Recorrer a programas de bolsas de estudo é uma excelente opção para quem deseja ingressar em um curso superior, mas não tem condições de arcar com o custo das mensalidades. Embora haja faculdades mais acessíveis, como cursos de tecnólogos ou a distância, ainda há pessoas que não conseguem pagar o valor integral de uma faculdade.

Há muitos casos também de pessoas que recorrem a programas de bolsa estudantil para conseguir realizar o sonho de fazer uma faculdade e atuar na profissão que sempre desejou.

Se você quer entrar em uma faculdade, mas não tem condições de pagar as mensalidades e quer saber mais sobre bolsas de estudos e financiamentos, continue a leitura deste post! Nele, citaremos os principais programas existentes atualmente e como eles funcionam. Acompanhe!

Conheça alguns tipos de bolsas de estudos para graduação

Antes de falarmos sobre bolsas de estudos, vamos entender o que é exatamente esse tipo de benefício? Esses programas, na realidade, tratam-se de uma ajuda que os alunos recebem para realizar seu curso de graduação, especialização, mestrado, doutorado ou intercâmbio.

Quando o estudante consegue uma bolsa, fica isento do valor total ou parcial das mensalidades. O valor do desconto varia de acordo com os critérios de cada programa e da situação financeira do aluno, já que a maior parte das bolsas é destinada a pessoas de baixa renda.

Para te ajudar a realizar seu curso superior, organizamos para você informações sobre as principais bolsas de estudo logo abaixo.

ProUni

O ProUni (Programa Universidade para Todos) foi criado pelo Governo Federal e tem o objetivo de conceder bolsas parciais e integrais para alunos de baixa renda. Os descontos oferecidos são de 50% ou 100%.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes carentes, com renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa. Já as bolsas parciais, para aqueles que têm uma renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Além dos critérios acima, os candidatos a uma bolsa do ProUni devem ter cursado todo ensino médio em rede pública de ensino ou recebido bolsa para estudar em escolas particulares. Outra exigência para participar do programa é não ter concluído outro curso de nível superior.

Para concorrer a uma vaga pelo ProUni, é necessário que o aluno interessado faça o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e faça, no mínimo, 450 pontos na prova objetiva, além de não poder zerar a redação.

O ProUni abre inscrições para o processo seletivo a cada semestre, um pouco antes do início do ano letivo. O estudante pode se candidatar a uma bolsa de graduação para cursos de licenciatura, bacharelado e tecnológicos, na modalidade presencial ou a distância.

Neora

O Neora oferece bolsas de até 70% em diversas instituições particulares do país. A instituição foi fundada em 2008 e já ajudou mais de 200 mil estudantes a realizarem o sonho de ingressar em uma faculdade.

Para concorrer a uma bolsa pelo Neora, não há necessidade de comprovação de renda e nem pagamento após a formatura, pois o desconto é aplicado diretamente nas mensalidades. O processo é simples e não há fila de espera.

Para conseguir o desconto, basta entrar no site da instituição, fazer o cadastro e escolher o curso e a faculdade a qual deseja estudar. Em seguida, o estudante deve imprimir o Cupom Neora e entregar na secretaria da faculdade escolhida no momento da matrícula. Esse cupom é na verdade, um comprovante de que o estudante é bolsista.

Educa Mais Brasil

O programa distribui milhares de bolsas de estudos de até 70% para graduação e outros cursos, em todo Brasil! As bolsas são voltadas para estudantes que não têm condições de arcar com o valor integral das mensalidades de um curso superior.

Quem deseja conseguir um desconto por meio do Educa Mais Brasil precisa apresentar comprovante de renda.

Bolsas Institucionais

Esse tipo de bolsa é concedido pelas próprias instituições, que definem seus critérios para avaliação dos beneficiários, bem como a porcentagem dos descontos. Geralmente, os estudantes precisam ter uma boa pontuação no processo seletivo e provar, por meio de comprovantes de renda, que não têm condições de pagar o valor integral das mensalidades.

As instituições costumam conceder um percentual de bolsa de acordo com a situação socioeconômica do aluno. As regras para que o aluno tenha direito ao desconto até o final do curso também variam de acordo com a instituição.

Conheça algumas instituições particulares que oferecem bolsas de estudo próprias para graduação

Se você pensa em concorrer a uma bolsa de estudo para graduação, confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que oferecem descontos para alunos que precisam de auxílio para estudar, além de também oferecerem financiamentos próprios.

Além das bolsas institucionais, as faculdades citadas acima ainda aceitam alunos pelo ProUni.

Veja também

Faculdade depois dos 40 anos

Descubra quais são os 7 cursos tecnólogos mais bem pagos

Você sabia da existência de todos esses programas de bolsas de estudo para graduação? Conte para nós, deixe seu comentário aqui embaixo.