Todo ano, milhões de brasileiros enfrentam dois dias de prova no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), considerado o maior vestibular do País.

Em 2017, não vai ser diferente. Para se destacar em meio à concorrência é preciso fazer bonito no Enem. Embora o Exame não seja, em si, um processo seletivo, o desempenho é usado por faculdades públicas e privadas para selecionar seus novos alunos, além de ser critério de classificação para os disputados programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior.

Se você está se preparando para o Enem 2017, veja a seguir o guia que desenvolvemos com a nota que é preciso tirar para garantir uma vaga na faculdade!

Nota do Enem 2017 para entrar em universidades públicas

Cada vez mais instituições públicas de ensino superior estão aderindo ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O Sisu acontece duas vezes por ano e usa a nota do Enem mais recente para distribuir vagas em universidades públicas de todo o Brasil. Algumas selecionam seus novos alunos somente por meio desse sistema (é o caso da UFMG e da UFRJ, por exemplo) e há aquelas que destinam uma parte de suas vagas para acesso via Sisu – como a USP e a UFSC, entre outras.

É preciso ficar de olho em dois tipos de nota: para se inscrever e para garantir a vaga.

Pode participar do Sisu qualquer pessoa que tenha feito o Enem mais recente e não tenha zerado na redação. Com isso, se você fizer o Enem 2017 e tirar acima de zero na redação vai poder se inscrever nas duas edições do programa que  vão ocorrer em 2018 – no primeiro e no segundo semestre.

Acontece que a concorrência no Sisu é acirrada e para garantir vaga é preciso chegar com um bom desempenho no Enem.

A nota de corte –pontuação mínima para conseguir uma vaga – varia de acordo com os seguintes fatores:

• Edição do processo seletivo.

• Desempenho dos candidatos que escolheram a mesma universidade, campus, curso, turno e modalidade de concorrência (cotas ou não).

Durante o período de inscrições é possível consultar as notas de corte parciais e mudar suas opções para aumentar as chances de passar. Em instituições de renome e cursos muito procurados, como Medicina, Direito e Engenharia, as notas de corte podem ficar acima de 800 pontos.

Com até 650, normalmente, é possível passar em diversos cursos. Turismo, Serviço Social, Letras, Nutrição e Pedagogia são alguns exemplos.

Quem alcançar entre 650 e 700 pontos tem chance de entrar em cursos como Administração, Arquitetura, Psicologia, Odontologia e algumas engenharias.

Porém, como falamos, as notas de corte variam bastante. Por isso, caso queira usar sua pontuação do Enem 2017 para entrar em uma faculdade pública pelo Sisu em 2018, o melhor a fazer é caprichar para valer nos estudos!

Nota do Enem 2017 para conseguir bolsa do ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma iniciativa do Governo Federal que usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a bolsas de estudos em faculdades privadas reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. O benefício pode ser integral (cobre 100% da mensalidade) ou parcial (50%), dependendo da renda familiar mensal do estudante.

Para se inscrever no ProUni é necessário:

• Ter feito o Enem mais recente e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

• Ter feito todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada.

• Comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

• Não ter diploma de nível superior.

Portanto, se você fizer o Enem 2017, alcançar a pontuação exigida e cumprir os requisitos de escolaridade e renda, poderá participar das duas edições do ProUni em 2018.

Assim como acontece no Sisu, os candidatos concorrem com quem escolheu as mesmas opções de faculdade, campus, curso, turno e modalidade de concorrência. As notas de corte também são divulgadas enquanto as inscrições estiverem abertas e é possível modificar as opções para aumentar as chances de conseguir uma vaga.

A pontuação necessária para conquistar o benefício varia bastante e, apesar de ser um pouco mais baixa que a do Sisu, ainda assim é importante ir bem no Enem para garantir um lugar ao sol. Nos cursos mais disputados, como Medicina, a nota de corte supera os 700 pontos. Com 600 pontos ou mais dá para entrar em Administração, Ciências Contábeis, algumas engenharias e Jornalismo, por exemplo. Já os cursos de licenciatura, alguns tecnológicos e aqueles que têm muita oferta de vagas, como Direito e Administração, podem pedir entre 450 e 600 pontos nas universidades menos disputadas.

Nota do Enem 2017 para conseguir o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é outra iniciativa do Governo Federal de ampliação do acesso ao ensino superior. Destinado à população de baixa renda, usa a nota do Enem para classificar candidatos a um financiamento a juros baixos e prazo longo para pagar.

Vale apresentar a nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010. Com isso, se você fizer o Enem 2017 e cumprir os requisitos estabelecidos pelo MEC, poderá concorrer ao FIES em 2018 e nos anos seguintes.

A nota mínima para se inscrever no FIES é a mesma do ProUni: pelo menos 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação. A renda familiar bruta mensal não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa.

Conseguir uma vaga no FIES está cada vez mais difícil. Apesar de as notas de corte serem bastante semelhantes às do ProUni, há uma oferta menor de vagas. A cada edição, o MEC pode determinar regras diferentes para a distribuição dos financiamentos. Recentemente, foram priorizados cursos nas áreas de educação, saúde, engenharia e ciências da computação.

Fique de olho no edital divulgado para a edição em que você pretende concorrer!

O FIES também costuma ter duas edições anuais, no primeiro e no segundo semestre, e as inscrições abrem após a divulgação do resultado do ProUni.

Nota do Enem 2017 para entrar em faculdade privada sem fazer vestibular

O ingresso direto vem se tornando cada vez mais popular nos últimos anos. Trata-se de uma modalidade de processo seletivo que escolhe os candidatos a partir da nota do Enem, sem a necessidade de fazer outra prova.

As regras variam bastante entre as instituições. Algumas usam a nota do Enem apenas para preencher vagas remanescentes, enquanto outras permitem acesso direto apenas em alguns cursos.

Vale a pena verificar, no edital do ingresso via Enem na faculdade do seu interesse, quais são as regras de participação: quais edições são aceitas, nota mínima, cursos disponíveis, etc.

Onde usar a nota do Enem 2017

Seja para tentar uma bolsa do ProUni, um financiamento do FIES ou o ingresso direto, as opções de faculdade são inúmeras. Conheça algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que aceitam a nota do Enem:

Veja também:

Como calcular a nota do Enem

Vai fazer o Enem em 2017? Conte para a gente em qual curso você gostaria de entrar!