Para passar no Enem – ou melhor, para passar nos processos seletivos que usam a nota do Enem – é preciso se dar bem nas provas. Aqui a fórmula é bem simples: quanto maior a nota, maiores as chances de conseguir uma vaga no ensino superior.

O desempenho obtido no exame pode ser usado para entrar em universidades públicas, conseguir bolsas de estudos, financiamentos estudantis ou se matricular direto em inúmeras faculdades pelo país sem ter que fazer vestibular.

Os processos seletivos para cada um desses benefícios são bem concorridos. Por isso, é fundamental chegar no dia da inscrição com uma boa ideia de quais são as maiores e as menores notas que você vai enfrentar na hora da disputa.

Para ajudar você nessa missão, a gente foi atrás de algumas pontuações médias para diversos cursos e em diferentes processos seletivos.

Confira tudo isso a seguir e aproveite para conhecer também algumas ótimas faculdades onde tentar sua vaga com a nota do Enem!

Quantos pontos preciso para passar no Enem?

A quantidade de pontos que você precisa tirar no Enem varia de acordo com o seu objetivo , ou seja, depende do processo seletivo que você vai querer disputar mais adiante. Se você busca, por exemplo, entrar em uma universidade pública pelo Sisu, prepare-se para encarar vagas que chegam a exigir mais de 800 pontos!

Nas seleções menos acirradas, com cerca de 450 pontos dá para garantir seu lugar no curso desejado.
As pontuações variam de acordo com o tipo de processo seletivo, o semestre de aplicação, o curso, a faculdade, a cidade, o turno e o campus.

Conheça a seguir a quantidade de pontos necessária nos quatro principais processos seletivos do Brasil: o Sisu, o ProUni, o FIES e o ingresso direto.

Pontos do Enem para passar no Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) distribui vagas em universidades públicas de todo o Brasil sem precisar fazer vestibular, usando como único critério de classificação a nota do Enem. Para se inscrever basta ter feito a edição mais recente do exame e não ter zerado na redação. Não há limitação de renda familiar.

Só por aí a gente já imagina que esse é um dos processos seletivos mais concorridos do Brasil.
Medicina é normalmente o curso que exige as maiores notas. Aqui uma vaga raramente sai por menos de 800 pontos. Mas calma! Para grande parte dos cursos não é necessário ter uma pontuação tão alta.
Vamos conferir:

• Administração – de 550 a 700 pontos
• Agronomia – de 600 a 700 pontos
• Arquitetura – de 650 a 750 pontos
• Biologia – de 600 a 700 pontos
• Ciências Contábeis – de 600 a 700 pontos
• Direito – de 650 a 800 pontos
• Educação Física – de 600 a 700 pontos
• Enfermagem – de 600 a 730 pontos
• Engenharia Civil – 700 a 800 pontos
• Engenharia (Elétrica, Mecânica, Automação, Computação, de Produção ou Química) – de 650 a 800 pontos
• Farmácia – de 600 a 750 pontos
• Gastronomia – de 600 a 700 pontos
• Gestão de Recursos Humanos – de 600 a 680 pontos
• Gestão Financeira – de 550 a 650 pontos
• História – de 580 a 680 pontos
• Jornalismo – de 650 a 760 pontos
• Letras – 580 a 680 pontos
• Medicina – a partir de 780 pontos
• Nutrição – de 650 a 760 pontos
• Odontologia – de 650 a 800 pontos
• Pedagogia – de 600 a 730 pontos
• Psicologia – de 600 a 750 pontos
• Química – de 550 a 650 pontos

Pontos do Enem para passar no ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma iniciativa do governo federal que concede bolsas de estudos em faculdades particulares por todo o Brasil.

A seleção é direcionada a candidatos que preenchem certos requisitos de renda familiar e formação escolar. Para participar é preciso ainda apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem mais recente, sem ter zerado a redação.

O processo seletivo aqui, assim como no Sisu, é difícil de passar.

Os cursos mais disputados têm nota de corte similar à do Sisu. Naqueles com maior oferta de vagas ou menor procura dá para passar com nota próxima ao mínimo exigido para a inscrição.

O ProUni distribui bolsas de estudos em graduações presenciais e a distância.
Veja a variação da pontuação em diferentes graduações:

• Administração – de 480 a 700 pontos
• Agronomia – de 550 a 650 pontos
• Arquitetura – de 550 a 720 pontos
• Ciências Contábeis – de 460 a 750 pontos
• Comunicação Social – de 500 a 680 pontos
• Direito – de 450 a 800 pontos
• Educação Física – de 460 a 680 pontos
• Enfermagem – de 540 a 700 pontos
• Engenharia Aeronáutica – de 650 a 750 pontos
• Engenharia Civil – de 580 a 750 pontos
• Engenharia de Computação – de 550 a 750 pontos
• Engenharia de Produção – de 500 a 650 pontos
• Engenharia Elétrica – de 600 a 740 pontos
• Farmácia – de 550 a 700 pontos
• Física – de 450 a 550 pontos
• Gestão de Recursos Humanos – de 460 a 680 pontos
• Gestão Financeira – de 450 a 550 pontos
• História – de 450 a 550 pontos
• Jornalismo – de 500 a 720 pontos
• Letras – de 450 a 680 pontos
• Medicina – de 700 a 820 pontos
• Nutrição – de 550 a 700 pontos
• Odontologia – de 600 a 760 pontos
• Pedagogia – de 450 a 680 pontos
• Psicologia – de 580 a 730 pontos
• Química – de 450 a 550 pontos
• Radiologia – de 450 a 550 pontos
O ProUni abre inscrições duas vezes por ano, no início de cada semestre letivo.

Pontos do Enem para financiar a faculdade pelo FIES

O FIES é um financiamento estudantil cheio de facilidades: o prazo para quitar a dívida é super longo e os juros cobrados são baixíssimos (há até juro zero em alguns casos).

O processo seletivo exige que os candidatos se encaixem em certos critérios de renda e tenham desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Vale qualquer Enem a partir de 2010.

Alguns cursos exigem uma pontuação considerável. Dê uma olhada nas médias:

• Administração – de 450 a 680 pontos
• Análise a Desenvolvimento de Sistemas – de 450 a 630 pontos
• Arquitetura a Urbanismo – de 600 a 700 pontos
• Ciências Biológicas – de 450 a 600 pontos
• Ciências Econômicas – de 500 a 650 pontos
• Comunicação Social – de 560 a 700 pontos
• Direito – de 500 a 700 pontos
• Educação Física – de 450 a 630 pontos
• Enfermagem – de 450 a 680 pontos
• Engenharia Civil – de 550 a 700 pontos
• Farmácia – de 530 a 600 pontos
• Gastronomia – de 450 a 650 pontos
• Gestão de Recursos Humanos – de 450 a 630 pontos
• Gestão Financeira – de 450 a 600 pontos
• Jornalismo – de 530 a 570 pontos
• Letras – de 450 a 600 pontos
• Medicina – 700 a 800 pontos
• Nutrição – de 550 a 700 pontos
• Odontologia – de 600 a 700 pontos
• Pedagogia – de 450 a 650 pontos
• Psicologia – de 600 a 700 pontos
O Fundo de Financiamento Estudantil abre inscrições duas vezes ao ano, uma em cada semestre letivo.

Pontos do Enem para passar no ingresso direto

O ingresso direto é a forma mais rápida e descomplicada de entrar em uma faculdade particular.
Basta encontrar a instituição onde você quer estudar, se inscrever no processo seletivo por ingresso direto, informar sua nota no Enem (geralmente pode ser qualquer edição) e já garantir a matrícula, caso tenha a pontuação necessária para passar.

Essa pontuação mínima varia bastante de faculdade para faculdade.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Vai tentar vaga na rede particular pelo ProUni, FIES ou ingresso direto? Pois fique atento a esta dica: procure estudar em uma instituição bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC), que tenha uma unidade ou polo de apoio perto de você e que ofereça boa infraestrutura de salas de aula e laboratórios.
Isso é o que vai abrir as portas para você no mercado de trabalho.

Se quiser conhecer algumas faculdades que se encaixam nesses critérios, dê uma olhada na seleção que preparamos para você:

Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) 
Universidade Estácio de Sá (UNESA) 
Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) 
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN) 
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
Todas as instituições que selecionamos, além de participarem dos programas governamentais de ajuda a estudantes de baixa renda, têm também suas próprias iniciativas para facilitar a vida financeira dos alunos, como financiamento sem burocracia, bolsas de estudos, convênios e descontos.

Veja também:
Posso usar o Enem de anos anteriores?

Vai participar de algum processo seletivo com a nota do Enem? Conte para a gente em qual deles você está de olho!