O curso de Fisioterapia dura entre 4 e 5 anos. Na maior parte das instituições é oferecido na modalidade presencial, mas é possível fazer a graduação a distância também.

Por ser um curso da área da Saúde, a grade curricular traz muitas matérias de Ciências Biológicas. Essa é a base para formar um profissional capaz de entender o corpo humano, como ele se movimenta e quais as melhores formas de diagnosticar, prevenir e tratar lesões.

O curso equilibra matérias teóricas e práticas. O estágio obrigatório ocupa uma boa parte do currículo e é uma oportunidade para conhecer as diferentes áreas nas quais o futuro profissional poderá atuar. Para se formar, o estudante deve elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

A profissão é regulamentada. Para trabalhar como fisioterapeuta é preciso ter o diploma emitido por uma faculdade credenciada pelo Ministério da Educação e fazer o registro junto ao Conselho Regional de Fisioterapia (Crefito) de seu estado.

Grade curricular de Fisioterapia

As matérias do curso de Fisioterapia podem variar de acordo com a universidade. No entanto, o MEC estabelece alguns parâmetros que as faculdades devem observar em suas grades curriculares. No caso de Fisioterapia, os conteúdos devem ser organizados nos seguintes grupos de conhecimento:

Biológicos: estudam a anatomia e a fisiologia do corpo humano, seus órgãos e sistemas.

Humanos e Sociais: estudam o ser humano, seu contexto social, a relação saúde-doença, o lado psicológico, cultural, antropológico e filosófico.

Biotecnológicos: acompanham os avanços tecnológicos que podem ser incorporados ao trabalho em fisioterapia.

Fisioterapêuticos: englobam os conhecimentos específicos da área, como fundamentação, história, ética e os métodos de trabalho na Fisioterapia.

As disciplinas específicas preparam o estudante para atuar em diferentes áreas, como por exemplo: Pediatria, Geriatria, Cardiologia, Neurologia, Pneumologia, Dermatologia, Ginecologia, Obstetrícia e outras.

O estágio contempla as diversas áreas da Fisioterapia e acontece em espaços como ambulatórios, hospitais e unidades básicas de saúde, por exemplo. Para saber com mais detalhes o que se estuda em Fisioterapia, confira algumas das disciplinas mais comuns, organizadas em ordem cronológica.

Grade curricular do primeiro ano de Fisioterapia

O primeiro ano de Fisioterapia traz muitas matérias da área de Ciências Biológicas, tratando de conhecimentos fundamentais sobre o corpo humano e seu funcionamento. Confira alguns exemplos dos conteúdos da grade curricular:

• Anatomia Sistêmica

• Anatomia do Aparelho Locomotor

• Biologia Celular

• Fundamentos da Bioquímica

• Fundamentos da Imunologia

• Fundamentos da Microbiologia

• Histologia e Embriologia

No currículo do início do curso começam os primeiros conteúdos específicos, como por exemplo:

• História e Fundamentos da Fisioterapia

• Fisioterapia na Saúde da Família

Grade curricular do segundo ano de Fisioterapia

A partir do segundo ano os conteúdos específicos de Fisioterapia começam a ganhar mais espaço na grade curricular, com matérias como:

• Avaliação Cinético-Funcional

• Cinesioterapia

• Eletrotermofototerapia

• Recursos Terapêuticos Manuais

No entanto, a grande ênfase ainda recai sobre as disciplinas da área biológica, que aprofundam o estudo de:

• Anatomia Palpatória

• Biofísica

• Cinesiologia e Biomecânica

• Fisiologia do Exercício

• Fisiologia Humana

• Genética

• Neurofisiologia

• Patologia Básica

• Psicomotricidade

Grade curricular do terceiro ano de Fisioterapia

No terceiro ano de Fisioterapia as matérias específicas já ocupam a maior parte da grade  curricular. O aluno terá contato com temas como:

• Fisioterapia Aquática

• Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia

• Fisioterapia na Saúde do Idoso

• Fisioterapia Neurofuncional

• Fisioterapia Respiratória

Também fazem parte desta etapa o estudo de matérias de Humanas, Biológicas e Biotecnólogicas, como:

• Estudos de Exames por Imagem

• Ética na Saúde

• Farmacologia

• Fundamentos Socioantropológicos da Saúde

Grade curricular do quarto ano de Fisioterapia

Em muitas universidades a grade curricular do quarto ano de Fisioterapia traz como novidade os primeiros estágios supervisionados.

Além disso, neste período a dedicação dos estudantes recai sobre matérias específicas do curso, como por exemplo:

• Fisioterapia Cardiovascular

• Fisioterapia Dermato-Funcional

• Fisioterapia em Dor

• Fisioterapia em UTI

• Fisioterapia Esportiva

• Fisioterapia na Saúde da Criança

• Fisioterapia na Saúde da Mulher

• Fisioterapia na Saúde do Homem

Ainda fazem parte do currículo matérias de outras áreas do conhecimento, tais como:

• Fundamentos da Epidemiologia

• Fundamentos da Estatística

• Órteses e Próteses

Grade curricular do quinto ano de Fisioterapia

O último ano de Fisioterapia é bastante prático, com mais horas dedicadas ao estágio supervisionado.

Neste período o estudante irá elaborar seu projeto de pesquisa, que dará origem ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), requisito para se formar.

Onde estudar Fisioterapia

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Fisioterapia:

Veja também:

Faculdade de Fisioterapia

E então, o que achou da grade curricular de Fisioterapia? Conte para a gente nos comentários!