Quem pensa em fazer Medicina sabe que precisa dar aquela reforçada nos estudos desde cedo.
O curso está entre os mais concorridos do Brasil e conquistar uma vaga é geralmente o primeiro grande desafio dos futuros médicos.
Nas universidades públicas, o vestibular para Medicina é unificado, junto com os demais cursos. Mas nas particulares, onde estão a maioria das vagas, a coisa muda um pouco de figura. Aqui o vestibular acontece à parte, é diferente da seleção para as outras graduações.
Quer conhecer melhor a diversidade de formatos do vestibular de Medicina nas faculdades que oferecem o curso? Quer descobrir como garantir uma vaga com bolsa de estudos?
A gente tem as respostas logo a seguir!

O vestibular de Medicina nas faculdades particulares

O vestibular de Medicina pode variar de faculdade para faculdade. Nas instituições particulares, essa diferenciação é bem mais evidente, já que o processo seletivo para outros cursos pode ser mais simples.
A gente coletou alguns exemplos para você ter ideia de como funciona.
Na Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) de Minas Gerais, o formato é o seguinte:
• Prova 1: 65 questões objetivas de Língua Portuguesa e Literatura, Língua Estrangeira (Inglês), Matemática /Raciocínio Lógico, Ciências Humanas, Ciências da Natureza.
• Prova 2: Redação
Na Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) e na Universidade de Franca (UNIFRAN), as provas são compostas da seguinte forma:
• Prova 1: 20 questões discursivas de Química e Biologia e uma redação.
• Prova 2: 60 questões de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Língua Inglesa e Física.
O valor para se inscrever no vestibular de Medicina também é diferenciado dos demais. Em nossas pesquisas, encontramos taxas entre R$ 200 a R$ 250, mais ou menos.
Infelizmente, o popular modelo de ingresso direto ou automático – em que o candidato só precisa apresentar a nota do Enem para garantir vaga – não vale para o curso de Medicina.
O curso geralmente fica de fora de promoções que prometem bolsas integrais e parciais aos primeiros colocados no vestibular. Mas está disponível no ProUni e no FIES, como vamos explicar mais adiante.
Se a sua vontade é estudar em uma instituição pública, então nosso conselho é: triplique os estudos. Entenda o porquê a seguir.

O vestibular de Medicina nas universidades públicas

Hoje, a principal forma de conseguir vaga no curso de Medicina é pelo Enem.
O exame, que é bem conhecido dos brasileiros, virou o “maior vestibular do país”.
As provas têm a seguinte estrutura:
• 45 questões objetivas sobre Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
• 45 sobre Matemática
• 45 sobre Ciências da Natureza
• 45 sobre Ciências Humanas
• Redação
As provas do Enem acontecem uma única vez por ano, geralmente no mês de novembro, e são abertas a qualquer pessoa que já tenha concluído o ensino médio. As inscrições abrem no primeiro semestre, entre abril e maio.
Após prestar o Enem, o interessado terá de encarar uma seleção concorridíssima poucos meses depois das provas: o Sisu, o Sistema de Seleção Unificada do governo federal. O programa, aberto a qualquer pessoa que faz o Enem mais recente e não tirou zero na redação, distribui vagas em cursos superiores, inclusive Medicina, em universidades públicas de todo o país.
A seleção é feita de acordo com a nota do candidato: quanto maior, mais chances. Hoje, a média para conseguir entrar varia entre 750 e 900 pontos no Enem, dependendo da instituição – com raríssimas exceções.
Algumas universidades também podem fazer exigências distintas aos participantes, como, por exemplo, que eles tenham uma nota maior nas provas de Ciências da Natureza. Mas isso não é regra.
Alternativamente, existem os vestibulares tradicionais das universidades que não aderiram (ou não aderiram totalmente) ao sistema de ingresso via Enem – como é o caso, por exemplo, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Universidade de São Paulo (USP). Nesses locais, segue valendo o antigo modelo de vestibular, que também muda bastante de formato.
Uma coisa é certa: independentemente do tipo de processo seletivo, Medicina está sempre no pódio dos cursos mais concorridos. Por isso, é fundamental caprichar nos estudos e conhecer bem o formato do vestibular que você vai prestar.

Vestibular para Medicina com bolsa de estudos

Já pensou em passar para Medicina em uma universidade particular bem avaliada pelo Ministério da Educação com uma super bolsa de estudos?
Pois com o ProUni é possível.
Duas vezes ao ano, o programa concede bolsas parciais e integrais em todas as áreas do conhecimento – inclusive Medicina. Mas para ter chances é preciso encarar uma seleção bastante concorrida, nos mesmos moldes do Sisu, mas com algumas exigências a mais.
O candidato vai precisar:
• Ter feito Enem mais recente e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.
• Ter feito todo o ensino médio em escola da rede pública, ou em escola particular na condição de bolsista integral.
• Ter renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos per capita.
A seleção dos bolsistas ocorre por meio da nota do Enem. A média para entrar em Medicina varia de 700 a 850 pontos, dependendo da faculdade. As inscrições abrem duas vezes ao ano.

Vestibular para Medicina com financiamento

Outra possibilidade para quem quer fazer Medicina mas não tem como bancar as mensalidades é tentar uma vaga no Fundo de Financiamento Estudantil o FIES.
O FIES acontece duas vezes ao ano. Para se inscrever, o candidato precisa apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem (qualquer edição a partir de 2010) e não ter zerado na redação. Além disso, deve se enquadrar no perfil de renda estabelecido para aquela edição do processo seletivo. As notas para passar ficam entre 750 e 850 pontos, dependendo da faculdade.
Quem é selecionado no FIES ganha a oportunidade de financiar uma parte das mensalidades e só começar a quitar a dívida depois da formatura, com condições facilitadas.

Onde estudar Medicina

Selecionamos para você algumas faculdades de Medicina que participam do ProUni e do FIES, além de trabalharem com outros programas que facilitam o pagamento das mensalidades (convênios, descontos, etc.):
Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) 
Universidade de Franca (UNIFRAN)

Veja também:
Quanto custa estudar Medicina?

Vai prestar vestibular para Medicina ou tentar outra forma de ingresso? Conte para a gente onde você quer estudar!