Chegou o momento de trilhar o caminho do ensino superior, e a nota do Enem ajuda muito nesse processo. O exame pode ser usado em diferentes programas de incentivo, áreas de conhecimento e faculdades.

Isso pode confundir o participante na hora de entender o uso da nota no exame. A graduação em Letras está entre as mais buscadas, portanto é preciso ficar atento à pontuação média para participar dos processos desejados. Veja!

A faculdade de Letras

Segmentada como licenciatura, a graduação em Letras atrai inúmeros estudantes apaixonados pela língua nativa e estrangeira (que pode ser o inglês ou espanhol) em todo o País.

Estudar e lecionar sobre linguagem, gramática, história, interpretação de textos, críticas literárias e tantos outros atributos do curso motivam profissionais a seguir essa carreira.

Além da língua portuguesa, o aluno de Letras poderá escolher (dependendo da disponibilidade na instituição de ensino) entre o inglês — mais comum — e o espanhol, que tem ganhado cada vez mais espaço.

Junto à base teórica, a graduação também prepara seus estudantes para encararem as salas de aula e alunos nas matérias de línguas.

O mercado de trabalho

Muito se engana quem acredita que o profissional de Letras está preso à vida como professor ou professora.

Mesmo que classificada como licenciatura, essa formação permite que o profissional atue em diferentes funções e segmentos. Além das aulas para o ensino médio e escolas de idiomas, o profissional também pode trabalhar em cargos de confiança, desenvolvimento de conteúdo, revisão e edição.

Como especialista em Línguas, é possível atuar na área jurídica, administrativa, revisão e produção de textos e muito mais.

Trabalhar em uma editora pode ser a segunda principal escolha para desenvolvimento de material escolar e didático.

Como os pontos do Enem são calculados?

No Enem, o método estatístico para avaliação é o que determina a pontuação de cada participante. Erros e acertos são pontuados, mas não de forma simplista.

Levam-se em consideração a dificuldade de cada questão, a quantidade de acertos relacionados e, claro, os chutes ao longo da prova.

Com isso, a Teoria da Resposta ao Item (TRI) determina a nota média da prova e, a partir disso, de cada candidato.

Na redação o método não pode ser aplicado, já que ela é corrigida manualmente.

Por que existe variação na nota de corte?

Assim como a teoria aplicada na correção das provas observa de forma única cada questão e volume de erros e acertos, a nota de corte também pode variar. Nesse caso, o sistema de cada programa de incentivo do governo terá sua própria métrica dependendo do número de inscrições do curso e também da instituição.

Quanto mais buscado um curso ou faculdade, maior a nota de corte. O número de vagas também ajuda a definir a quantidade de pontos necessários, já que quanto menos  estiverem disponíveis, mais alta é a nota exigida.

Quantos pontos são necessários para passar em Letras?

Esse é o momento em que a variação da pontuação pode ocorrer dependendo do programa de incentivo em que você deseja se inscrever.

Seja em busca de uma faculdade pública, particular ou financiamento estudantil, veja a média de pontos para alcançar uma boa posição nos processos do FIES, ProUni e Sisu:

  • ProUni – entre 450 e 680 pontos

  • Sisu –  entre 580 e 680 pontos

  • FIES – entre 450 e 600 pontos

A nota do Enem também pode ser usada para ingresso direto na maioria das faculdades em todo o país, mesmo que você não participe de nenhum programa de incentivo do Governo.

Para isso, a nota de corte não acontece como nos processos seletivos mencionados acima. A média para poder se matricular no ensino superior é de 450 pontos.

Quais faculdades aceitam a nota do Enem?

Para ser beneficiado pelos programas de incentivo do governo federal e do Ministério da Educação (MEC), além de participar do último Enem e ter a redação com nota acima de zero, é preciso escolher uma faculdade avaliada e reconhecida pelo MEC.

Com essa exigência, você tem a garantia de estudar em uma instituição que preza pela qualidade de ensino.

As opções são muitas! Pensando nisso, separamos algumas das faculdades que atendem aos requisitos do MEC e também participam dos processos mais concorridos do País para quem quer ingressar no ensino superior.

Além dos programas de incentivo, também oferecem condições próprias para bolsas de estudo, financiamento e ingresso direto na faculdade com a nota do Enem!  Dê uma olhada:

Veja também:

Qual o melhor curso para quem quer ter o próprio negócio/ser empreendedor?

Conheça os 10 cursos mais baratos do Brasil

Com essas dicas, fica muito mais fácil, não é verdade? E você, já sabe se vai de Sisu, ProUni ou FIES? Conte nos comentários!