reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) no Brasil.

• Não confunda Engenharia Química com Química. O profissional formado em Química é aquele que está constantemente em laboratórios, analisando composições, realizando experiências e criando fórmulas. O engenheiro químico também detém este conhecimento, mas sua especialidade é desenvolver e gerenciar processos produtivos em indústrias.

• Ao final da faculdade o aluno deverá cumprir um período de estágio obrigatório e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Grade curricular de Engenharia Química

Se você pretende se tornar engenheiro químico, prepare-se para aprofundar os estudos nas Ciências Exatas, especialmente em Matemática, Química e Física.  Como nos demais cursos de Engenharia, os primeiros semestres são recheados de disciplinas teóricas, garantindo uma base de conhecimentos para que os alunos entendam os conceitos da profissão.

A partir do terceiro semestre entram em cena as matérias específicas e as numerosas aulas práticas desta formação. Os currículos apresentam diferentes enfoques, dependendo da universidade. Agroindústria, Indústria Têxtil, Petróleo e Gás são alguns exemplos. De qualquer forma, as disciplinas que mais aparecem na grade curricular dos cursos de Engenharia Química são as seguintes:

• Análise Instrumental

• Bioquímica das Fermentações

• Cálculo do Balanço de Massa e Energia

• Ciência dos Materiais

• Cinética das Reações Químicas

• Derivadas de Funções

• Desenho Técnico

• Eletromagnetismo

• Engenharia Bioquímica

• Equações Diferenciais Lineares

• Estática dos Corpos Rígidos

• Estudos Socioculturais

• Fenômenos de Transferência de Calor e Massa

• Físico-Química

• Fundamentos de Materiais de Corrosão

• Fundamentos de Mecânica

• Geometria Analítica

• Limites e Continuidade de Funções

• Mecânica Ondulatória

• Modelagem e Simulação

• Óptica e Relatividade

• Probabilidade e Estatística

• Química Analítica

• Química Inorgânica

• Química Orgânica

• Resistência dos Materiais

• Síntese e Análise Orgânica

• Termodinâmica Química

• Tratamento de Efluentes

Laboratórios de Engenharia Química

Há muitas aulas práticas no curso de Engenharia Química. Grande parte das disciplinas que você viu no item anterior é ministrada em laboratórios.

Nesta formação os alunos precisam colocar a mão na massa! A partir do terceiro ano eles mergulham fundo nos processos físico-químicos. Aprendem a identificar as reações, analisar compostos químicos e a projetar equipamentos para as diversas transformações que ocorrem na indústria.

Se você entrar num curso de Engenharia Química poderá realizar atividades práticas nos seguintes laboratórios:

• Laboratório de Verificação e Validação

• Laboratório de Informática

• Laboratório de Química Geral

• Laboratório de Química Inorgânica

• Laboratório de Química Orgânica

• Laboratório de Termodinâmica

• Laboratório de Processamento de Alimento

• Laboratório de Fenômenos de Transporte

• Laboratório de Operações Unitárias e Reatores

• Laboratório de Controle de Processos

• Laboratório de Engenharia Bioquímica

• Laboratório de Engenharia Têxtil

• Laboratório de Computação Científica

Onde estudar Engenharia Química

Existem cerca de 180 universidades que oferecem o curso de Engenharia Química com reconhecimento do MEC no Brasil. Entre elas há diversas instituições privadas e um bom número de públicas. Elas estão distribuídas em todas as regiões do País, mas a maior parte se concentra nas regiões Sul e Sudeste.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia Química.

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 

Universidade Estácio de Sá (UNESA) 

Universidade de Franca (UNIFRAN)

Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) – em Fortaleza

Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry) – em Recife

Faculdade Ruy Barbosa (Ruy Barbosa | DeVry) – em Salvador 

Veja também:

Faculdade de Engenharia Química

Vai estudar Engenharia Química? Em qual faculdade? Conte para a gente nos comentários!