Você pretende cursar Engenharia Civil e está se preparando para o vestibular? E se nós lhe contássemos que dá para entrar no curso sem passar por esse processo seletivo tão estressante?

Sim, é possível entrar na faculdade de Engenharia Civil sem vestibular, desde que você tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E mais: ainda dá para conseguir bolsa de estudos e financiamento estudantil facilitado com a nota do exame.

Ficou curioso? Conheça agora mesmo a pontuação necessária no Enem para passar em Engenharia Civil.

Como usar o Enem para entrar em Engenharia Civil

Atualmente, dá para usar a nota do Enem em quatro processos seletivos. Todos eles oferecem vagas em Engenharia Civil:
1. Sistema de Seleção Unificada (Sisu)
2. Programa Universidade para Todo (ProUni)
3. Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)
4. Ingresso Direto
Veja a seguir a pontuação necessária para passar em cada um deles.

Pontos no Enem para passar em Engenharia Civil pelo Sisu

O Sisu é um processo seletivo que usa a nota do Enem para classificar candidatos a vagas em universidades públicas (são mais de 100 instituições participantes em todo o Brasil). Para se candidatar, é necessário ter feito a edição mais recente do exame, sem ter zerado a redação.

De todas as maneiras de entrar em uma faculdade com o Enem, o Sisu é a mais concorrida. Como Engenharia Civil é um dos cursos mais procurados, a disputa é acirradíssima, com notas de corte bem altas.

Antes de mais nada, vamos à definição de nota de corte: é a nota do último candidato a conseguir uma vaga em determinado curso, turno, universidade, campus e edição do Sisu. Ela varia de acordo com todos esses fatores.

Por exemplo: se o curso de Engenharia Civil para a universidade pública X do turno da manhã tem candidatos com notas muito boas no Enem, a nota de corte vai subir. É possível que ela seja mais baixa para o turno da noite, por exemplo, se os candidatos tiverem pontuação menor.

Em edições recentes, a menor nota de corte de Engenharia Civil pelo Sisu ficou em 676 pontos. A maior, em 894 pontos. Isso mesmo, quase 900 pontos para conseguir uma vaga – e isso em último lugar! Por isso, o melhor conselho que podemos dar para quem pretende se candidatar ao Sisu é: dedique-se aos estudos para fazer muito bonito no Enem!

Pontos no Enem para passar em Engenharia Civil pelo ProUni

O ProUni é outro processo seletivo que utiliza a nota do Enem, mas seu funcionamento é um pouco diferente. Em primeiro lugar, trata-se de um programa que concede bolsas de estudo integrais e parciais em faculdades particulares a estudantes de baixa renda.

Por esse motivo, nem todo mundo pode participar. É necessário comprovar renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa para concorrer a uma bolsa integral, ou três salários mínimos por pessoa para tentar uma bolsa parcial. Também é necessário se enquadrar em requisitos de formação e desempenho no Enem mais recente.

Se você pensa que conseguir uma bolsa pelo ProUni é moleza só porque o programa trabalha com faculdades particulares, não é bem assim. Muita gente entra na disputa pela chance de cursar uma instituição de ensino privada sem pagar nada ou pagar apenas a metade da mensalidade. Além disso, é necessário preencher os requisitos do programa, entregar toda a papelada dentro do prazo e, claro, ter uma pontuação maior do que a nota de corte.

No ProUni, a nota de corte varia de acordo com a edição do programa, curso, turno, faculdade, unidade e modalidade de concorrência (cotas ou não).

Em edições recentes, a menor pontuação para Engenharia Civil foi de 450 pontos, que é basicamente a nota mínima exigida para se inscrever. Por outro lado, a maior nota de corte foi 737. Se você quer ter uma ideia de notas de corte medianas, temos a Universidade Estácio de Sá, no Ceará, que exigiu 525 pontos. Em São Paulo, a Universidade Cidade de São Paulo teve nota de corte de 628 pontos.

Pontos no Enem para conseguir FIES para Engenharia Civil

O FIES é outra alternativa para quem quer estudar em uma faculdade particular e não tem condições de pagar o curso de Engenharia Civil.

Trata-se de um financiamento estudantil, como o próprio nome diz. É basicamente um empréstimo, no qual o governo paga parte das mensalidades do estudante. A dívida só começa a ser quitada depois da formatura, diluída em vários anos.

Como o FIES é destinado a estudantes de baixa renda, também é necessário comprovar renda. Pode concorrer ao financiamento quem tiver renda familiar bruta mensal de até 5 salários mínimos por pessoa. Outro requisito é ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, sem ter zerado a redação.
Vamos à pontuação mínima necessária para conseguir o FIES para Engenharia Civil: em edições recentes, o número ficou em 450 pontos. A maior nota de corte exigida, no entanto, foi de 721 pontos. É bastante coisa, mas calma: há instituições que pedem notas medianas, como a Faculdade Pitágoras de Jundiaí, que exigiu 501 pontos ou a Anhanguera de Porto Alegre, com nota de corte de 516.

Pontos no Enem para passar em Engenharia Civil por ingresso direto

Desde sua criação, em 1998, o Enem passou por diversas mudanças. Agora, está consolidado como um método seguro e confiável de avaliar os conhecimentos dos estudantes que saem do ensino médio.
Ao perceberem o potencial do Enem, muitas faculdades começaram a utilizá-lo em vez do vestibular tradicional.

Falar da pontuação necessária para passar nesse caso é um pouco mais complicado, pois cada instituição de ensino tem autonomia para decidir a nota de corte que quiser. Aconselhamos que você busque essa informação na faculdade do seu interesse.

Outra possibilidade que as instituições de ensino particulares oferecem é a utilização do Enem como bônus no vestibular tradicional. Nesse caso, o candidato faz a prova do vestibular normalmente e, de acordo com a sua pontuação do Enem, recebe pontos extras para melhorar sua classificação.

Onde estudar Engenharia Civil com a nota do Enem

Estudar Engenharia Civil exige dedicação e investimento – de tempo, esforço e dinheiro. Nada mais natural, portanto, que buscar a melhor qualidade de ensino possível. O problema é que às vezes não se sabe nem por onde começar a procurar. Pensando nisso, elaboramos uma lista com algumas faculdades bem avaliadas e reconhecidas pelo MEC que oferecem Engenharia Civil.

Esse reconhecimento do MEC é super importante, pois significa que o diploma tem validade em todo o território nacional, que a graduação é de qualidade e, o melhor de tudo, que o mercado de trabalho irá lhe receber de portas abertas.

Além disso, todas as faculdades a seguir participam do ProUni e do FIES, o que pode ser uma grande ajuda se você não tem condições de bancar o curso. Quer mais? Elas oferecem também facilidades de pagamento próprias, como descontos nas mensalidades, bolsas de estudo e financiamentos facilitados. Confira:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais 
Veja também:
Curso de Engenharia Civil

Quer entrar em Engenharia Civil utilizando o Enem? Qual processo seletivo pretende tentar? Conte para a gente nos comentários!